Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os desafios da comunicação afe(a)tiva na educação durante a pandemia

Os desafios da comunicação afe(a)tiva na educação durante a pandemia

10/11/2020 Prof. João Carlos Martins

É preciso mudar o mindset, a maneira de enxergar o processo de ensino e de aprendizagem para toda comunidade escolar.

Os desafios da comunicação afe(a)tiva na educação durante a pandemia

Vivemos um momento bastante atípico. Instituições de ensino do mundo inteiro enfrentam os desafios da educação frente a uma pandemia que impôs novos paradigmas para educadores - não apenas sobre o conteúdo, mas também sobre a forma de construção dos conceitos. Não falo apenas das mudanças de calendário e adequações no planejamento pedagógico; esta nova realidade impacta o papel do educador, que passou a entrar dentro da casa de cada um de seus alunos e, consequentemente, na rotina das famílias, para tentar constituir relações educacionais, e também afetivas, por meio da comunicação e da virtualidade.

A comunicação afe(a)tiva - ou seja, a comunicação ativa e afetiva - é fundamental neste momento e, ao mesmo tempo, uma tarefa delicada dos educadores, pois temporariamente precisa acontecer no ambiente virtual e não apenas na sensibilidade das relações presenciais. As aulas invadiram os espaços das redes sociais e das plataformas de conteúdo, e é preciso atentar-se que tais locais possuem dinâmicas específicas e comuns a toda comunidade educacional. Isso significa que não funciona reproduzir o modelo de aulas presenciais: é preciso readequação, desaprender para reaprender a utilizar as ferramentas virtuais de maneira efetiva e saudável.

Professores e alunos estavam acostumados a utilizar as redes sociais de acordo com a dinâmica própria das mesmas: o imediatismo, a validação externa de likes, a multiplicidade de informações oferecidas simultaneamente. Tudo isso muda quando reestruturamos o ambiente virtual para uma relação não mais de descompressão, mas de responsabilidade e cuidado. Assim, quando pensamos a dimensão educacional desta relação à distância, fica explícita a necessidade de revermos como se dá este processo nessa nova realidade, como passamos a mensagem, as regras de convivência e até mesmo a intervenção de uma nova ética para o uso adequado da internet.

É preciso mudar o mindset, a maneira de enxergar o processo de ensino e de aprendizagem para toda comunidade escolar. Não devemos esperar que os professores sejam youtubers. Trata-se de novas estratégias para propor ao aluno novos questionamentos e desafios que o mobilize. Para isso, enquanto gestor, é fundamental trabalhar com os professores todo o processo de planejamento diferenciado, linguagem, apropriação das ferramentas e, deste modo, estimulá-los a sair do lugar comum, porque é isso que vai motivar a sala de aula neste momento.

Muitas vezes o aluno está em aula ocupando um espaço comum com a família e isto deve estar previsto pelo professor para envolvê-los no projeto pedagógico, principalmente na Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais. É verdade que as aulas não presenciais desafiam os estudantes a estabelecerem uma postura mais autônoma, mas não devemos esquecer que, mesmo cada um em sua casa, respeitando a evolução individual, o processo de aprendizagem também pode ser comunitário.

Apesar da realidade diversa das instituições de ensino, a chave para enfrentarmos esse contexto é a criatividade. Não existe uma resposta pronta para esta nova realidade, mas no Colégio Renascença, por exemplo, a parceria entre escola e famílias foi fortalecida por meio da escuta atenta em encontros realizados on-line com bate-papo sobre temas diversos, desde a ansiedade do momento até dicas sobre como ajudar os filhos na lição de casa.

Com o retorno das atividades extracurriculares, tem sido possível acolher os alunos com rodas de conversas e dinâmicas que possibilitam um olhar profundo para eles mesmos e para o outro. O momento indica novas possibilidades de acolhimento e a equipe pedagógica precisa ficar atenta a todas elas.

* Prof. João Carlos Martins, Diretor-Geral do Colégio Renascença

Fonte: Trópico Comunicação



Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Enem divulga datas das provas para os estudantes em 2022

As inscrições começam no dia 10 de maio e se encerram no dia 21.

Enem divulga datas das provas para os estudantes em 2022

Projeto incentiva o plantio de 1 bilhão de árvores em Minas Gerais

Conspiração Mineira pelo Plantio de Árvores é apresentada pela ACMinas.

Projeto incentiva o plantio de 1 bilhão de árvores em Minas Gerais

Olimpíada Mirim de Matemática abrange alunos do 2º ao 5º do fundamental

Essa é a primeira competição nacional a incluir estudantes tão novos.

Olimpíada Mirim de Matemática abrange alunos do 2º ao 5º do fundamental

Enem 2021: 22 estudantes tiraram nota máxima na redação

Correções detalhadas podem ser conferidas na internet.

Enem 2021: 22 estudantes tiraram nota máxima na redação

Webinar gratuito apresenta oportunidades de estudo e trabalho na Irlanda

Evento será transmitido pela SEDA College, no dia 12 de abril.

Webinar gratuito apresenta oportunidades de estudo e trabalho na Irlanda

MEC lança projeto para aproveitamento de estudos de cursos técnicos

Primeira turma do curso de aperfeiçoamento tecnológico será em julho.

MEC lança projeto para aproveitamento de estudos de cursos técnicos

Inscrições para cursos técnicos gratuitos pelo Trilhas de Futuro vão de 7 a 25 de abril

Além da formação profissional gratuita, o Governo de Minas fornece ajuda de custo para transporte e alimentação dos alunos do programa, que chega a sua segunda edição.

Inscrições para cursos técnicos gratuitos pelo Trilhas de Futuro vão de 7 a 25 de abril

Governo de Minas oferece curso gratuito de programação e tecnologia

TecPop Minas, programa da Sede-MG que amplia as políticas de inclusão digital e capacitação profissional, se une a startup para formação de desenvolvedores.


CBCA abre inscrições de concursos para estudantes de engenharia e arquitetura

Vencedores de ambas as áreas dividirão prêmio de R$ 10 mil entre equipe participante e professor orientador.


A pandemia revelou o futuro da educação

No princípio da pandemia, era o caos.

A pandemia revelou o futuro da educação

Estudantes têm até 31 de agosto para renegociar dívidas do Fies

Prazos, condições e vantagens para os estudantes seguem disponíveis.

Estudantes têm até 31 de agosto para renegociar dívidas do Fies