Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os desafios e as novas oportunidades de aprendizagem

Os desafios e as novas oportunidades de aprendizagem

14/09/2020 Cláudia Sebastiana Rosa da Silva e Gisele do Rocio Cordeiro

Sabemos que aprender é um aspecto relacionado ao desenvolvimento natural dos seres humanos.

Os desafios e as novas oportunidades de aprendizagem

A história da humanidade é reflexo de como organizamos nossas vidas, enfrentamos adversidades, reagimos às experiências vividas nas relações sociais e, consequentemente, como aprendemos, seja por meio de experiências boas ou por meio de desafios, perdas e frustrações. Sabemos que aprender é um aspecto relacionado ao desenvolvimento natural dos seres humanos, e ele não se reduz ao ambiente escolar; é indissociável a nós e é um processo que ocorre ao longo da vida. Para tanto nos questionamos: as situações desafiadoras podem ser concebidas como novas oportunidades de aprendizagem?

Para enfrentar esses desafios no âmbito educacional, de forma acelerada por imposição da pandemia, precisamos aprender a lidar com as incertezas, repensar os processos de ensino e aprendizagem e enfrentar as mudanças que impactam a todos: gestores, professores, estudantes e sociedade.

Partindo da ideia de que a aprendizagem é uma atividade emocional, conforme teoriza o autor norte americano Guy Claxton, precisamos desenvolver a competência de aprender com a própria experiência e lidar com os sentimentos que surgirão ao longo do processo, para superá-los, caso necessário.

Entre os quatro pilares da aprendizagem destacados por Claxton, (resiliência, desenvoltura, reflexibilidade e reciprocidade) é a resiliência que se refere à nossa capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão em situações diversas, mantendo o equilíbrio emocional ao tolerar os diferentes sentimentos, sejam eles a angústia, a fuga, o medo, a vergonha do não saber, entre outros.

Os desafios que a vida nos impõe precisam ser vistos como oportunidades para experimentar novas aprendizagens. Cabe a nós trabalharmos para construir espaços em que educadores e educandos assumam uma compreensão da aprendizagem ao longo da vida.  Para tanto, precisamos de educadores maduros intelectual e emocionalmente, pessoas curiosas, entusiasmadas, abertas ao novo, que possam dialogar e enriquecer o outro. Precisamos de educadores com uma nova concepção sobre seus potenciais de aprendizagem, que tenham a capacidade de aprender com o seu próprio processo de aprender.

* Cláudia Sebastiana Rosa da Silva é professora e tutora da Área de Educação da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.

* Gisele do Rocio Cordeiro é pedagoga e coordenadora da Área de Educação da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: PG1 Comunicação



Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

A coleta dos dados foi feita antes da pandemia, entre abril e setembro de 2019.

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

Senai abre inscrições para o Grand Prix de inovação

Desafios terão de ser resolvidos por estudantes.


Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Para que o processo de alfabetização ocorra, as crianças precisam se conscientizar dos sons das palavras.

Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

Precisamos falar de transformação digital. Ou melhor, precisamos traduzir a transformação digital (TD) para sua expressão mais completa e abrangente.

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Seja nas instituições de ensino públicas ou privadas, a chegada de uma nova geração às salas de aula afeta os modelos escolares.

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Fundação Dom Cabral e Cotemig concedem bolsas de estudos para jovens de baixa renda

As oportunidades serão para Ensino Médio Técnico e graduação na área tecnológica.


Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Somente neste ano, a entidade investiu US$ 589 mil para auxiliar jornalistas, advogados, administradores, engenheiros e economistas a estudarem nos Estados Unidos e na Europa.

Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Muitos alunos têm dúvidas se ouvir música durante os estudos pode melhorar o desempenho.

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Saiba o que considerar na hora de escolher a escola ideal, levando em conta questões como valores, religião, distância e formação dos professores.

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse

Um dos grandes desafios dos profissionais que lidam com o ensino infantil também passou a ser responsabilidade dos pais.

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse

Ensino híbrido é fundamental para o futuro da educação brasileira

É importante ter em mente que nada substituirá o processo de ensino-aprendizado de forma presencial.

Ensino híbrido é fundamental para o futuro da educação brasileira