Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Trabalho em tempos de novas tecnologias

Trabalho em tempos de novas tecnologias

25/09/2019 Tania Fontolan

O diferencial do profissional está naquilo que é essencialmente humano.

Impulsionados pela evolução tecnológica, os empregos vêm mudando a todo momento, nos mais diferentes setores, e em grande velocidade.

Inteligência artificial, Big Data, Internet das Coisas, tudo isso reflete no surgimento de novas profissões e no desaparecimento de outras.

E para se manter nesse ambiente de transformação constante, é necessário pensar além da formação acadêmica tradicional.

Nesse sentido, a qualificação para assumir e gerenciar os postos tem se dado não só com capacitação técnica, mas principalmente com o domínio das emoções.

Se, de um lado, a competência técnica se mostra eficaz com atualização constante, por outro, o desenvolvimento de habilidades sociais contribuem para o profissional saber resistir a pressões, negociar conflitos e, inclusive, estar aberto a mudanças.

Se você aprende como resolver um problema, não importa qual, saberá como resolver outros problemas futuros porque aprendeu estratégias.

Em tempo de novas tecnologias, diferenciamo-nos no mercado de trabalho por aquilo que nos torna essencialmente humanos.

A boa notícia é que habilidades socioemocionais podem ser aprendidas por pessoas em qualquer idade.

Autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais são domínios que resultam não só em profissionais mais preparados para os desafios do século XXI, como também um ambiente de trabalho mais feliz e produtivo.

O investimento do mundo corporativo na formação socioemocional é uma maneira de preservar o capital humano, maior ativo que uma organização pode ter.

A intenção não deve ser substituir pessoas, mas qualificar a equipe para unir experiência e capacidade de lidar com os novos desafios.

Não sabemos se aprender a resolver uma equação de segundo grau será tão importante no futuro até porque haverá calculadoras fazendo isso em milésimos de segundo.

Mas, com toda certeza, a capacidade de se adaptar a mudanças vai continuar tendo papel fundamental no nosso dia a dia.

* Tania Fontolan é diretora do Programa Semente e atuou por 25 anos na área da educação - 15 anos como professora na rede pública e privada e 10 como gestora escolar da rede privada.

Fonte: Mira Comunicação



Sisu disponibiliza 237 mil vagas em 128 instituições

Estudantes podem se increver no Sisu a partir desta terça-feira.

Sisu disponibiliza 237 mil vagas em 128 instituições

Inep divulga notas do Enem

As notas do Enem podem ser usadas no Sisu, Fies e ProUni.

Inep divulga notas do Enem

CEFET-MG abre vagas para professores temporários em cinco cidades

Vagas são para os campi de Araxá, BH, Curvelo, Contagem, Varginha. As inscrições devem ser realizadas até 2 de fevereiro.


Como lidar com situações de bullying na escola?

Saiba quais providências tomar para evitar traumas psicológicos no futuro para a criança.

Como lidar com situações de bullying na escola?

CVM leva educação financeira a 600 indígenas do Pará

Projeto piloto está previsto para começar em fevereiro.

CVM leva educação financeira a 600 indígenas do Pará

Enem é a principal forma de ingresso no ensino superior a distância

Prova do Governo Federal é responsável por 28% dos ingressos no EAD, quase o dobro do vestibular agendado, que capta 16% dos alunos.

Enem é a principal forma de ingresso no ensino superior a distância

Agora é obrigatório – crianças aprenderão educação financeira nas escolas em 2020

A partir de 2020 as escolas brasileiras devem estar 100% adaptadas às novas normas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Agora é obrigatório – crianças aprenderão educação financeira nas escolas em 2020

Inmetro dá dicas de segurança na compra de material escolar

Pais devem evitar mercado informal por falta de procedência.

Inmetro dá dicas de segurança na compra de material escolar

A força do franchising coopera com a qualidade da educação brasileira

A qualidade do ensino é totalmente preservada no sistema de franquias.

A força do franchising coopera com a qualidade da educação brasileira

Mundo comemora Sistema Braile de escrita e leitura para cegos

No Brasil há 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual.

Mundo comemora Sistema Braile de escrita e leitura para cegos

Alta do dólar não afeta mercado de intercâmbio

Trabalhar pode ser uma solução para que o intercambista recupere parte do montante investido.


Quando os dados do PISA dizem mais do que a nossa falta de educação

O Brasil aparece entre os 20 piores colocados.

Quando os dados do PISA dizem mais do que a nossa falta de educação