Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Trabalho em tempos de novas tecnologias

Trabalho em tempos de novas tecnologias

25/09/2019 Tania Fontolan

O diferencial do profissional está naquilo que é essencialmente humano.

Impulsionados pela evolução tecnológica, os empregos vêm mudando a todo momento, nos mais diferentes setores, e em grande velocidade.

Inteligência artificial, Big Data, Internet das Coisas, tudo isso reflete no surgimento de novas profissões e no desaparecimento de outras.

E para se manter nesse ambiente de transformação constante, é necessário pensar além da formação acadêmica tradicional.

Nesse sentido, a qualificação para assumir e gerenciar os postos tem se dado não só com capacitação técnica, mas principalmente com o domínio das emoções.

Se, de um lado, a competência técnica se mostra eficaz com atualização constante, por outro, o desenvolvimento de habilidades sociais contribuem para o profissional saber resistir a pressões, negociar conflitos e, inclusive, estar aberto a mudanças.

Se você aprende como resolver um problema, não importa qual, saberá como resolver outros problemas futuros porque aprendeu estratégias.

Em tempo de novas tecnologias, diferenciamo-nos no mercado de trabalho por aquilo que nos torna essencialmente humanos.

A boa notícia é que habilidades socioemocionais podem ser aprendidas por pessoas em qualquer idade.

Autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais são domínios que resultam não só em profissionais mais preparados para os desafios do século XXI, como também um ambiente de trabalho mais feliz e produtivo.

O investimento do mundo corporativo na formação socioemocional é uma maneira de preservar o capital humano, maior ativo que uma organização pode ter.

A intenção não deve ser substituir pessoas, mas qualificar a equipe para unir experiência e capacidade de lidar com os novos desafios.

Não sabemos se aprender a resolver uma equação de segundo grau será tão importante no futuro até porque haverá calculadoras fazendo isso em milésimos de segundo.

Mas, com toda certeza, a capacidade de se adaptar a mudanças vai continuar tendo papel fundamental no nosso dia a dia.

* Tania Fontolan é diretora do Programa Semente e atuou por 25 anos na área da educação - 15 anos como professora na rede pública e privada e 10 como gestora escolar da rede privada.

Fonte: Mira Comunicação



Agradeça a um professor hoje

O mundo mudou e, consequentemente, a Educação também.

Agradeça a um professor hoje

Intercâmbio no ensino médio enriquece currículo e prepara para o mercado

Entre os países mais procurados, Canadá e Estados Unidos aparecem no topo da lista, seguido por Inglaterra, Irlanda e Austrália.

Intercâmbio no ensino médio enriquece currículo e prepara para o mercado

Aluno não é todo mundo

“Você não é todo mundo”.


A importância da educação financeira na infância

Para quem acompanha os números do mercado, não há como negar: a ausência de uma educação financeira para as gerações anteriores foi bastante maléfica.


Como as crianças pequenas aprendem inglês?

Por se tratar de um dos idiomas mais falados no mundo, a língua inglesa facilitou de forma considerável a comunicação entre as pessoas.

Como as crianças pequenas aprendem inglês?

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

As vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola.

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

MEC libera 679 bolsas de pós-graduação

Todas as bolsas serão ofertadas em cursos nota 4, com tendência de melhora.

MEC libera 679 bolsas de pós-graduação

Família e escola: mãos dadas pela educação

A grande verdade é que a educação das crianças é compartilhada entre pais e escola.

Família e escola: mãos dadas pela educação

Decifra-me ou te devoro: qual o futuro da educação superior

As primeiras análises dos dados do censo da Educação Superior, indicam que o segmento agora está sustentado e direcionado para o EAD - Educação a Distância.

Decifra-me ou te devoro: qual o futuro da educação superior

Cerca de 6% dos cursos avaliados no Enade 2018 tiraram nota máxima

A maior parte dos cursos é ofertada por instituições públicas federais.

Cerca de 6% dos cursos avaliados no Enade 2018 tiraram nota máxima

10 tópicos para entender e se preparar para o Novo Ensino Médio

Novo modelo passa a vigorar em 2021 em todas as escolas brasileiras.

10 tópicos para entender e se preparar para o Novo Ensino Médio

MEC anuncia desbloqueio de R$ 2 bilhões

Ministério da Educação vai destinar maior parte de verba desbloqueada para universidades.

MEC anuncia desbloqueio de R$ 2 bilhões