Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Trabalho em tempos de novas tecnologias

Trabalho em tempos de novas tecnologias

25/09/2019 Tania Fontolan

O diferencial do profissional está naquilo que é essencialmente humano.

Impulsionados pela evolução tecnológica, os empregos vêm mudando a todo momento, nos mais diferentes setores, e em grande velocidade.

Inteligência artificial, Big Data, Internet das Coisas, tudo isso reflete no surgimento de novas profissões e no desaparecimento de outras.

E para se manter nesse ambiente de transformação constante, é necessário pensar além da formação acadêmica tradicional.

Nesse sentido, a qualificação para assumir e gerenciar os postos tem se dado não só com capacitação técnica, mas principalmente com o domínio das emoções.

Se, de um lado, a competência técnica se mostra eficaz com atualização constante, por outro, o desenvolvimento de habilidades sociais contribuem para o profissional saber resistir a pressões, negociar conflitos e, inclusive, estar aberto a mudanças.

Se você aprende como resolver um problema, não importa qual, saberá como resolver outros problemas futuros porque aprendeu estratégias.

Em tempo de novas tecnologias, diferenciamo-nos no mercado de trabalho por aquilo que nos torna essencialmente humanos.

A boa notícia é que habilidades socioemocionais podem ser aprendidas por pessoas em qualquer idade.

Autoconhecimento, autocontrole, empatia, decisões responsáveis e habilidades sociais são domínios que resultam não só em profissionais mais preparados para os desafios do século XXI, como também um ambiente de trabalho mais feliz e produtivo.

O investimento do mundo corporativo na formação socioemocional é uma maneira de preservar o capital humano, maior ativo que uma organização pode ter.

A intenção não deve ser substituir pessoas, mas qualificar a equipe para unir experiência e capacidade de lidar com os novos desafios.

Não sabemos se aprender a resolver uma equação de segundo grau será tão importante no futuro até porque haverá calculadoras fazendo isso em milésimos de segundo.

Mas, com toda certeza, a capacidade de se adaptar a mudanças vai continuar tendo papel fundamental no nosso dia a dia.

* Tania Fontolan é diretora do Programa Semente e atuou por 25 anos na área da educação - 15 anos como professora na rede pública e privada e 10 como gestora escolar da rede privada.

Fonte: Mira Comunicação



Prazo de pagamento da inscrição no Enem é prorrogado para o dia 10

Mais de 5,7 milhões de pessoas já tiveram suas inscrições confirmadas.

Prazo de pagamento da inscrição no Enem é prorrogado para o dia 10

Os desafios do Enem 2020

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que será realizado em 2020 terá as datas de aplicação adiadas devido à pandemia.


Sistema Ocemg promove palestra gratuita sobre Cooperativismo em formato EAD

A atividade aberta ao público será realizada no dia 03 de junho

Sistema Ocemg promove palestra gratuita sobre Cooperativismo em formato EAD

Aulas online. Como preparar as crianças?

A pandemia da coronavírus (COVID-19), modificou, sobremaneira, a rotina das pessoas.

Aulas online. Como preparar as crianças?

Infância e telas: o novo normal?

Ainda não sabemos o que será esse "novo normal", expressão que está presente em quase todas as reflexões sobre o mundo pós-pandemia.


Cemig lança treinamento a distância gratuito sobre uso seguro da energia

Curso completo tem 40 horas e ensina a respeito dos cuidados que se deve ter com a eletricidade.


Não percam “Educação e Isolamento Social”

A próxima live será dia 28, às 11 horas com o tema "Como incentivar o contato das crianças com a natureza" 


Valorizamos mesmo a Educação?

Valorizar e fazer valer os discursos em prol da Educação seria, nesse momento, primordial.

Valorizamos mesmo a Educação?

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

As vagas são oferecidas com base nas notas do Enem.

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

Autonomia e independência das crianças durante o isolamento

As crianças podem aproveitar o período de isolamento, provocado pela pandemia da Covid-19, para desenvolver a autonomia e a independência.


Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Se os estudantes não são mais os mesmos, logo, não faz mais sentido termos um ensino tradicional.

Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Objetivo é garantir acesso ao programa "Se Liga na Educação".

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios