Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Estudo afirma que faltarão trabalhadores qualificados

Estudo afirma que faltarão trabalhadores qualificados

31/08/2017 Deutsche Welle

Envelhecimento da população alemã pode fazer com que haja carência de 3,3 milhões de profissionais especializados até 2040.

Estudo afirma que faltarão trabalhadores qualificados

A Alemanha enfrenta a ameaça de uma grande escassez de trabalhadores qualificados nos próximos anos devido em grande parte ao envelhecimento da população, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta-feira (30/08) pelo instituto de pesquisa suíço Prognos.

Segundo os pesquisadores, a carência no número de trabalhadores qualificados na maior economia da Europa, como especialistas na área de TI e profissionais de saúde, deve subir para até 3 milhões em 2030 e até 3,3 milhões em 2040.

Os pesquisadores aconselharam os líderes políticos e da indústria a tomar "medidas adequadas" para combater as crescentes lacunas de força laboral na Alemanha.

"Como resultado da mudança demográfica, a situação no mercado de trabalho será exacerbada consideravelmente nos próximos 10 a 20 anos", afirmou o autor do estudo, Oliver Ehrentraut.

Apesar de especialistas não contarem mais com uma diminuição drástica da população alemã, o número de pessoas em idade ativa continuará em queda acentuada – em até 10% até 2040, segundo o estudo.

Além disso, com a crescente concorrência internacional, novos padrões de consumo e a digitalização em quase todos os setores econômicos, algumas profissões perderão importância e, no outro extremo, faltarão pessoas com habilidades específicas em profissões que ganharão importância.

De acordo com a previsão do Prognos, muitas atividades de segurança e vigilância ficarão obsoletas. Motoristas de caminhão e empacotadores também deverão ter suas funções substituídas por robôs e processos automatizados. O mesmo vale para contadores, agentes de crédito e corretores de imóveis.

Em contrapartida, haverá uma demanda por gestores, pesquisadores, engenheiros, médicos, enfermeiros e, em menores proporções, jornalistas e mentes criativas já em 2020 e de forma mais acentuada até 2030.

Os especialistas do Prognos também ofereceram sugestões para reduzir as lacunas no mercado de trabalho. Eles defenderam maior fomento da formação profissional, mais facilidade para o retorno ao trabalho de homens e mulheres que fizeram uma pausa para cuidar de filhos e incentivos a pessoas de mais idade para que continuem trabalhando.

Com essas medidas seria possível reduzir a escassez de mão de obra em cerca de 2 milhões de trabalhadores no longo prazo. Por fim, funcionários que têm cargos parciais devem ser encorajados a ampliar suas horas semanais de trabalho.

Em todos os cenários foi computada uma migração média de 200 mil migrantes por ano. O estudo do Prognos não inclui projeções sobre como os recém-chegados requerentes de refúgio poderiam ajudar a reduzir o deficit no mercado de trabalho.

A força de trabalho da Alemanha soma 44,2 milhões de pessoas, segundo o Departamento Federal de Estatística (Destatis). A Agência do Trabalho da Alemanha afirmou que a situação não é tão dramática e que não há uma grande carência de trabalhadores qualificados, mas admitiu que alguns setores, como máquinas indústriais, automotivo e ciência da computação, enfrentam problemas para encontrar pessoal qualificado. 



Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

A maior renumeração é ofertada na Secretaria da Fazenda da Bahia, para o cargo de auditor fiscal. A exigência é de nível superior.

Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Conseguir uma nova oportunidade de trabalho nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente se a situação econômica do país não está muito boa, se você ficou fora do mercado de trabalho por muito tempo ou se não tem muita experiência (ou nenhuma experiência) na área.

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Veja as profissões que estarão em alta

Quais as profissões que prometem marcar forte presença no mercado? Existem profissões que se destacam e que devem ter uma boa procura durante o ano de 2019.

Veja as profissões que estarão em alta

Comece a investir com o salário de estagiário

Quem investe, multiplica o que tem e tem sempre!

Comece a investir com o salário de estagiário

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda

“O trabalho pelo aplicativo é muito útil, pois gera uma entrada de renda.

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda

Cuiabá-MT: 1.238 vagas na área de saúde

Com reajuste, salários oferecidos estão acima da média nacional. Para Técnico de Enfermagem são 470 vagas imediatas.


Pequenos negócios criam quase 300 mil empregos em 4 meses

Levantamento foi feito pelo Sebrae, com base em dados do Caged.

Pequenos negócios criam quase 300 mil empregos em 4 meses

Instituto é criado para incentivar o empreendedorismo

Iniciativa foi idealizada por 34 empreendedores de renome nacional e visa ajudar jovens e estudantes carentes.


Está procurando emprego? Cuidado com as mensagens de phishing

De acordo com relatório da Kaspersky, a procura por emprego pode ter colocado muitos pessoas como alvo de esquema sofisticado de roubo de dinheiro.

Está procurando emprego? Cuidado com as mensagens de phishing

Petz prevê abertura de 500 vagas este ano

Profissionais para atuar em banho e tosa no setor de estética estão entre os mais procurados pela rede de pet shop.


Efetivação de estagiários: quando deve ocorrer?

Encerramento do contrato com o estudante ainda gera dúvidas entre os gestores.

Efetivação de estagiários: quando deve ocorrer?

Setores de drones e geotecnologias esperam gerar 100 mil empregos

Os dois setores movimentarão no Brasil em 2019, R$ 1,5 bilhões

Setores de drones e geotecnologias esperam gerar 100 mil empregos