Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Páscoa: 19 mil vagas ainda estão abertas em todo Brasil

Páscoa: 19 mil vagas ainda estão abertas em todo Brasil

03/03/2016 Da Redação

Indústria e comércio já contrataram 36 mil trabalhadores.

Páscoa: 19 mil vagas ainda estão abertas em todo Brasil

A Páscoa promete ser mais doce para quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho.

No total, em todo o País, a expectativa é para a contratação de 55 mil temporários pela indústria e pelo comércio, retração de 34,83% na comparação com o ano anterior (84,4 mil).

De acordo com pesquisa encomendada pela Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado (Fenaserhtt) e pelo

Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem) ao Centro Nacional de Modernização (Cenam), 19 mil vagas temporárias ainda estão abertas e devem ser preenchidas até o início de março.

Os primeiros contratos temporários normalmente são firmados pela indústria, que começa a fabricar produtos para a Páscoa entre setembro e outubro. Estima-se que 85% das vagas já tenham sido preenchidas e cinco mil estejam abertas.

No comércio a contratação de temporários é mais tardia. Com produtos de Páscoa chegando agora aos supermercados e redes varejistas, a seleção de pessoal se estende até o início de março.

A previsão é para que 30 mil temporários consigam ter a carteira de trabalho assinada, sendo que 16 mil já foram contratados. Há 14 mil vagas abertas no país neste setor.

O Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de chocolate do mundo, com 710 mil toneladas em 2015. Para Vander Morales, presidente da Fenaserhtt e do Sindeprestem, o cenário econômico dos últimos tempos influencia diretamente a retração do setor de trabalho temporário, mas o apelo sentimental da data é mais forte:

“A tradição da Páscoa é presentear com chocolates. O consumidor pode gastar menos com produtos, mas não deixará de comprar”.

O trabalho temporário, além de necessário para atender ao aumento da movimentação comercial nesta época do ano, também contribui para a diminuição do desemprego e para a circulação de dinheiro na economia.

De todos os contratos firmados, segundo o levantamento, 62% devem vigorar por um período entre 61 e 90 dias, possivelmente devido à proximidade com o Dia das Mães; 25% por 31 a 60 dias e 12% por menos de 30 dias. Somente 1% por mais de 91 dias.

Efetivação

Diferentemente dos anos anteriores, a efetivação dos temporários pelas empresas tomadoras de serviços é incerta em razão da instabilidade econômica.

“O quadro de funcionários das empresas está enxuto e, em picos sazonais de produção e venda, como acontece na Páscoa, o trabalho temporário é a solução para recompor esta mão de obra e atender pedidos.

A chance de efetivação existe para aquele profissional que se destacar e, mesmo assim, vai depender da combinação de dois fatores determinantes: competência do trabalhador e necessidade do contratante”, explica Vander Morales.

Para as empresas fornecedoras de mão de obra temporária, a perspectiva de efetivação pelo contratante é de 12%; 63% acreditam que serão poucos os efetivados e 25% aposta em nenhuma contratação permanente.

O trabalho temporário é a chance do jovem em busca do primeiro emprego ter uma experiência profissional. Segundo as prestadoras de serviços, 63% dos clientes têm interesse neste público. Os outros 37% correspondem à terceira idade. 



FIDI abre vagas para analista jr de Informática

Para se candidatar, é preciso ter mais de 18 anos e nível superior completo e/ou cursando.


Fintech abre dez vagas de trabalho nas áreas de tecnologia e finanças

Os interessados devem enviar seus currículos para a Paketá.


Como preparar nossas crianças para os empregos do futuro?

O que acontecerá com as crianças de hoje e que desempenharão funções do futuro.


Setor solar fotovoltaico vai gerar 672 mil empregos no País

Para a ABSOLAR, geração distribuída é um dos melhores investimentos que o País pode fazer para ampliar as ofertas de trabalho.

Setor solar fotovoltaico vai gerar 672 mil empregos no País

Qual a diferença entre estágio e emprego?

As modalidades possuem regras e benefícios específicos.

Qual a diferença entre estágio e emprego?

USP São Carlos abre concurso para professor em matemática

Docente selecionado atuará no ICMC com salário inicial de R$ 10.830,94

USP São Carlos abre concurso para professor em matemática

Especialista aponta que novas vagas em concursos devem ser ofertadas em breve

Os concursos públicos vão acabar? Como lidar com a insegurança no noticiário?

Especialista aponta que novas vagas em concursos devem ser ofertadas em breve

Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

A maior renumeração é ofertada na Secretaria da Fazenda da Bahia, para o cargo de auditor fiscal. A exigência é de nível superior.

Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Conseguir uma nova oportunidade de trabalho nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente se a situação econômica do país não está muito boa, se você ficou fora do mercado de trabalho por muito tempo ou se não tem muita experiência (ou nenhuma experiência) na área.

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Veja as profissões que estarão em alta

Quais as profissões que prometem marcar forte presença no mercado? Existem profissões que se destacam e que devem ter uma boa procura durante o ano de 2019.

Veja as profissões que estarão em alta

Comece a investir com o salário de estagiário

Quem investe, multiplica o que tem e tem sempre!

Comece a investir com o salário de estagiário

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda

“O trabalho pelo aplicativo é muito útil, pois gera uma entrada de renda.

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda