Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Pequenos negócios criam quase 300 mil empregos em 4 meses

Pequenos negócios criam quase 300 mil empregos em 4 meses

29/05/2019 Da Redação

Levantamento foi feito pelo Sebrae, com base em dados do Caged.

Pequenos negócios criam quase 300 mil empregos em 4 meses

Os pequenos negócios voltaram a responder pela geração de novos empregos no mês de abril. Segundo levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), baseado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, esse segmento gerou, no mês passado, 93,7 mil postos de trabalho formais. O saldo foi quase três vezes maior que o gerado pelas média e grandes empresas e representou 72,3% do total de empregos gerados no país no mesmo período, que foi de 129,6 mil.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, os pequenos negócios abriram quase 300 mil novos empregos. As médias e grandes empresas (MGE) criaram apenas 20,3 mil novas vagas. Entretanto, o saldo de postos de trabalho gerados pelas micro e pequenas empresas (MPE), no primeiro quadrimestre deste ano, ainda está 14,4% abaixo do saldo gerado por elas no mesmo período do ano passado.

“A recuperação do emprego passa pela retomada da economia, que depende diretamente da retomada da confiança de investidores, da aprovação das reformas no Congresso Nacional”, analisa o presidente do Sebrae, Carlos Melles. “Os números mostram que o empreendedorismo está no sangue do povo brasileiro. Foram os pequenos negócios os grandes responsáveis pelo grande número de abertura de vagas no mercado de trabalho. E isso mesmo em tempos difíceis economicamente”, acrescenta.

Fonte: Agência Brasil



Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

A maior renumeração é ofertada na Secretaria da Fazenda da Bahia, para o cargo de auditor fiscal. A exigência é de nível superior.

Concursos públicos na área fiscal têm salários de até R$ 19 mil

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Conseguir uma nova oportunidade de trabalho nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente se a situação econômica do país não está muito boa, se você ficou fora do mercado de trabalho por muito tempo ou se não tem muita experiência (ou nenhuma experiência) na área.

Confira essas dicas antes de se candidatar a um novo emprego

Veja as profissões que estarão em alta

Quais as profissões que prometem marcar forte presença no mercado? Existem profissões que se destacam e que devem ter uma boa procura durante o ano de 2019.

Veja as profissões que estarão em alta

Comece a investir com o salário de estagiário

Quem investe, multiplica o que tem e tem sempre!

Comece a investir com o salário de estagiário

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda

“O trabalho pelo aplicativo é muito útil, pois gera uma entrada de renda.

3,8 milhões de brasileiros tem os aplicativos como principal fonte de renda

Cuiabá-MT: 1.238 vagas na área de saúde

Com reajuste, salários oferecidos estão acima da média nacional. Para Técnico de Enfermagem são 470 vagas imediatas.


Instituto é criado para incentivar o empreendedorismo

Iniciativa foi idealizada por 34 empreendedores de renome nacional e visa ajudar jovens e estudantes carentes.


Está procurando emprego? Cuidado com as mensagens de phishing

De acordo com relatório da Kaspersky, a procura por emprego pode ter colocado muitos pessoas como alvo de esquema sofisticado de roubo de dinheiro.

Está procurando emprego? Cuidado com as mensagens de phishing

Petz prevê abertura de 500 vagas este ano

Profissionais para atuar em banho e tosa no setor de estética estão entre os mais procurados pela rede de pet shop.


Efetivação de estagiários: quando deve ocorrer?

Encerramento do contrato com o estudante ainda gera dúvidas entre os gestores.

Efetivação de estagiários: quando deve ocorrer?

Setores de drones e geotecnologias esperam gerar 100 mil empregos

Os dois setores movimentarão no Brasil em 2019, R$ 1,5 bilhões

Setores de drones e geotecnologias esperam gerar 100 mil empregos

Censo 2020 vai contratar 234 mil trabalhadores temporários

A contratação dos profissionais depende de aprovação prévia em processo seletivo simplificado

Censo 2020 vai contratar 234 mil trabalhadores temporários