Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Transição do emprego

Transição do emprego

02/12/2019 Adilson Mirante

Volta a contratação na indústria em 2020.

Presenciamos nas últimas duas décadas a transição cada vez maior do emprego, da indústria para o segmento de serviços, acentuada nos últimos anos pela crise de 2014.

Agora estamos presenciando a retomada do emprego na indústria, que está em 14 % força de trabalho, mas já foi 35%.

Tendência mundial, alguns consideram que o ideal numa economia desenvolvida deve ficar na faixa de 17% como tem permanecido na Alemanha.

Devemos considerar que essa mudança difere em países desenvolvidos, altamente desenvolvidos e países em desenvolvimento.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE, mais de dois terços (67,7%) da população brasileira ocupada trabalha no setor terciário (serviços e comércio), 14,2% na indústria, 10,4% no setor primário (agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura) e 7,7% atuavam na construção.

Ainda segundo o PNAD, entre 2012 e 2015, o setor terciário teve aumento de quase 2,5 pontos percentuais de participação na força de trabalho ocupada, diante de uma redução de 1,4 ponto percentual no setor primário, a indústria de transformação, e de 0,5 ponto percentual para os setores de construção. Época de vacas magras.

O setor de serviços é formado por 62,4 milhões de trabalhadores, segundo o PNAD. Quase 1/3 (28,2%) dessa mão de obra é integrada por trabalhadores do comércio e do setor de reparação de veículos.

Em seguida, o maior contingente de trabalhadores está ocupado em atividades relacionadas aos serviços de interesse público (24,5%), seguidos daqueles que trabalham no setor de serviços profissionais de diversas naturezas (17,3%).

Os serviços domésticos respondem por quase 10% de todos os trabalhadores ocupados no setor de serviços, enquanto as atividades relacionadas com alojamento e alimentação e aquelas referentes a armazenamento, transportes e correio apresentam participação muito próxima (6,9% do total de trabalhadores ocupados no setor de serviços).

Vamos presenciar a partir e agora uma mudança nesse cenário porque: o setor de bens de consumo não duráveis já está alavancando o mercado interno e vem crescendo acima de 5 % (alimentos, farmacêutico, cosméticos e higiene pessoal, embalagens e insumos).

A produção de alimentos traz a reboque os fabricantes de insumos alimentícios, implementos agrícolas, agroquímicos, tratores e caminhões).

O setor de construção e saneamento básico, construção civil e infraestrutura serão priorizados nas privatizações, o que movimenta a indústria, siderurgia, de cimento, cerâmico, produtos químicos, tintas, tubos e conexões, iluminação e por aí vai.

A indústria de bens semi-duráveis e duráveis, eletro-metalúrgicos, pega carona com a recuperação das vendas de eletrônicos, eletrodomésticos, equipamentos de movimentação, para logística e distribuição, novamente equipamentos rodantes.

O crescimento dos investimentos, que já estamos presenciando em todos esses segmentos, traz cada vez mais, investimentos na indústria de energia, equipamentos e bens de capital, tecnologia em energia renovável e novos polos industriais para equipamentos de distribuição (transformadores, hidrogeradores, veículos elétricos, cabos de energia, painéis elétricos e iluminação).

Os leilões de óleo e gás já movimentam o setor de equipamentos off shore (barcos, navios, cabos, sondas, válvulas, tubos de aço, novamente o setor químico petroquímico, e por aí vai).

O ciclo de crescimento, assim, se espalha em toda a economia e os ajustes fiscal e da máquina pública geram a confiança para juros menores, investimentos maiores e inflação baixa.

Nossas exportações e a balança comercial continuam positivas mesmo com a valorização das commodities agrícolas que impactam o custo da carne, e grãos e elevam o custo nestes setores, mas o aumento de produção de nossa agricultura reduz o custo da produção de alimentos no mercado interno.

E quem disser que não há crescimento com inflação baixa, joga contra. São as aves de mau agouro.

* Adilson Mirante é especialista em empregabilidade e recolocação de profissionais de alta gerência acima dos 50 anos de idade. 

Fonte: Comunicação AMZ



Covid-19 e teletrabalho: como funciona o “home office”?

CLT de 2017 permite que o trabalhador empregado desenvolva suas atividades cotidianas a partir de sua residência.

Covid-19 e teletrabalho: como funciona o “home office”?

Como ser reconhecido por um headhunter

Os headhunters estão buscando talentos no mercado o tempo todo, mas obter a atenção deles não é uma tarefa simples.


Empresa de software abre 25 vagas de trabalho

A CIGAM, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, BI, RH, PDV e Mobile), abre vagas para profissionais atuarem nos Estados de Mato Grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.


IEF seleciona voluntários para unidades de conservação mineiras

São 106 vagas para serviços de educação ambiental e atendimento ao público.

IEF seleciona voluntários para unidades de conservação mineiras

MP autoriza contratação de servidor aposentado para INSS

Texto também permite contratação temporária em casos de emergência.


Startup abre 40 vagas de emprego com salários de até R$ 18 mil

A Agilize, startup pioneira em contabilidade online no Brasil, abriu inscrições para 40 oportunidades de emprego, em sua sede principal, localizada em Salvador (BA).


Direitos do trabalhador na interrupção e na suspensão do contrato de emprego

A interrupção do contrato é identificada por ser um período em que o contrato de trabalho conta como tempo de serviço.


Emprego, crescimento e indústria

O baixo desempenho resulta dos graves problemas que enfrentamos nos últimos anos.


Setor Hospitalar foi responsável por 48 mil empregos gerados em 2019

Hospitais têm expectativas positivas para 2020, mas temem impactos da Reforma Tributária.

Setor Hospitalar foi responsável por 48 mil empregos gerados em 2019

Programa de estágio da White Martins oferece 40 vagas em várias regiões do Brasil

Estudantes com diferentes formações e com previsão de formatura entre dezembro de 2021 e julho de 2022 podem se inscrever pelo site da empresa.


CNC estima a contratação de 25,4 mil trabalhadores temporários no carnaval

Segmento de serviços de alimentação deverá proporcionar cerca de 71% das oportunidades de emprego.


Insight sobre a sua carreira profissional

É impossível falar sobre carreira sem olhar para o propósito, a intencionalidade.