Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Contas da Cemig terão reajuste médio de 8,73%

Contas da Cemig terão reajuste médio de 8,73%

22/05/2019 Divulgação

Para clientes residenciais, impacto na conta de luz será de 6,93%

Contas da Cemig terão reajuste médio de 8,73%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (21/05) reajuste tarifário médio de 8,73% para os consumidores da Cemig Distribuição S/A (Cemig-D). O efeito médio será de 10,71% para os consumidores atendidos em alta tensão e de 7,89% para os de baixa tensão.

Para os consumidores residenciais o reajuste será de 6,93%. A distribuidora fornece energia para 8,4 milhões de unidades consumidoras localizadas em 774 municípios no Estado de Minas Gerais. Os novos índices entram em vigor a partir do próximo dia 28.

Com o reajuste anual, a tarifa residencial da empresa ficará em R$ 628,33/MWh (megawatts hora). De acordo com a Aneel, ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, foi considerada a variação de custos associados à prestação do serviço.

"O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. O reajuste da Cemig foi impactado pelo aumento dos custos de aquisição de energia, como por exemplo, da Usina Hidrelétrica de Itaipu que é precificada em dólar", disse a agência.

Fonte: Agência Brasil



Os desafios dos fornecedores do setor de energia durante e pós-pandemia

A crise causada pelo novo coronavírus tem afetado muitas áreas da vida das pessoas, na saúde, no trabalho, na renda e até mesmo na forma de se relacionar, que foi totalmente ressignificada.


Redução de gastos na pandemia faz geração solar distribuída triplicar no País

O Brasil atingiu em julho a marca histórica de 3 gigawatts fotovoltaicos nos telhados e pequenos terrenos, ante ao 1º gigawatt verificado em agosto do ano anterior.

Redução de gastos na pandemia faz geração solar distribuída triplicar no País

Como funciona o gerador de energia em hospitais

Venha descobrir neste post sobre todos os detalhes do gerador de energia em hospitais!

Como funciona o gerador de energia em hospitais

Consumo de energia aumenta 2% em junho

Ministério atribui aumento ao retorno gradual da atividade econômica.

Consumo de energia aumenta 2% em junho

Ásia supera Europa na geração de energia solar flutuante

No Brasil, a primeira usina desse tipo foi instalada há um ano no lago da Hidrelétrica de Sobradinho.

Ásia supera Europa na geração de energia solar flutuante

Minas lança ferramenta para mapear disponibilidade de conexões fotovoltaicas

Inédita, inovação pode ser adotada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Annel) e aplicada em todo o país.


BR Distribuidora é autorizada a comercializar gás natural

Autorização da ANP libera empresa para atuar na comercialização de gás natural.

BR Distribuidora é autorizada a comercializar gás natural

O que faremos quando o petróleo acabar?

Desde a Revolução Industrial, a humanidade realiza a exploração de combustíveis fósseis, elegendo, caracterizando e nomeando o petróleo como o ‘ouro negro’ do mundo.

O que faremos quando o petróleo acabar?

Alsol investe R$ 70 milhões em 4 usinas solares em Minas

Usinas de geração solar distribuída fornecem energia limpa e mais barata a 500 unidades consumidoras, principalmente pequenas e médias empresas.

Alsol investe R$ 70 milhões em 4 usinas solares em Minas

Transição verde no mercado de energia é puxada por países em desenvolvimento

Brasil é principal motor de crescimento de renováveis na América Latina.

Transição verde no mercado de energia é puxada por países em desenvolvimento

Minas atinge a marca de 80 mil estabelecimentos que geram a própria energia

São usinas de microgeração e minigeração que somam mais de 621 MW de potência instalada.

Minas atinge a marca de 80 mil estabelecimentos que geram a própria energia

Belo Horizonte moderniza 95% de sua iluminação pública

100% do parque de iluminação pública funcionará com luminárias LED até outubro

Belo Horizonte moderniza 95% de sua iluminação pública