Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cuidado ao especificar lâmpadas LED para iluminação pública

Cuidado ao especificar lâmpadas LED para iluminação pública

05/07/2016 João Gabriel Almeida

Vários municípios brasileiros estão substituindo as antigas luminárias com lâmpadas ineficientes por luminárias LED.

Apesar de todos, concordarmos com as inúmeras vantagens produzidas pela substituição, o grande desconhecimento por parte das Prefeituras Municipais e das empreiteiras - que na maioria das vezes não possuem profissionais devidamente capacitados tecnicamente para ações desta magnitude - tem trazidos problemas que tende a piorar com o passar do tempo.

Vejam na figura abaixo um caso típico que venho verificando nas ruas das nossas cidades.


 

 

 

 

 

 

 

 

 


Aqui uma nova rua foi construída e a iluminação de LEDs instalada. Podemos perceber que o espaçamento entre postes e a altura de montagem não estão adequados e luminária de LED em si? Qual é a melhor temperatura de cor para esse tipo de luminária?

Tenho observado um grande descompasso com relação ao nível de iluminância exagerado produzido por essa substituição. Além de deixar as ruas adjacentes, que ainda não tiveram suas luminárias substituídas, mais escuras a nova iluminação vem produzindo índices alarmantes de poluição luminosa e em algumas cidades como Los Angeles e Nova Iorque. Nos Estados Unidos, os munícipes já estão em contato com as prefeituras solicitando a imediata correção dos problemas produzidos pela nova tecnologia.

Recentemente a Associação Médica Americana (ANA) divulgou um documento oficial recomendando a utilização de luminárias públicas de LEDs com temperaturas de cor de no máximo 3.000 K. De acordo com esse documento a utilização de luminárias de LED com temperaturas superiores podem representar severos problemas à saúde, danos à retina, além de impactos negativos no ciclo circadiano.

No caso dos LEDs a Associação estima que ele possui uma efetividade 5 vezes maior em suprimir a melatonina durante a noite, quando comparado com a lâmpada VSAP. E a supressão da melatonina provoca uma disfunção no ciclo circadiano e também no sono!

Atenção prefeituras, gestores, empreiteiras do ramo e profissionais da área de iluminação: precisamos estar atentos e evitar que esses problemas se espalhem ainda mais pelo Brasil.

* João Gabriel Ferreira de Almeida é engenheiro e diretor da CEILUX



Investimento em energia limpa atinge menor patamar desde 2013

Os três maiores mercados globais em energia limpa diminuíram investimentos em 2019

Investimento em energia limpa atinge menor patamar desde 2013

Energia residencial fica mais cara em julho

Bandeira tarifária amarela se deve por julho ser período típico da seca nas principais bacias hidrográficas do país

Energia residencial fica mais cara em julho

Planejamento da Expansão e Leilões Regulados

Este curso tem por objetivo proporcionar um panorama sobre os desafios do planejamento da expansão do setor elétrico, com enfoque nos leilões de energia do Ambiente de Contratação Regulada e nos leilões de transmissão.


Revestimento solar colorido de Dubai chega ao Brasil

Dubai tem metas audaciosas: gerar 25% de sua energia a partir de fontes limpas até 2030 e 75% até 2050, o equivalente a 42 mil megawatts.

Revestimento solar colorido de Dubai chega ao Brasil

Nas festas juninas todo cuidado é pouco

Uma das festividades mais populares do Brasil, os “arraiás juninos” tradicionalmente são os que mais deixam as ruas ornamentadas.

Nas festas juninas todo cuidado é pouco

Oportunidades de negócios no mercado energia

FIEMG realiza workshop gratuito sobre mercado livre de energia. Inscrições abertas.


Redução de gastos na conta de luz pode chegar a 95% com energia solar

O País possui 71.701 sistemas fotovoltaicos conectados à rede, trazendo economia e sustentabilidade ambiental a 88.741 unidades consumidoras.


A crise energética na Venezuela e as consequências para o Brasil

O estado de Roraima é afetado diretamente pelos sucessivos apagões que afetam a Venezuela, já que grande parte da energia consumida no estado é proveniente do país vizinho.


Energia solar fotovoltaica: a próxima onda do mercado livre de energia

A estimativa é de que a fonte ultrapasse a marca de 3.000 MW ainda em 2019.

Energia solar fotovoltaica: a próxima onda do mercado livre de energia

Contas da Cemig terão reajuste médio de 8,73%

Para clientes residenciais, impacto na conta de luz será de 6,93%

Contas da Cemig terão reajuste médio de 8,73%

Um perigo constante: acidentes com celulares e dispositivos móveis

Segundo dados da Associação Brasileira de Conscientização dos Perigos de Eletricidade (Abracopel), em 2018 foram registrados 41 acidentes com celulares no Brasil, que resultaram em 23 mortes.

Um perigo constante: acidentes com celulares e dispositivos móveis

Falta de energia elétrica pode acabar através do uso de bioprodutos

“A biomassa é uma saída muito interessante para a carência energética. Com os resíduos é possível fazer energia própria”.

Falta de energia elétrica pode acabar através do uso de bioprodutos