Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Equipamentos de energia solar têm alíquota de importação zerada

Equipamentos de energia solar têm alíquota de importação zerada

22/07/2020 Divulgação

Com decisão, governo que incentivar o setor e atrair novos investimentos ao país.

Equipamentos de energia solar têm alíquota de importação zerada

A medida acaba de ser publicada no Diário Oficial da União e entra em vigência em 1º de agosto e tem validade até o fim de 2021.

Atualmente, o Brasil depende principalmente da China para adquirir esses dispositivos. Com a decisão, empresas nacionais terão mais facilidade para comprar esses equipamentos [aparelhos semicondutores fotossensíveis, transistores, diodos, cristais piezoelétricos etc] e movimentar o mercado.

“A decisão acontece num momento em que o real está desvalorizado frente ao dólar, ou seja, momento desfavorável para o importador. Esse incentivo tributário pode ajudar nas importações e na expansão dessas atividades no país. Contudo, as empresas que fabricam os equipamentos dentro do Brasil terão que ser mais competitivas em termos de custos, inovações e tecnologias”, explica Arthur Achiles de Souza Correa, advogado especialista em Direito Aduaneiro, Empresarial e Internacional que atua há 18 anos, em Curitiba.

Importações

Segundo o International Trade Centre - instituto responsável por elaborar pesquisas e estatísticas para a Organização Mundial do Comércio e às Nações Unidas – o Brasil importou em 2019 mais de US$ 1,1 bi. Os equipamentos elétricos estão em segundo lugar entre os produtos que tiveram maior procura, atrás apenas dos combustíveis minerais e à frente de itens como aparelhos mecânicos, veículos e produtos químicos orgânicos.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), os impostos de importação para módulos solares habitualmente são de 12%, enquanto os inversores pagam tarifas de 14%. A entidade ainda avalia o impacto das medidas sobre o mercado nacional.

Potencial em vista

As instalações que geram energia solar têm crescido significativamente no Brasil nos últimos anos e respondem por cerca de 3 gigawatts em potência instalada.

De acordo com dados da Absolar, 77,4% da geração de energia solar no Brasil é residencial, seguido por estabelecimentos de comércio e serviço que respondem por 16%. Consumidores rurais (3,2%), indústrias (2,4%), iluminação e serviço público (2,3%) e prédios públicos (0,8%) completam a lista.

Por sua vez, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostra que cerca de 70% da energia produzida no país é feita por meio de barragens, via recursos hídricos.

“O potencial de geração de energia solar no país é enorme e vai crescer exponencialmente nas próximas décadas. Providências como essa devem atrair investimentos, uma vez que desonera os aportes direcionados a determinados empreendimentos que são do interesse do ponto de vista nacional”, finaliza o advogado.

Fonte: Mem & Mem Comunicação



Eficiência Energética em Ferrovias

O setor ferroviário brasileiro, representado por sua indústria e pelas concessionárias de transporte de passageiros e de carga, encontra-se em permanente desenvolvimento tecnológico.

Eficiência Energética em Ferrovias

Fonte solar atinge marca histórica de 11 gigawatts no Brasil, celebra ABSOLAR

Desde 2012, setor já atraiu mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados no País.

Fonte solar atinge marca histórica de 11 gigawatts no Brasil, celebra ABSOLAR

Heineken facilita acesso à energia verde para bares e restaurantes

Meta é alcançar 50% dos pontos de venda da marca no Brasil, até 2030.

Heineken facilita acesso à energia verde para bares e restaurantes

Belo Horizonte ganha projeto de energia solar em estação de ônibus

Módulos fotovoltaicos flexíveis da L8 Energy foram instalados na estação tubo da UFMG, em Belo Horizonte, em iniciativa de sustentabilidade.

Belo Horizonte ganha projeto de energia solar em estação de ônibus

Cientistas desenvolvem tecnologia de energia eólica inédita no Brasil

Grupo da UFSC é pioneiro nesse tipo de estudo na América Latina.

Cientistas desenvolvem tecnologia de energia eólica inédita no Brasil

Primeiro marketplace de compra e venda de energia supera expectativas

Hud Cotação, da Esfera Energia, facilita cotações, auditorias e redução de gastos. Após quatro meses do lançamento, plataforma já movimentou R$ 123 milhões.

Primeiro marketplace de compra e venda de energia supera expectativas

Cemig e Governo de Minas investem em 200 novas subestações

Investimentos que vão melhorar o fornecimento de energia e favorecer a geração de empregos foram anunciados em Governador Valadares.

Cemig e Governo de Minas investem em 200 novas subestações

Cemig lista 10 dicas simples para economizar energia

Mudanças nos hábitos de consumo podem fazer grande diferença no final do mês,

Cemig lista 10 dicas simples para economizar energia

Energia solar de grandes usinas ultrapassa carvão na matriz elétrica brasileira

De acordo com ABSOLAR, já são 3,8 gigawatts (GW) em usinas fotovoltaicas de grande porte ante a 3,6 GW em termelétricas fósseis à carvão mineral.

Energia solar de grandes usinas ultrapassa carvão na matriz elétrica brasileira

Condomínios residenciais buscam alternativa para reduzir custo de energia

Além de preservar o meio ambiente, geração de energia a partir do biogás ajuda na redução de gastos.

Condomínios residenciais buscam alternativa para reduzir custo de energia

Cemig investe mais de R$6 milhões na modernização de escolas públicas em 2021 

A meta é de que, até 2022, todas as unidades em Minas Gerais sejam contempladas com as melhorias.

Cemig investe mais de R$6 milhões na modernização de escolas públicas em 2021 

Aneel cria nova bandeira tarifária, e conta de luz fica mais cara

Custo de 100 kilowatt-hora passará de R$ 9,49 para R$ 14,20 até abril.

Aneel cria nova bandeira tarifária, e conta de luz fica mais cara