Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Leilão de eficiência energética: reduzir para ganhar

Leilão de eficiência energética: reduzir para ganhar

23/07/2020 Claudio J. D. Sales e Eduardo Müller Monteiro

Em tempos de tantos impactos negativos da Covid-19, iniciativas para reduzir o custo da eletricidade são mais do que bem-vindas.

Leilão de eficiência energética: reduzir para ganhar

Este é o objetivo da Consulta Pública 047/2019 da Aneel, que trata da realização de um inédito Leilão de Eficiência Energética em Boa Vista, capital de Roraima.

O objetivo deste leilão é reduzir o consumo de eletricidade na cidade por meio de medidas como a substituição de equipamentos – por exemplo, lâmpadas e geladeiras – por unidades mais eficientes e a educação ambiental. Serão vencedoras do leilão as empresas que propuserem redução de consumo pelo menor custo em oito lotes de consumidores.

A economia será avaliada comparando-se o consumo dos consumidores abrangidos pelos programas propostos pelos competidores com o consumo de um grupo de controle que não participará do programa. As proponentes vencedoras serão remuneradas pela redução do consumo valorada ao preço estabelecido no certame.

A escolha de Boa Vista como beneficiária do Leilão de Eficiência Energética não é aleatória. Afinal, a cidade é a única capital ainda desconectada do Sistema Interligado Nacional – rede de linhas de transmissão pela qual flui mais de 99% da eletricidade utilizada no Brasil –, o que faz do município um "sistema isolado" composto por termelétricas a óleo diesel, mais caras e poluentes quando comparadas à média brasileira. O custo do combustível utilizado nessas usinas é rateado entre todos os consumidores do país por meio do encargo conhecido como Conta de Consumo de Combustíveis (CCC).

Apenas em 2019, o combustível utilizado nos sistemas isolados de Roraima custou a nós, consumidores brasileiros, cerca de R$ 1,3 bilhão, sendo que a conjuntura econômica vivida na Venezuela tem contribuído para inflacionar este valor. Além da interrupção do fornecimento de eletricidade de uma hidrelétrica venezuelana, a crise provocou intenso fluxo migratório para Roraima, elevando a demanda energética local.

Em 2020, estima-se que a CCC desembolsará pouco mais de R$ 1.000/MWh pela eletricidade utilizada em Roraima, um valor considerado alto para os padrões brasileiros. Como referência, o valor teto estabelecido no edital do Leilão de Eficiência Energética equivale a R$ 600/MWh. Supondo-se, conservadoramente, que a competição no leilão resulte em um deságio médio de 10%, o valor resultante dos programas vencedores será de R$ 540/MWh, ou quase metade do custo de parte da energia consumida em Boa Vista. A novidade é que esta economia, ao invés de advir de uma fonte de energia mais barata, será atingida a partir da redução da demanda de uma energia mais cara.

As regras do Leilão preveem, ainda, a compensação financeira da distribuidora local, "neutralizando assim seu prejuízo, por meio de recursos dos ganhos do sistema e o condicionando à contraprestação dos dados e informações sobre as contas dos consumidores – essenciais para o sucesso do processo"(trecho extraído da Nota Técnica que acompanha a consulta pública).

Esta medida é crucial para preservar o equilíbrio econômico-financeiro da distribuidora, que, em função do menor faturamento decorrente das ações de eficiência, deixaria de receber parte da receita referente à remuneração dos seus ativos e custos operacionais ("TUSD Fio B", no jargão do setor). Essas despesas, contudo, mantém-se inalteradas mesmo com a redução do consumo de energia e precisam ser cobertas para manter a concessão equilibrada.

O Leilão de Eficiência Energética promovido pela Aneel mostra que é possível desenvolver soluções que desoneram o consumidor e tornam ainda mais limpa a matriz elétrica brasileira sem desequilibrar os contratos de concessão do setor.

* Claudio J. D. Sales e Eduardo Müller Monteiro são, respectivamente, Presidente e Diretor Executivo do Instituto Acende Brasil

Fonte: Instituto Acende Brasil



Eficiência Energética em Ferrovias

O setor ferroviário brasileiro, representado por sua indústria e pelas concessionárias de transporte de passageiros e de carga, encontra-se em permanente desenvolvimento tecnológico.

Eficiência Energética em Ferrovias

Fonte solar atinge marca histórica de 11 gigawatts no Brasil, celebra ABSOLAR

Desde 2012, setor já atraiu mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados no País.

Fonte solar atinge marca histórica de 11 gigawatts no Brasil, celebra ABSOLAR

Heineken facilita acesso à energia verde para bares e restaurantes

Meta é alcançar 50% dos pontos de venda da marca no Brasil, até 2030.

Heineken facilita acesso à energia verde para bares e restaurantes

Belo Horizonte ganha projeto de energia solar em estação de ônibus

Módulos fotovoltaicos flexíveis da L8 Energy foram instalados na estação tubo da UFMG, em Belo Horizonte, em iniciativa de sustentabilidade.

Belo Horizonte ganha projeto de energia solar em estação de ônibus

Cientistas desenvolvem tecnologia de energia eólica inédita no Brasil

Grupo da UFSC é pioneiro nesse tipo de estudo na América Latina.

Cientistas desenvolvem tecnologia de energia eólica inédita no Brasil

Primeiro marketplace de compra e venda de energia supera expectativas

Hud Cotação, da Esfera Energia, facilita cotações, auditorias e redução de gastos. Após quatro meses do lançamento, plataforma já movimentou R$ 123 milhões.

Primeiro marketplace de compra e venda de energia supera expectativas

Cemig e Governo de Minas investem em 200 novas subestações

Investimentos que vão melhorar o fornecimento de energia e favorecer a geração de empregos foram anunciados em Governador Valadares.

Cemig e Governo de Minas investem em 200 novas subestações

Cemig lista 10 dicas simples para economizar energia

Mudanças nos hábitos de consumo podem fazer grande diferença no final do mês,

Cemig lista 10 dicas simples para economizar energia

Energia solar de grandes usinas ultrapassa carvão na matriz elétrica brasileira

De acordo com ABSOLAR, já são 3,8 gigawatts (GW) em usinas fotovoltaicas de grande porte ante a 3,6 GW em termelétricas fósseis à carvão mineral.

Energia solar de grandes usinas ultrapassa carvão na matriz elétrica brasileira

Condomínios residenciais buscam alternativa para reduzir custo de energia

Além de preservar o meio ambiente, geração de energia a partir do biogás ajuda na redução de gastos.

Condomínios residenciais buscam alternativa para reduzir custo de energia

Cemig investe mais de R$6 milhões na modernização de escolas públicas em 2021 

A meta é de que, até 2022, todas as unidades em Minas Gerais sejam contempladas com as melhorias.

Cemig investe mais de R$6 milhões na modernização de escolas públicas em 2021 

Aneel cria nova bandeira tarifária, e conta de luz fica mais cara

Custo de 100 kilowatt-hora passará de R$ 9,49 para R$ 14,20 até abril.

Aneel cria nova bandeira tarifária, e conta de luz fica mais cara