Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Majoração do ICMS sobre a conta de energia elétrica – abuso do poder Estatal

Majoração do ICMS sobre a conta de energia elétrica – abuso do poder Estatal

14/12/2021 Bady Curi Neto

A explicação para a discrepante alíquota é simples, todas as pessoas, com maior ou menor poder aquisitivo, consomem energia elétrica.

Majoração do ICMS sobre a conta de energia elétrica – abuso do poder Estatal

Os Estados em geral têm exigido dos consumidores de energia elétrica, pessoas físicas e/ou jurídicas, a majoração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que em alguns casos alcança a alíquota, pasmem, de 30% sobre a energia consumida.

A explicação para a discrepante alíquota é simples, todas as pessoas, com maior ou menor poder aquisitivo, consomem energia elétrica, serviço essencial para a vida, aumentando substancialmente a arrecadação dos Estados, em detrimento dos contribuintes.

O Supremo Tribunal Federal (STF), em recente decisão, por maioria de votos, entendeu por colocar um freio na ganância Estatal, por estar em desconformidade com o artigo 155, § 2, III da Constituição Federal de 1988, que prevê a aplicação do princípio da seletividade ao Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços essenciais como a energia elétrica e telecomunicações.

Segundo decisão da Suprema Corte, a política “adotada, pelo legislador estadual, a técnica da seletividade em relação ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, discrepam do figurino constitucional alíquotas sobre as operações de energia elétrica e serviços de telecomunicação em patamar superior ao das operações em geral, considerada a essencialidade dos bens e serviços”.

Tal decisão, em repercussão geral, permite aos consumidores/contribuintes de energia elétrica, segundo decisão proferida por uma Juíza da comarca de Salvador/Bahia, “reaver o que foi pago a mais da diferença entre a alíquota geral de ICMS e a alíquota majorada, pouco importando as características do contribuinte atingido pela técnica da seletividade, segundo a corrente maioritária e vencedora, uma vez que se esta for adotada pelo ente federado, deverá ser levada em conta a essencialidade das mercadorias tributadas”.

O princípio da seletividade é a possibilidade que se vale o legislador de atuar elevando ou diminuindo a carga tributária, por meio de alíquota, tendo em vista a essencialidade dos bens e serviços.

A violação ao Princípio Constitucional da Seletividade consiste no fato que o Estado ao estabelecer alíquotas diferenciadas e majoradas para energia elétrica e telecomunicações, está em descompasso com o critério da essencialidade, além de vilipendiar a isonomia, sendo, portanto, inconstitucional a incidência de alíquota de ICMS acima da alíquota geral, ou seja, 18% (dezoito por cento).

Segundo o relator do caso, ex-Ministro Marco Aurelio, "O acréscimo na tributação não gera realocação dos recursos, porquanto insubstituíveis os itens. Daí a necessária harmonia com o desenho constitucional, presente a fragilidade do contribuinte frente à elevação da carga tributária. Conforme fiz ver no julgamento do recurso extraordinário 1.043.313, pleno, relator ministro Dias Toffoli, 'a corda não pode arrebentar do lado mais fraco”.

E continua, “O desvirtuamento da técnica da seletividade, considerada a maior onerosidade sobre bens de primeira necessidade, não se compatibiliza com os fundamentos e objetivos contidos no texto constitucional, a teor dos artigos 1º e 3º, seja sob o ângulo da dignidade da pessoa humana, seja sob a óptica do desenvolvimento nacional”.

Apesar de não ter transitado em julgado a decisão, poderão os contribuintes, de imediato, buscar através de Mandado de Segurança a imediata redução da alíquota de ICMS incidentes sobre as contas de energia elétrica e telecomunicações, além de pedir a compensação dos últimos cinco anos. 

Parabéns ao STF por corrigir esta saga arrecadatória!

* Bady Curi Neto, advogado fundador do Escritório Bady Curi Advocacia Empresarial, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) e professor universitário. 

Para mais informações sobre Energia Elétrica clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Energia solar deve trazer mais de R$ 50,8 bilhões de investimentos no País este ano

Segundo a entidade, setor fotovoltaico deverá gerar mais de 357 mil novos empregos em 2022 e proporcionar uma arrecadação de mais de R$ 15,8 bilhões aos cofres públicos.

Energia solar deve trazer mais de R$ 50,8 bilhões de investimentos no País este ano

Virando energia, 31 mil toneladas de casca de arroz deixaram de ser descartadas em 2021

Superando os números de 2020, usina termelétrica própria da Fumacense Alimentos gerou 6.720 MW/h de energia no ano passado.

Virando energia, 31 mil toneladas de casca de arroz deixaram de ser descartadas em 2021

5 dicas para economizar energia e começar com o pé direito em 2022

Sabendo dessas dicas, que tal colocar a mão na massa e já se preparar para economizar energia em 2022?

5 dicas para economizar energia e começar com o pé direito em 2022

Dicas para evitar acidentes com eletricidade durante pinturas residenciais

De acordo com a Abracopel, apenas no ano passado, 21 pessoas morreram em acidentes na construção civil em todo o país.

Dicas para evitar acidentes com eletricidade durante pinturas residenciais

Monitoramento remoto de climatização: economia à base da tecnologia

O trabalho de monitoramento acontece por meio de softwares que identificam detalhadamente o desempenho de cada parte do aparelho.

Monitoramento remoto de climatização: economia à base da tecnologia

Consumo no Mercado Livre de Energia cresce em novembro e setor prevê adesão de mais agentes

Retomada da economia, queda dos preços de mercado e entrada de novos consumidores no ambiente de contratação livre explicam alta.

Consumo no Mercado Livre de Energia cresce em novembro e setor prevê adesão de mais agentes

Brasil inaugura projeto de energia hidrossolar com produção de hidrogênio verde

Usina fica na divisa entre os estados de Minas Gerais e Goiás.

Brasil inaugura projeto de energia hidrossolar com produção de hidrogênio verde

Vai fazer decoração natalina? Confira dicas para evitar acidentes com a rede elétrica

A atenção deve ser redobrada para que não ocorram acidentes, envolvendo a eletricidade.

Vai fazer decoração natalina? Confira dicas para evitar acidentes com a rede elétrica

Cemig abre chamada pública de “Eficiência Energética 2021”

Serão disponibilizados R$ 140 milhões para substituição de equipamentos e instalação de fontes incentivadas.

Cemig abre chamada pública de “Eficiência Energética 2021”

Minas isenta tributos para importação de equipamentos de energia solar e eólica

A medida garante aos projetos instalados em território mineiro acesso a bons fornecedores de componentes.

Minas isenta tributos para importação de equipamentos de energia solar e eólica

Usinas solares de grande porte atingem 4 GW e R$ 21,3 bilhões de investimentos no Brasil

Desde 2012, os empreendimentos fotovoltaicos geraram mais de 120 mil empregos acumulados e equivalem hoje a 2,2% da matriz elétrica no País,

Usinas solares de grande porte atingem 4 GW e R$ 21,3 bilhões de investimentos no Brasil

Inteligência Artificial: um novo patamar para o gerenciamento de energia

Gerenciamento de energia, eficiência energética, redução de custos, maior produtividade....

Inteligência Artificial: um novo patamar para o gerenciamento de energia