Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nas festas juninas todo cuidado é pouco

Nas festas juninas todo cuidado é pouco

10/06/2019 Divulgação

Uma das festividades mais populares do Brasil, os “arraiás juninos” tradicionalmente são os que mais deixam as ruas ornamentadas.

Nas festas juninas todo cuidado é pouco

São todos os tipos de enfeites que podem provocar acidentes de natureza elétrica.

Em vias públicas e praças, os enfeites e ornamentos precisam ser instalados longe das redes de energia e jamais podem ser afixados nos postes, pois, além de colocarem em risco os instaladores, dificultam o acesso dos eletricistas para a manutenção do sistema elétrico.

Além dos enfeites aéreos, muitas pessoas fazem fogueiras, típicas dessas festividades, principalmente nas cidades mais frias onde a pratica é utilizada não só para embelezar a festa mas como forma de aquecer a quem estiver próximo.

Também tem os fogos de artifício que são potencialmente perigosos se forem projetados contra as redes elétricas. O ideal é soltá-los em locais descampados, e devem sempre ser manuseados por um adulto.

Além disso, os famosos balões são potencialmente causadores de acidentes com a rede elétrica, podendo causar falta de energia e colocando e risco edificações, florestas, distribuidoras de combustíveis e fábricas.

Outra recomendação importante: as linhas de sustentação das bandeirinhas devem ser feitos de barbante ou linha de pesca, mas nunca de arame ou fio metálico.

Ligações provisórias

Festas em praça pública necessitam de energia elétrica para alimentar barracas e sistemas de iluminação e som. Assim, para que se possa utilizar energia elétrica durante a festa, deve-se solicitar com antecedência mínima uma ligação provisória junto a concessionária de energia que atende a sua região. Não é permitido fazer ligações clandestinas (gatos), que além de ser crime, podem causar acidentes graves.

As barracas devem ter suas instalações elétricas protegidas por um disjuntor e o serviço deve ser sempre feito por um eletricista profissional. A fiação deve ser disposta de forma que fiquem protegidas para não haver o risco de energização acidental da estrutura das barracas, o que ocasionaria risco iminente às pessoas, podendo resultar em acidentes graves e até fatalidades.

Vale lembrar que se o disjuntor desarmar, três coisas podem estar acontecendo:

- o disjuntor está com defeito;

- a instalação está com defeito;

- a soma das cargas excede o valor máximo de corrente para a fiação e para o disjuntor.

Recomendações gerais:

- Para a instalação das bandeirinhas em ruas e praças respeite a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica. O ideal é manter uma distância bem maior.

- Não instale as bandeirinhas e demais enfeites utilizando os postes e pontaletes de padrão de energia como forma de fixação dos mesmos.

- Não utilize arame ou fio metálico para afixar bandeirinhas e demais enfeites.

- Todos os enfeites devem ser bem afixados, para que o vento não os projete contra a fiação da rede elétrica, provocando acidentes graves.

- Não solte balões. Eles podem provocar incêndios e danos aos equipamentos do sistema elétrico.  Soltar balão é crime.

- Não solte fogos de artifício próximos das redes elétricas. A prática somente deve ser feita por adultos.

- Não faça ligações clandestinas (gatos). Se for necessário, solicite junto a concessionária local uma ligação provisória.

- A instalação elétrica das barracas deve ser feita por eletricista profissional, dispostas de forma protegida contra esforços mecânicos e protegidas por disjuntor termo-magnético.

- Não se aproxime de fios partidos caídos ao solo ou dependurados nos postes de energia. Impeça que outras pessoas se aproximem e avise imediatamente a concessionária local.

Fonte: Cemig



Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Brasil acrescentou em 2021 cerca de 5,7 gigawatts (GW) da fonte solar na geração própria de energia em residências e empresas.

Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Segmento foi o mais afetado pela pandemia, afirma economista.

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Até 2027, serão 30 mil quilômetros de novas linhas rurais, aumentando a capacidade de carga em benefício da população.

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Dados estão no relatório Revisão Global de Eletricidade.

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

Economia foi possível após contratação, via CDL/BH,de energia solar ofertada pela Cemig SIM.

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Hoje em dia temos várias fontes além das hidrelétricas, como as energias eólica, biomassa ou solar.

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

Somente com as revisões e adequações de 723 aditivos de contratos por demanda, a economia gerada representará R$ 19 milhões aos cofres do estado.

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

O Projeto de Lei 414/2021 oferece a oportunidade do cliente escolher o seu fornecedor e a fonte da energia que irá utilizar.

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

O programa aborda as diferentes formas e ferramentas para obter maior eficiência energética em edificações e infraestruturas de saneamento.

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Tradener fecha contrato com a YPFB e poderá trazer inicialmente até 2,2 milhões de metros cúbicos de gás natural para o mercado livre brasileiro.

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

Embora muito se fale sobre a necessidade de substituir as energias não renováveis por renováveis, alguns detalhes são importantes para entender até onde é possível avançar e colocá-las em prática.

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

O perigo ligado à tomada

Todo circuito elétrico bem dimensionado dispõe de disjuntores que protegem os fios que alimentam as tomadas que por sua vez, atendem as cargas.

O perigo ligado à tomada