Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Osram ilumina o caminho da sustentabilidade

Osram ilumina o caminho da sustentabilidade

31/03/2009 Divulgação

Reconhecida por sua amplitude e grande número de habitantes, a Índia é considerada um dos maiores países poluidores do mundo.

A cidade de Vishakhapatnam, também conhecida como Vizag apresenta um das maiores crescimentos urbanos do país, e, junto com isso, trás problemas de grandes cidades como o alto consumo de energia e produção de CO2. Foi pensando nesse crescimento e nos impactos que ele traria ao meio ambiente que a OSRAM, em parceria com a companhia de energia RWE Power, implantaram um projeto ímpar para a economia de energia no país.

No início de 2007, a OSRAM, foi a primeira empresa de iluminação a receber da ONU a aprovação para o desenvolvimento e produtos econômicos da sigla em inglês CDM ("Clean Developoment Mechanism"), que incentiva a redução das emissões de gás carbônico. Com base no protocolo de Kyoto, esse projeto da ONU apoiou às empresas de iluminação para que elas pudessem substituir lâmpadas incandescentes convencionais por outras economizadoras de energia em países emergentes.

No caso da Índia, a OSRAM utilizou sua linha de lâmpadas eletrônicas fluorescentes DULUx de longa duração no lugar das incandescentes convencionais, possibilitando que, além de economia de energia, também fossem poupados gastos com reciclagem e constante substituição das lâmpadas.

Após o sucesso em Vizag, o projeto será ampliado para outras cidades indianas como Sonepat/Yamunanagar e Pune. No total, cerca de dois milhões de lâmpadas serão substituídas no país até mesmo entre os habitantes mais pobres, trazendo um impacto positivo, não só para a Índia, mas para o restante do mundo em relação a menor produção de CO2 no meio ambiente.



Brasil atinge 300 mil unidades consumidoras de energia solar nos telhados

Investimentos na geração solar distribuída chegam a R$ 14,6 bilhões no País.

Brasil atinge 300 mil unidades consumidoras de energia solar nos telhados

A energia solar, o coronavírus e a recuperação econômica

O setor solar fotovoltaico é reconhecido como uma potente mola propulsora do desenvolvimento, trazendo mais renda e poder de compra para as famílias brasileiras.

A energia solar, o coronavírus e a recuperação econômica

Pós-graduação em Engenharia Elétrica da UFSCar está com inscrições abertas

Interessados em cursar o mestrado devem se inscrever até 21 de junho.


10 dicas para economizar energia elétrica durante o período de isolamento social

Professor de Engenharia Elétrica da Pitágoras pontua ações que ajudam ecossistema.

10 dicas para economizar energia elétrica durante o período de isolamento social

Brasil é o país com maior incidência de raios do mundo

Trabalhadores do campo são os mais atingidos por raios no Brasil.

Brasil é o país com maior incidência de raios do mundo

Energia solar poderá ser doada para hospitais durante pandemia

Projeto de Lei inédito prevê auxílio voluntário para unidades consumidoras de serviços essenciais no combate à Covid-19.

Energia solar poderá ser doada para hospitais durante pandemia

Curso online é oportunidade para aprender sobre energias renováveis e uso de biogás

Aulas são gravadas e adaptáveis à disponibilidade do aluno.


Gastos com energia e água podem aumentar durante quarentena

A quarentena é uma boa oportunidade para repensar os hábitos de consumo desses dois recursos essenciais para o cotidiano das pessoas.

Gastos com energia e água podem aumentar durante quarentena

Lâmpadas a vapor de mercúrio e de luz mista deixarão de ser importadas

A data limite para o Brasil e os signatários do acordo de Minamata (140 países), incluindo a China, para produzir, importar e exportar essas lâmpadas é 31/12/2020

Lâmpadas a vapor de mercúrio e de luz mista deixarão de ser importadas

Qual é o melhor tipo de gerador para colocar em casa?

Iremos explicar qual o melhor tipo de gerador para alugar ou comprar para colocar em casa.


Características do barramento blindado

A automação está crescendo rapidamente nos setores industriais para diminuir gastos, aumentar o rendimento e produzir em um tempo menor.


Alemanha marca o primeiro trimestre com mais de 50% de eletricidade renovável