Portal O Debate
Grupo WhatsApp

11 dicas para levar seu pet para a festa de São João

11 dicas para levar seu pet para a festa de São João

23/06/2017 Ana Paula Morais

Quer levar o pet para a festa junina? Confira algumas dicas de cuidados a serem tomados antes de curtir a festança.

11 dicas para levar seu pet para a festa de São João

Nessa época do ano, as festas juninas estão por todo lado. Comilança, fogueira, fogos, quadrilha e muita brincadeira. Todos são ingredientes indispensáveis para a tradicional festa de São João.

Se for levar seu peludo para se divertir com você, melhor ficar de olho, pois a festa pode apresentar alguns perigos para eles. Fique de olho nas dicas para se divertir com segurança.

1- Não dê comidas típicas ao seu peludo
As comidas tão deliciosas aos nossos olhos, podem trazer riscos para os animais. O teor de gordura e de carboidratos presente nas receitas sobrecarregam o sistema digestivo dos pets, podendo causar vômitos e diarreias.

2- Alimente seu peludo antes de sair de casa
"O ideal é não oferecer nenhum alimento que não faça parte da rotina do animal. Saia de casa com o pet já alimentado e leve apenas um potinho com água", ressalta Hamilton Lorena, médico-veterinário e gerente de produtos da Farmina Pet Foods. Ficar de olho para que o pet não consuma o que cai no chão. Pedaços de paçoca, pipoca ou de outro quitute podem fazer mal a cães e gatos, já que o organismo deles não está preparado para o consumo de açúcares.

3 - Cuidado para que seu animal não se enrosque na decoração
Bandeirinhas, balões e artesanatos em palha desenham o clima da festa, mas é preciso ficar atento para que o pet não se enrosque nas decorações. Para evitar que o cão devore um chapéu de palha ou um palito de maça do amor, use a coleira e preste atenção, novamente, às coisas caídas no chão.

4 - Espiga de milho pode obstruir o intestino
A espiga de milho, por exemplo, pode parecer inofensiva, mas é totalmente perigosa para o organismo do cachorro. Sua ingestão pode obstruir o intestino e causar sérios danos à saúde do animal.

5 - O calor da fogueira pode prejudicar seu cão
Outra precaução que o dono deve ter em uma Festa Junina é com as fogueiras. O calor do fogo pode prejudicar a respiração do cão ou, até mesmo, queimá-lo, caso ele não esteja devidamente preso. A fim de evitar acidentes, prefira as quermesses realizadas com fogueiras de mentirinha para passear com seu cão.

6 - Cuide para que seu pet não seja pisoteado
Tem pescaria, corrida do saco, correio elegante e a tradicional quadrilha. Geralmente, os pets não participam dessas brincadeiras, mas vale ficar de olho no bicho para que ele não entre no meio da quadrilha e corra o risco de ser pisoteado.

7- Fogos de artifício podem assustar
Além de boa comida e diversão, as comemorações dos dias de São João, São Pedro e Santo Antônio são marcadas por fogos de artifício, os famosos rojões, que assustam os pets e podem até provocar um trauma. Tanto o cachorro quanto o gato têm a audição aguçada: eles sentem mais o barulho do que os humanos. Para o felino, o problema é ainda maior, já que suas orelhas afuniladas giram em até 180° a fim de captar e amplificar os sons.

8 - Coloque algodão nos ouvidos para abafar ruídos
Para abafar os ruídos, uma alternativa é colocar um algodão nos ouvidos dos pets.

9 - Riscos de fuga e enforcamento
Além disso, se o cão está acostumado a ficar no quintal, traga-o para dentro de casa e o acomode em um cômodo fechado e bem confortável. "Os pets mudam totalmente o comportamento quando estão sujeitos à uma situação amedrontadora e por esse motivo as fugas são muito frequentes", explica Hamilton. O veterinário também alerta sobre deixar o cão preso por uma coleira: "ao tentar escapar, ele poderá ter sérios problemas cardiorrespiratórios e provocar até seu próprio enforcamento".

10 - Use plaquinha de identificação
No caso dos felinos, o cuidado é redobrado. Gatos tem mais facilidade de fugir do que cachorros, ainda que também estejam presos dentro da residência. Então, procure fazer uma coleira com plaquinha de identificação que contenha o nome do animal e do dono, além de dois telefones atualizados.

11 - Roupa quentinha para proteger do frio
Junho é o mês que inicia o inverno e em grande parte do Brasil o frio chega com vontade. Geralmente em locais abertos, as festas juninas pedem uma roupa mais quente e para o pet não é diferente. Se ele for ficar exposto ao tempo, vale investir numa roupinha mais quentinha para que ele participe da festa com conforto.

Agora que ficou por dentro de todas as dicas de cuidados com seu pet, aproveite a festança!



Pets no condomínio: como conquistar um ambiente saudável para todos

Especialista em comportamento animal dá dicas de como criar um animal de estimação da melhor forma e sem incomodar os vizinhos.

Pets no condomínio: como conquistar um ambiente saudável para todos

Doença silenciosa: especialista alerta para a doença renal nos gatos

A doença renal crônica (DRC) é um mal silencioso e progressivo, que afeta os gatos mais velhos, mas pode aparecer em qualquer idade.

Doença silenciosa: especialista alerta para a doença renal nos gatos

Pet x alergia: isso pode dar certo?

Especialista garante que com adaptações no ambiente domiciliar é possível controlar as alergias e ter um animal de estimação.

Pet x alergia: isso pode dar certo?

Como escolher a ração ideal para o seu cão

A chegada de um animalzinho de estimação é só felicidade para a família.

Como escolher a ração ideal para o seu cão

Animais enxergam as cores de maneira diferente do ser humano

Para que um animal possa perceber as inúmeras cores, precisa ter pelo menos duas classes diferentes de células sensíveis à cor em seu olho.

Animais enxergam as cores de maneira diferente do ser humano

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

Acredite: animais também têm adolescência e podem passar por essa fase difícil com rebeldia.

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

Condomínio não pode proibir morador de ter animal de estimação

Decisão recente da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça determinou que condomínios não podem proibir a criação de animais de quaisquer espécies em unidades autônomas.

Condomínio não pode proibir morador de ter animal de estimação

Toxoplasmose é mesmo uma doença causada pelo gato?

Veterinário alerta sobre o risco de contrair a doença em lugares públicos e dá dicas para viver sem medo com o pet.

Toxoplasmose é mesmo uma doença causada pelo gato?

Adoção de um animal implica em responsabilidade

Os pets estão se tornando cada vez mais presentes na sociedade.


Vínculo com pets é maior em pessoas com problemas de saúde

Estudo envolveu 3 mil proprietários de cães e gatos de cinco países da União Europeia

Vínculo com pets é maior em pessoas com problemas de saúde

Como proteger seu pet do frio?

Especialista dá dicas de como manter os animais aquecidos e evitar as doenças mais comuns no inverno.

Como proteger seu pet do frio?

Variabilidade genética é destaque do 2º Leilão Senepol Central para os Amigos

A Central Senepol LAB FIV, promove, de 1 a 4 de abril,  com transmissão pelo Canal do Boi, uma semana de vendas de genética da raça Senepol.