Portal O Debate
Grupo WhatsApp

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

02/08/2019 Divulgação

Os animais percebem seus tutores como membros da família, mesmo sabendo diferenciar humanos de outros cães.

“Os cachorros realmente amam seus donos”, diz especialista

O especialista Cleiton Rupolo explica sobre esse processo de afeto e como se dá o amor nessas relações.

Eles são fofos, brincalhões, divertidos e amorosos, não é mesmo? É claro que estamos falando dos animais de estimação, especialmente os cães - são 53 milhões deles espalhados pelas casas e apartamentos no país. Para termos uma ideia, segundo dados do IBGE, atualmente, são mais pets do que crianças nos lares brasileiros.

A paixão pelos cachorros não é novidade, visto que o Brasil já o segundo maior mercado global de produtos pet, ultrapassando o Reino Unido (6,1%) pela primeira vez. “Esse é um amor indiscutível, mas a grande curiosidade das pessoas é saber como os seus animais de estimação percebem essa relação”, conta o veterinário da Nutrire - indústria de alimentos de alta performance para pets, Dr. Cleiton Rupolo.

Segundo a Emory University, localizada nos Estados Unidos, os pets amam seus donos e os veem como alguém da família. Um estudo feito pela instituição realizou exames de ressonância magnética no cérebro de alguns cães e concluiu que o olfato é o responsável por identificar essa reciprocidade na atividade cerebral.

Esses exames mostraram que os cães conseguem diferenciar odores e reconhecem imediatamente seus donos e outros animais familiares pelo cheiro. Ou seja, quando o odor característico do tutor se aproxima, o cérebro do pet é acionado e a sensação de felicidade e recompensa é ativada”, explica Rupolo.

Vale ressaltar que esse sentimento de recompensa não é estimulado por nenhum outro perfume. “Muitos pensam que os cães amam seus donos pela comida ou pelos agrados que recebem, mas essa relação vai muito além disso. Os animais sentem amor por seus donos pelo simples fato de ficarem próximos, juntos, unidos”, diz. Por isso, a alegria nos cães é nítida quando, por exemplo, retornarmos para casa depois de uma viagem. “As atividades cerebrais pesquisadas durante esses momentos são muito semelhantes às que nós sentimos quando reencontramos alguém que amamos”, explica o veterinário.

É comprovado que a interação dos cachorros com seus tutores é muito semelhante a de bebês e seus pais. “Isso explica porque o cachorrinho corre para o colo do dono quando se assusta ou quando está com medo”, completa o especialista. Essa relação de amor e cuidado é um laço criado quando o animal está nos primeiros meses de vida ou logo que ele chega em um novo lar.

Toda experiência que o cãozinho tem até os seis meses de vida será de extrema importância para seu desenvolvimento, visto que o cérebro de um filhote é receptivo o suficiente para que essas ações influenciem todos os períodos que ele viver depois. Cães criados por homens se sentirão mais confortáveis com a presença masculina e vice-versa. “Para toda regra sempre há exceções, claro, mas estamos falando do que geralmente acontece com a maioria dos pets. Por isso, é tão importante que os tutores interajam com seus animais, passeando, brincando e se divertindo com eles”, aconselha.

Fonte: JF Agência de Comunicação



Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

No último mês dois cães morreram durante voos nacionais; transporte requer cuidados e preparação prévia.

Morte de pets reforça urgência de rever normas para transporte aéreo

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Crises financeira, econômica e sanitária após a pandemia do novo coronavírus deram luz à falta de responsabilidade das pessoas com animais de estimação.

Abandono de animais cresce 61%, e plataforma busca aumentar adoções

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Como fica o animal numa situação de separação ou de falecimento do dono?

Saiba quais são os Direitos dos pets em caso de separação do casal

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos

Indústria de produtos e cosméticos para higiene e bem estar Pet constrói a fábrica mais moderna do segmento em toda América Latina.

Pet Society investe R$ 35 milhões em nova fábrica e gera 200 empregos

Como evitar que as micotoxinas interfiram na saúde e no desenvolvimento do seu cavalo

Os equinos são animais que, apesar de serem grandes e robustos, são sensíveis como qualquer outro, principalmente, às contaminações por fungos, como a micotoxina.

Como evitar que as micotoxinas interfiram na saúde e no desenvolvimento do seu cavalo

Cachorros entendem os seus donos, diz pesquisa

Você já deve ter dito muitas vezes aos amigos: “mas esse cachorro só falta falar”, não é mesmo?

Cachorros entendem os seus donos, diz pesquisa

Pets picados por abelhas precisam de socorro imediato

As abelhas fêmeas picam e deixam o ferrão na ferida

Pets picados por abelhas precisam de socorro imediato

Saúde animal: cortar o rabo dos cães é crime

Criadores também são afetados pela lei.

Saúde animal: cortar o rabo dos cães é crime

Bom pra cachorro

Em tempos de quarentena, ter seus humanos confinados dentro de casa é o prêmio máximo da loteria de muitos pets, com toda a certeza.

Bom pra cachorro

Outubro Rosa: câncer de mama também afeta cães e gatos

O diagnóstico é feito por meio de exame físico e palpação das cadeias mamárias.

Outubro Rosa: câncer de mama também afeta cães e gatos

Dono de animal de estimação deve ficar atento a produtos de limpeza

Os mais indicados são hipoclorito de sódio diluído e detergente.

Dono de animal de estimação deve ficar atento a produtos de limpeza

Raiva Canina: vamos falar sobre essa doença fatal?

Agosto se aproxima e com ele a campanha de vacinação contra a raiva - vírus quase 100% letal.

Raiva Canina: vamos falar sobre essa doença fatal?