Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Praias são áreas de risco para cães

Praias são áreas de risco para cães

23/11/2017 Da Redação

Vermífugos e repelentes são importantes medidas de prevenção.

Praias são áreas de risco para cães

Com as férias chegando, muitas pessoas aproveitam para ir à praia e seus cãezinhos não ficam de fora da viagem. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados. Regiões litorâneas e áreas com muita mata apresentam maior probabilidade de parasitismo pelo verme do coração. A doença é transmitida pela picada de mosquitos infectados pelo verme Dirofilaria immitis e pode ser fatal. Os sintomas são discretos nas fases iniciais, por isso, a prevenção é a melhor forma de proteger os cães durante as viagens para áreas de risco. O veterinário da Vibarc, empresa dedicada à saúde animal, Ricardo Cabral, explica que a prevenção “pode ser feita com o uso de vermífugos específicos, capazes de eliminar as microfilárias (formas larvais iniciais) do verme do coração e com repelentes que evitem a picada do mosquito". Ele ainda orienta que a prevenção não deve ser apenas algo pontual. "Quanto antes iniciar, melhor. A indicação da AHS (American Heartworm Society) é que a prevenção seja constante desde antes de oito semanas de vida do animal. Não é recomendável fazer a prevenção apenas quando levar o animal ao litoral, pois o risco de o tutor esquecer de aplicar a medicação é grande", ressalta. Fonte: AtitudeCom



Pets no condomínio: como conquistar um ambiente saudável para todos

Especialista em comportamento animal dá dicas de como criar um animal de estimação da melhor forma e sem incomodar os vizinhos.

Pets no condomínio: como conquistar um ambiente saudável para todos

Doença silenciosa: especialista alerta para a doença renal nos gatos

A doença renal crônica (DRC) é um mal silencioso e progressivo, que afeta os gatos mais velhos, mas pode aparecer em qualquer idade.

Doença silenciosa: especialista alerta para a doença renal nos gatos

Pet x alergia: isso pode dar certo?

Especialista garante que com adaptações no ambiente domiciliar é possível controlar as alergias e ter um animal de estimação.

Pet x alergia: isso pode dar certo?

Como escolher a ração ideal para o seu cão

A chegada de um animalzinho de estimação é só felicidade para a família.

Como escolher a ração ideal para o seu cão

Animais enxergam as cores de maneira diferente do ser humano

Para que um animal possa perceber as inúmeras cores, precisa ter pelo menos duas classes diferentes de células sensíveis à cor em seu olho.

Animais enxergam as cores de maneira diferente do ser humano

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

Acredite: animais também têm adolescência e podem passar por essa fase difícil com rebeldia.

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

Condomínio não pode proibir morador de ter animal de estimação

Decisão recente da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça determinou que condomínios não podem proibir a criação de animais de quaisquer espécies em unidades autônomas.

Condomínio não pode proibir morador de ter animal de estimação

Toxoplasmose é mesmo uma doença causada pelo gato?

Veterinário alerta sobre o risco de contrair a doença em lugares públicos e dá dicas para viver sem medo com o pet.

Toxoplasmose é mesmo uma doença causada pelo gato?

Adoção de um animal implica em responsabilidade

Os pets estão se tornando cada vez mais presentes na sociedade.


Vínculo com pets é maior em pessoas com problemas de saúde

Estudo envolveu 3 mil proprietários de cães e gatos de cinco países da União Europeia

Vínculo com pets é maior em pessoas com problemas de saúde

Como proteger seu pet do frio?

Especialista dá dicas de como manter os animais aquecidos e evitar as doenças mais comuns no inverno.

Como proteger seu pet do frio?

Variabilidade genética é destaque do 2º Leilão Senepol Central para os Amigos

A Central Senepol LAB FIV, promove, de 1 a 4 de abril,  com transmissão pelo Canal do Boi, uma semana de vendas de genética da raça Senepol.