Portal O Debate
Grupo WhatsApp


15 anos de compromisso com as grandes questões de interesse público

15 anos de compromisso com as grandes questões de interesse público

05/12/2005 Floriano de Lima Nascimento

Floriano de Lima Nascimento, professor de Direito e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais é o responsável pela coluna Idéias em Debate e comemora 15 anos de compromisso com as grandes questões de interesse público.

Anos 80

1 – Publicação sistemática de artigos sobre o fenômeno da violência na sociedade brasileira numa época em que o assunto figurava apenas no noticiário dos grandes jornais. Proposta de criação da “Violenciologia” e da adoção de políticas de contra-violência.

2 – Primeiro artigo publicado na imprensa brasileira propondo o desarmamento e a proibição do comércio de armas.

3 – Proposta de criação na estrutura da ONU, de um tribunal internacional pra combater crimes contra a humanidade. A proposta foi entregue a representantes da Anistia Internacional durante palestra realizada na Escola do Legislativo, na ALMG. Aproximadamente, 5 anos depois, nasceu o Tribunal Penal Internacional.

4 – Publicação de artigos que resultaram na edição da obra “História do Poder Legislativo em Minas Gerais – do século XVI aos dias de hoje”, primeiro livro escrito sobre a ALMG.

5 – Publicação de vários artigos sobre a cultura negra e o racismo. Consultor da Assembléia Legislativa, na época, assessorou o seu presidente, Deputado Genésio Bernardino, na elaboração do projeto de lei sobre o racismo em Minas. Mais tarde, foi nomeado pelo Governador Itamar Franco para fazer parte do Conselho Estadual da Comunidade Negra.

Anos 90

1 – Entrevista concedida ao “O Debate” analisando o Neoliberalismo e alertando para as suas conseqüências no Brasil e no mundo. Publicação, em seguida, de uma série de 10 artigos abordando a gênese e a evolução do ideário neoliberal.

2 – Publicação de uma série de artigos sobre desenvolvimento econômico. Outros temas foram tratados nos campos da Teologia, da Filosofia, da Política, da Ciência e da Cultura. Nas últimas semanas do Século XX, foi publicado a série de artigos “Assim Caminha a Humanidade”, com uma reflexão sobre os fatos mais importantes do Século XX e inventário dos principais desafios a serem enfrentados no Século XXI.

Século Atual

1 – Publicação de artigo propondo a criação do “Parlamento Mundial”.

2 – Publicação de artigo criticando a corrida armamentista e propondo a criação de um imposto internacional sobre a venda de armas, destinado a financiar a implementação das “metas do milênio”.

3 – Publicação da série “Corrupção Nunca Mais” um arquivo fotográfico da corrupção no Brasil e no mundo.

4 – Publicação da série “Fotos sem Retoque”, que pretende ser uma enciclopédia visual da Cultura Humana.

5 – Produção de histórias infantis e de um roteiro para o desenvolvimento econômico do Brasil.

6 - Estudos preliminares para a criação de um centro de formação política, para um Brasil melhor. 



Os desafios de tornar a tecnologia acessível à população

Vivemos uma realidade em que os avanços tecnológicos passaram a pautar nosso comportamento e nossa sociedade.


O uso do celular, até para telefonar

Setenta e sete por cento dos brasileiros utilizam o smartphone para pagar contas, transferir dinheiro e outros serviços bancários.


Canto para uma cidade surda

O Minas Tênis Clube deu ao Pacífico Mascarenhas o que a cidade de Belo Horizonte deve ao Clube da Esquina; um cantinho construído pelo respeito, gratidão, admiração, reconhecimento, apreço e amor.


Como acaso tornou famoso notável compositor

Antes de alcançar a celebridade, e a enorme fortuna, Verdi, passou muitas dificuldades financeiras.


Gugu e a fragilidade da vida

A sabedoria aconselha foco no equilíbrio emocional e espiritual diante da fragilidade e fugacidade da vida.


Quando o muro caiu

O Brasil se preparava para o segundo turno das eleições presidenciais, entre o metalúrgico socialista Luís Inácio Lula da Silva e a incógnita liberal salvacionista Fernando Collor de Melo, quando a televisão anunciou a queda do muro de Berlim.


Identidade pessoal e identidade familiar

Cada família gesta a sua identidade, ainda que algumas vezes, de forma inconsciente.


Desprezo e ingratidão

Não sei o que dói mais: se a ingratidão se o desprezo.


A classe esquecida pelo governo

O fato é que a classe média acaba por ser a classe esquecida pelo governo.


O STF em defesa de quem?

A UIF, antigo COAF, foi criada como uma unidade do Ministério da Justiça (hoje, no BACEN) para fazer uma coisa muito simples: receber dos bancos notificações de que alguém teria realizado uma transação suspeita, anormal.


O prazer da leitura

Ao contrário do que se possa pensar, não tenho muitos amigos. Também não são muitos os conhecidos.


Desmoralização do SFT

A moralidade e a segurança jurídica justificam a continuidade da prisão em segunda instância. A mudança desta postura favorece a impunidade dos poderosos e endinheirados.