Portal O Debate
Grupo WhatsApp

7 fatores que impulsionam o sucesso de um negócio

7 fatores que impulsionam o sucesso de um negócio

24/08/2016 Paulo Roberto O. da Costa

Existem alguns pontos em comum que podem ser replicados pelas empresas na busca de crescimento.

7 fatores que impulsionam o sucesso de um negócio

Em um cenário de recessão de mercado, o que observo em diversos setores da economia é um grande desânimo, muitas vezes condizente com a realidade, em outras, representam um pouco de falta de visão dos empreendedores para o crescimento.

Por isso, se torna relevante pontuar caminhos a serem tomados. Gerencio uma associação de redes de farmácias, a Farmarcas, que obteve um grande feito recentemente. Para se ter ideia, a rede tinha, em junho de 2015, 361 lojas; no decorrer do ano, foram abertas mais 130 lojas, sendo que já estamos chegando na marca de 500 estabelecimentos.

Um crescimento acima de 38%. Lógico que são muitos os fatores que se conjugaram para a obtenção desses resultados. Contudo, existem alguns pontos em comum que podem ser replicados pelas empresas na busca de crescimento.

Pensando nisso, acredito ser importante detalhar alguns deles:

1 – Dominar o negócio – O mercado não perdoa a falta de conhecimento. É importante que, antes de iniciar qualquer negócio, se tenha profundo conhecimento do ramo, suas peculiaridades, situação do mercado e concorrência, fatores que serão primordiais nas decisões estratégicas.

2 – Ter um perfil empreendedor – Muitos profissionais são sensacionais tecnicamente, mas são péssimos empreendedores. Ao ter um negócio, é importante saber lidar com as incertezas e adaptar-se às mudanças que acontecem por fatores externos e/ou internos. Estar sempre preparado para enfrentar imprevistos, sem medo, estar disposto a correr riscos e lidar com as consequências. Em poucas palavras: se deve tomar uma posição de protagonista nos negócios.

3 – Ter engajamento no seu negócio – Ser empresário de sucesso não requer apenas investimento financeiro, mas também a doação de esforços e de tempo. Não entenda por isso ter que ficar atrás de um balcão por doze horas, pois tomar a frente do operacional de nada vai resolver. É preciso ter uma visão ampla do negócio, quais são as necessidades implícitas e saber liderar, coordenar sua equipe para alcançar a meta.

4 – Tenha uma estratégia vencedora – Para atingir o sucesso, é necessário traçar metas e pensar estrategicamente em como atingi-las. Sendo assim, se torna primordial um bom planejamento de seu negócio, traçando rumos e ideias a fim de concretizar essa estratégia, como por exemplo, uma boa política de compra, que possibilitará estabelecer preços diferenciados do mercado.

5- Ter excelência em gestão – Um grande empreendedor tem seu negócio controlado de forma bastante assertiva, para tanto, é importante acompanhar todos os números que são relevantes para tomada de decisões, bem como os seus indicadores de desempenho. Além disso, é preciso saber interpretar os números para criar ações que possam corrigir qualquer deficiência ainda no seu início.

6- Não atuar sozinho – Esqueça a imagem do empreendedor solitário; hoje, com o espaço conquistado pelas grandes redes, o mercado se torna ainda mais acirrado, cruel e capaz de “engolir” facilmente os pequenos, pelo fraco poder que têm comparado aos grandes grupos. Os empresários devem buscar ações associativistas para sobreviver. Esse fato proporcionará um poder muito maior de negociação e a troca constante de conhecimento e estratégias de mercado.

7 – Busque ferramentas de apoio – Ferramentas de gestão fazem toda a diferença para as empresas, possibilitando simplificar ações que antes se mostravam complexas. Assim, é importante que se faça a diferença por meio do uso de ferramentas e de recursos tecnológicos. Por exemplo: ter um cadastro centralizado de compras, trabalhar com cartão fidelidade, etc.

* Paulo Roberto O. da Costa é diretor geral da Farmarcas, associação criada para administrar agrupamentos farmacêuticos e redes associativistas com 500 farmácias associadas.



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa