Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A chegada aos 50 anos – a caminho da melhor idade!

A chegada aos 50 anos – a caminho da melhor idade!

17/09/2013 Lisia Beraldo

Outro dia no Facebook eu gostei de uma frase engraçada...

“Acordei...levantei os braços...mexi os joelhos...virei o pescoço...tudo fez: creeeeec.... Conclusão: Não estou velha, estou crocante!”

Por curiosidade olhei a palavra envelhecer no dicionário e fiquei indignada com o que li: tornar-se velho, tornar-se desusado ou inútil, ultrapassado, obsoleto.

Mas eu não me sinto assim! Como eu, existem diversas pessoas que não se sentem velhas, obsoletas,ultrapassadas.

Aos quarenta já vemos os sinais que o corpo já não é mais o mesmo. Cabelo branco, rugas de expressão, flacidez e outros. Aos cinquenta esses sinais somam-se a mais alguns.

Mas a nossa mente não acompanha o corpo. Ainda mantemos em nosso subconsciente aquela vitalidade de antes. Temos como missão de matar o mito que depois dos cinquenta estamos velhos.

Hoje podemos atrasar esse relógio interno cuidando do corpo e principalmente da mente.

Para isso devemos ler muito, praticar exercícios, manter a mente ocupada, ver lugares diferentes, fazer cursos, namorar, dançar, ter curiosidade em aprender coisas diferentes e cuidar da alimentação.

Somos o resultado do que pensamos e vivemos. O poder da mente é a maior ferramenta que dispomos para materializar e alcançar sonhos. Mentalizar, visualizar, traçar planos na conquista de um futuro melhor. Acreditar e ter fé. A nossa conduta em relação à vida é que vai fazer a diferença. Se você quer uma vida com qualidade e envelhecimento saudável seja otimista. Trabalhe seu lado espiritual.

Eu, por exemplo, resolvi criar o site da Beneficio Intelectual e escrever temas que levem as pessoas a refletir sobre como podemos transformar nossos sonhos em realidade, inspirar e motivar a refazer planos e escolher um caminho com mais otimismo e vontade de viver.

Utilize o que o tempo te deu de melhor: a sabedoria. Todos vão envelhecer um dia. E para aqueles que não sabem ver a beleza das rugas, problema deles. A hora de cada um vai chegar. Para cada ano que conquistamos, novos desafios aparecem. Nosso país está precisando mudar o modo de encarar as pessoas maduras e experientes.

E quanto ao dicionário vamos reinventar: envelhecer - torna-se sábio, torna-se cheio de conhecimento, experiente.

Afinal o coração e alma não têm rugas e muito menos o nosso humor. É vivendo que se envelhece. E chegar aos sessenta será uma recompensa!



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.