Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A força do mercado de assistência no Brasil

A força do mercado de assistência no Brasil

20/06/2013 Sven Loison

Cada vez mais, o mercado de assistência no Brasil ganha visibilidade e importância para a sociedade.

Anualmente, o segmento movimenta acima de 1,5 bilhão de reais e, seguindo as tendências, deverá ter um aumento considerável nos próximos anos. De acordo com dados da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), o seguro-viagem, um dos serviços mais conhecidos pela sociedade, que abrange assistência e cobertura para acidentes, extravio ou perda de bagagens, despesas hospitalares e médicas, cresceu 76,41% no primeiro trimestre de 2013, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso significa um montante de R$22,1 milhões. Além do serviço em viagem, outro benefício que teve um aumento considerável foi o auxílio funeral. De janeiro a março de 2013, os prêmios tiveram um acréscimo de 58,59%. O crescimento se dá por um simples motivo: o cidadão está buscando cada vez mais proteção atrelada a serviços em geral de qualidade.

Para facilitar o cotidiano de seus clientes, as empresas vêm oferecendo essa diversidade de produtos durante viagens, auxílio residencial, Help Desk, Concierge, dentre outras. Esse forte crescimento e o aumento da concorrência estão tornando os produtos e benefícios oferecidos cada vez mais atraentes a exigência do cliente.

Hoje, por exemplo, é possível receber os serviços de Concierge juntamente com um programa de assistência em viagem, ou também possuir cobertura para seu veículo agregada a situações de urgência domiciliares. Diante desses fatos não seria excessivo achar que nos próximos anos, a assistência tenha ainda um futuro brilhante.

*Sven Loison é diretor geral da Inter Partner Assistance Brasil, empresa pioneira em serviços de assistência 24 horas.



Roda de histórias

Meu avô paterno, Seu Dito, era um bom contador de histórias. Contava com a mesma ênfase, fatos e ficções.


Infodemia: a pandemia de desinformação

Todos os dias em nossos smartphones, computadores e TVs, temos uma verdadeira chuva de informações, e nem sempre é possível conferir a veracidade delas.


O problema não é a Cloroquina

Estamos diante de uma doença ameaçadora, nunca antes vivida por nossa geração.


Liderança: Arte e Ciência

O que faz uma pessoa aceitar e reconhecer a liderança de outra?


Reflexões éticas em tempos de Coronavírus

Atualmente, vivemos num cenário de turbulências e preocupações com os impactos sociais e econômicos atuais que virão em decorrência da pandemia do vírus Covid-19.


O direito de ser pedra e o direito de ser vidraça em tempos de pandemia

O pior nessa história toda, desse período de pandemia da Covid-19, tem sido a guerra violenta de versões apresentadas sobre o problema.


O oxigênio da vida

Eles moravam em um dos bairros mais violentos de São Paulo. Estavam perto dos 20 anos. Eram três amigos de infância.


Um vazio de lideranças

Qual o paradeiro dos líderes? Eles possivelmente estão por perto, mas nós não os enxergamos.


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson

A esquerda diz temer pela Democracia em razão de alguns pronunciamentos do Presidente Bolsonaro.


No tempo da pandemia

Nesta época de quarentena, assisti, pela rádio, à transmissão de cerimónia religiosa: missa.


O Mal

Agostinho dizia que o mal não é um ente em si, porque não é possível que um D’us bom tenha criado o mal.


As palavras que faltam

Há muitas coisas em falta no mundo.