Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A força que as mídias sociais dão para as empresas

A força que as mídias sociais dão para as empresas

24/04/2014 Felipe Pereira

Pesquisas recentes mostram que os brasileiros passam cerca de 8 horas mensais conectados às redes sociais, - tendo como destaque o Facebook, que ocupa o primeiro lugar no ranking de acessos.

85% dos usuários da internet têm uma conta no Facebook, e a média de amigos dessas pessoas é de 141, ou seja, são 141 pessoas conectadas e prontas para serem influenciadas. Além disso, quase metade dos usuários de Facebook possui uma conta no Twitter – rede social que pode ter ainda mais alcance.

Bom, e no que isso afeta a sua empresa? Em muita coisa, eu diria.

O principal ponto a ser destacado é que o internauta – ou seja, o consumidor – está diariamente nas redes sociais, e a usa para expressar suas opiniões, sentimentos e insatisfações. Quando ele posta algo negativo sobre determinada empresa e ela não vê ou analisa a crítica, isso pode soar como um desleixo com seus clientes – e isso tem um alcance muito rápido na internet. Só é preciso que seus amigos virtuais cliquem nos botões de “compartilhamento” e/ou “curtidas” e pronto: o assunto tomou outra dimensão.

Isso é muito importante, pois a empresa depende cada vez mais das pessoas para crescer. A cada ano que passa, assim como avançam as tecnologias, o consumidor também evolui. Ou seja, as empresas, quando conectadas nas mídias sociais, passam uma melhor imagem para os consumidores da nova geração, já que mostram uma atitude de preocupação com a opinião de seus clientes.

Porém, mais do que a sua presença, a página da empresa na internet deve ser útil e interessante para seus usuários. Se você fosse um cliente, você seguiria e/ou visitaria a sua página? Ela precisa ter um conteúdo atualizado e relevante, de forma que aquilo que é escrito faça uma diferença positiva no cotidiano dos leitores/consumidores.

Para isso, é preciso conhecer bem o seu público alvo, ter um planejamento estratégico, uma agenda a seguir, um objetivo a cumprir, e, é claro, jogo de cintura: muitas coisas na internet acontecem rapidamente – e talvez seja necessário que você saiba lidar com a situação de forma natural e adequada.

Divulgar novos produtos, fazer promoções e estar sempre ligado às novas tendências do mercado são questões obrigatórias para que a página da empresa fidelize seus antigos clientes e conquiste um novo público. Além de uma boa marca, as pessoas buscam a segurança de fazer negócio com uma empresa confiável, e, a partir do momento que você oferece um bom produto que agrada ao consumidor e lhe transmite segurança – respondendo-o nos canais de comunicação, por exemplo – se torna mais real a chance de conquistá-lo e de ele realizar uma futura compra na sua instituição.

* Felipe Pereira, mestre em administração e especialista em projetos digitais.



Aos mestres, com carinho, nossa gratidão!

“Vivemos um tempo atípico” e “Precisamos nos reinventar” são algumas das frases mais pronunciadas nesses últimos meses.


Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia.


O receio de opinar

Antes de me aposentar, prestei serviço em empresa, que possuía e possui, milhares de trabalhadores.


Uso consciente do crédito pode ajudar a girar o motor da economia

Muita gente torce o nariz quando o assunto é tomar empréstimo, pois quem precisa de crédito pode acabar não conseguindo honrar essa dívida, tornando esse saldo devedor uma bola de neve.


Voltar primeiro com os mais velhos: mais autonomia e continência

Nunca pensei que chegaria esse dia, mas chegou! Um consenso global sobre o valor da escola para as sociedades, independentemente do seu PIB.


Adolescentes, autoestima, família: como agir, o que pensar?

A adolescência é um tempo intenso, tanto pelo desenvolvimento físico, quanto neurológico, hormonal, social, afetivo e profissional.


Digital: um tema para o amanhã que se tornou uma demanda para ontem

Durante muito tempo, a Transformação Digital foi considerada uma prioridade para o futuro dos negócios.


Compliance como aliado na estratégia ESG das organizações

A temática que atende aos princípios ambientais, sociais e de governança, ou seja, o ESG (Environmental, Social and Governance), está em forte evidência.


A humanização da tecnologia no secretariado remoto

A tecnologia deu vida a inúmeras oportunidades de negócios, como o trabalho à distância.


Bolsa vs Startups. Porque não os dois?

Vivemos um momento de grandes inovações e com os investimentos não é diferente.


Os pecados capitais da liderança

“Manda quem pode, obedece quem tem juízo.”


“Pensar Global, Agir local”: O poder do consumo consciente

A expressão “Pensar Global e Agir local” já é lema em muitas esferas de discussões políticas, econômicas, sobre sustentabilidade e solidariedade.