Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A imagem do plural

A imagem do plural

17/03/2008 Divulgação

A imagem do Brasil no exterior vem sendo construída no decorrer dos anos, principalmente por brasileiros que viajam o mundo.

Fomos sendo percebidos a partir da interpretação e das narrativas de nossos disseminadores, até então caçadores de oportunidades que deixavam sua terra natal para se arriscar nos países desenvolvidos. Por outro lado, os descobridores da nossa pátria foram envolvidos com nossa receptividade.

Segundo a pesquisa “Cara Brasileira”, feita pelo SEBRAE, em uma dimensão psicológica o Brasil é visto pelas características amistosa, hospitaleira, generosa, bem humorada, otimista, alegre, espontânea, criativa e por sua abertura à inovação. Porém, no aspecto de negócios, o que é mais valorizado aqui, segundo a pesquisa, é a Floresta Amazônica, o Pantanal Mato-grossense, a cultura negra baiana, indígena e a do interior da região central, e as expressões musicais. Assim, se lá fora nosso povo é “cool”, nossa terra é quente para investimentos.

Dessa experiência que os estrangeiros tiveram do Brasil através do nosso território e de nossas pessoas é óbvio traduzir que muito lhes impactou a pluralidade. A imagem do Brasil é na verdade um conjunto de imagens que a princípio não se combinam, mas se completam, seja pela relação social próxima que aqui existe ou pela vastidão da nossa área, que aporta inúmeras e distintas culturas. Se a Itália tem o design, a França tem o perfume e a Suíça tem o relógio, para identificarmos “o que o Brasil tem”, precisamos partir dessa diversidade tanto de culturas como de recursos naturais que possuímos.

A Havaianas, que através de uma mudança de abordagem da marca fez de seu chinelo de borracha um artigo de moda internacional e se tornou um dos casos mais comentados no mundo, é uma das marcas que mais representam o Brasil no exterior. Atualmente, a linguagem gráfica brasileira utilizada na publicidade internacional expressa a diversidade com cores, símbolos, estampas e texturas que constroem uma identidade nossa (na imagem, nos outdoors “grafitados” em prédios de Nova York, por exemplo). A Havaianas só conseguiu construir a sua própria imagem no exterior quando valorizou o que representava para o Brasil. Precisou saber quem era para então construir sua imagem para o mundo.

O design de produto nacional também é reconhecido internacionalmente. Os Irmãos Campana, Humberto e Fernando, têm obras espalhadas em museus do mundo inteiro. Um de seus projetos, nomeado “Vitória Régia”, expressa a brasilidade através de móveis no formato da planta típica da região amazônica e em diversas cores. Segundo o SEBRAE, a variedade de cores é um dos aspectos que mais remetem ao Brasil do ponto de vista do estrangeiro.

Nas artes plásticas, artistas brasileiros expõem em museus e galerias no exterior e têm suas obras publicadas: “Maresias”, da pintora Beatriz Milhazes, foi capa da Art Now (Volume 2), da editora Taschen, uma das publicações de arte contemporânea mais respeitadas do mundo. A obra representa graficamente flores nativas através de diferentes formas geométricas e livres. É a natureza brasileira influenciando na expressão artística.

É através da publicidade, do design e das artes plásticas, assim como da ilustração e da fotografia, que o Brasil expressa sua maior característica do ponto de vista internacional. A imagem do Brasil no mundo, seja pela natureza exuberante ou pela diversidade cultural, é a pluralidade visual, que não é a poluição visual over. É sim um relicário de referências, um arsenal de linguagens que se completam em grandes obras, expressões de pessoas que hoje não saem do Brasil como “caçadoras de oportunidades”, mas como expositoras de uma identidade complexa e singular. 

A exemplo do caso Havaianas, o brasileiro precisa olhar para o Brasil. Não é à toa que somos considerados uns dos povos mais criativos. Não é à toa que a nossa natureza é vista com uma das mais exuberantes. A diversidade de culturas, raças, cores, florestas, praias, sotaques, emoções, estilos musicais e quilômetros e quilômetros. O que o Brasil tem? Abundância. Pluralidade é a nossa imagem.

Valpírio Monteiro é sócio e diretor operacional do GAD’ Branding&Design, maior consultoria de branding e design do Brasil.



O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?


Anedotas com pouca graça

Uma anedota, de vez enquanto, cai sempre bem; como o sal serve para temperar a comida, a anedota também adoça a conversa ou o texto.


Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.