Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A importância da inteligência emocional para os novos agentes públicos

A importância da inteligência emocional para os novos agentes públicos

11/01/2021 Osmar Bria

Com o fim das eleições municipais, os candidatos que vão assumir seu primeiro mandato terão o desafio de encarar a vida pública sem perder a confiança da população.

A inteligência emocional pode ser uma das chaves para atingir esse objetivo. O agente público, seja ele eleito, concursado ou em um cargo de confiança, é justamente aquele que faz a interação entre o poder público e a população.

A inteligência emocional vem ocupando muito espaço nos principais ambientes profissionais mundo afora.

Aqui no Brasil ainda existe uma certa resistência a essa avaliação, já que é normal rejeitar algo sobre o qual não há muita informação disponível ou acessível para todos. 

Nos Estados Unidos e na Europa, a inteligência emocional é encarada como o diferencial para uma carreira de sucesso.

O pensamento nos países mais desenvolvidos do mundo leva em consideração a boa técnica como condição para exercer determinada função.

Porém é o comportamento eficaz que produz os resultados esperados e realmente conduz o profissional ao crescimento em sua carreira.

Muitas ferramentas de avaliação estão disponíveis para medir as principais competências comportamentais dos colaboradores. Desta forma, o profissional pode ser aproveitado de acordo com as próprias características.

Obviamente quanto mais aptidão social ele tem dentro das tarefas que realiza, maior será o desempenho e, consequentemente, o resultado geral de toda a equipe de trabalho.

Os gestores, sejam eles prefeitos, governadores, secretários municipais, estaduais, ministros de estado, presidentes de autarquias, ou até mesmo o presidente da República, por diversas vezes privilegiam o conhecimento técnico no momento das indicações para os principais cargos.

É recorrente encontrar a seguinte declaração: “meu secretariado será técnico”. Foi plantado no inconsciente da opinião pública que isso significa boa gestão em todos os sentidos.

Para começar a desmistificar essa afirmação, é preciso deixar claro que boa conduta ética não tem nenhuma correlação com a parte técnica.

Então, um secretário dito como técnico e um não técnico têm as mesmas chances de se corromper. É necessário um equilíbrio entre as duas partes.

O desenvolvimento de liderança e o trabalho em equipe, por exemplo, são algumas necessidades básicas dos gestores ou colaboradores do poder público.

Encaixar os propósitos individuais nos objetivos da equipe e cuidar do desenvolvimento comportamental de todos é o verdadeiro “pulo do gato” para esses agentes terem sucesso em sua nova jornada.

* Osmar Bria é autor dos livros “A Fórmula do Voto” e “Mulher, Emoção e Voto”, e realiza treinamentos com partidos e candidatos de todo o país.

Fonte: Conversa Comunicação




Anywhere Office: a pandemia, rotina de trabalho e os nômades digitais

Desde 2007, quando Steve Jobs apresentou ao mundo o primeiro smartphone da maneira que conhecemos hoje, estamos passando por intensa transformação.


Prisão do deputado Daniel Silveira

A toda ação corresponde uma reação.


Exportações de minério de ferro cresceram 9% em janeiro

O mês de janeiro registrou uma alta de 9% na quantidade de minério de ferro exportado do Brasil para o exterior, tendo por comparação o mesmo período do ano passado, segundo dados do Ministério da Economia.


A dificuldade de cassar mandato político

A imoral prerrogativa constitucional que confere somente ao Congresso o poder de cassar o mandato de um parlamentar por cometimento de ilegalidade, à vista de qualquer cidadão de mediana cultura, constitui-se de medida irrazoável que fere o princípio da igualdade de tratamentos.


Ainda não nos preocupamos com o combate à pobreza

Um dos piores anos da história recente do país, 2020 também foi o ano em que a taxa de pobreza atingiu 8%, seu menor patamar em 44 anos.


Um ano de pandemia

A Covid-19 apareceu causando surpresa e aflição em todas as instâncias da sociedade, seja para a economia, a política, a educação, ou para as pessoas, no que se refere aos relacionamentos, sentimentos próprios, etc.


Como os paradigmas determinam nossos resultados

Você sabia que os nossos comportamentos habituais são moldados por paradigmas?


Ferrovias para poucos

Está em curso no Congresso, de forma quase silenciosa, mais um atentado à soberania brasileira.


Recomeço? Primeiro, o porquê

Existe um texto - às vezes atribuído ao Carlos Drummond de Andrade, embora não seja de sua autoria - que corre na internet há bastante tempo. Diz assim:


Tributação no e-commerce: a importância do regime tributário

O e-commerce tem crescido vertiginosamente nos últimos anos, em todos os países, a despeito das crises e solavancos da economia.


Em tempo de pandemia

Nestes tristes dias de pandemia, em que os médicos do Serviço de Saúde, lamentam que não se tem o devido cuidado, protegendo-se e protegendo o semelhante, lembrei-me de antigo chefe, que tive, quando era menino e moço.


2021, o ano em que seremos melhores

Nos últimos 20 anos as empresas fizeram altos investimentos em tecnologia e marketing para capturar dados de seus clientes e prospects e armazená-los em grandes repositórios de dados.