Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A importância de desenvolver e manter as habilidades cognitivas saudáveis

A importância de desenvolver e manter as habilidades cognitivas saudáveis

24/03/2021 Mitsuru Sakaguchi

A pandemia indicou uma nova percepção de vida que a nossa sociedade terá de se preparar para lidar.

E para milhões de pessoas, o ponto inicial para adquirir novos hábitos se deu na adesão do distanciamento social.

Tal realidade tornou mais nítido enxergar vários problemas sociais que lidamos no nosso dia a dia, um deles foi a nossa saúde mental, que inegavelmente foi bastante abatida durante este período que estamos vivendo.

Além disso, com uma vida digital muito mais frenética a cada dia, todas as faixas etárias também precisam lidar seus com desafios emocionais e a aceleração dos processos de superá-los.

Além de distanciar boa parte da população mundial em casa, a pandemia apresentou pontos de vistas interessantes em diversos grupos de pessoas.

No caso das crianças e jovens, eles tiveram de buscar por novas formas de continuar a desenvolver seu desempenho cognitivo de forma prática.

A questão é que não foi possível aproveitar a totalidade do ano escolar e isso causou um impacto negativo no progresso de aprendizado, que é de extrema importância para a vida humana.

Além das crianças e dos jovens, os idosos, que podemos dizer que foram os mais afetados pela pandemia, precisaram procurar uma forma de manterem sua mente ativa e motivada.

Desse modo, o objetivo se dava em preencher a ociosidade e melhorar a parte cognitiva, que necessita de bastante exercício após uma certa idade. Com isso o impacto gerado refletiu até na autoestima deles.

Os adultos também não ficam isentos do efeito do isolamento social. Muitos deles que já tinham de lidar com uma rotina profissional bastante carregada de diversas atividades, além da vida pessoal com suas outras responsabilidades, precisaram parar e se adaptar aos novos hábitos e práticas que foram necessários e que eram até então, para alguns, inimagináveis e incompreensíveis.

Por parte de todos esses grupos houve a procura por formas de manterem sua mente saudável mesmo estando em isolamento.

E sim, foi possível encontrar novas maneiras de melhorar suas condições cognitivas e emocionais de forma que fosse benéfico até para superar esse momento.

Ao praticar a ginástica para o cérebro houve uma potencialização na atividade intelectual por conta da melhora de vida profissional e pessoal em resultado da maior ativação de raciocínios e memórias.

Ainda se levarmos em conta o avanço que a tecnologia impõe ao mundo, um dos maiores desafios das próximas décadas é conseguir desenvolver essas questões num ritmo favorável que atenda de uma forma bastante técnica e prática a demanda da saúde mental.

Hoje já é possível encontrar diversas ferramentas pedagógicas que auxiliam de forma prática essas necessidades, como ábaco, jogos de tabuleiro, livros de exercícios cognitivos, dinâmicas em grupo e prática das neuróbicas, todas elas oferecidas pela SUPERA.

E por conta disso vale lembrar que é muito importante chamar a atenção da sociedade para a necessidade urgente de desenvolver as habilidades cognitivas de crianças, jovens, adultos e idosos, porque quanto mais suscetíveis a essas mudanças, mais rápida será a adaptação à nova realidade trazida pela pandemia.

* Mitsuru Sakaguchi é proprietário da Qualia Educação, Comércio e Serviços.

Para mais informações sobre habilidades cognitivas clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Vervi Assessoria



Defensoria Pública da União x Conselho Federal de Medicina

A Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou Ação Civil Pública contra o Conselho Federal de Medicina (CFM), objetivando a condenação por danos morais coletivos no importe, pasmem senhores leitores, não inferior a R$ 60.000.000.00 (sessenta milhões de reais).


Diálogo em vez de justiça

Viver felizes para sempre parece ser um privilégio exclusivo dos casais formados nos contos de fadas.


Salvar a dignidade também é salvar a vida

Quando recebemos o diagnóstico de uma doença grave, crônica ou que ameace a vida, muita coisa muda.


Imunização pode garantir o retorno das gestantes ao trabalho

Recentemente, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 2.058/21, que visa autorizar o retorno de gestantes ao trabalho presencial após imunização completa contra a Covid-19.


Selic mais alta não intimida mercado imobiliário

O setor imobiliário brasileiro surpreendeu os especialistas mais experientes e, durante a pandemia, foi um dos agentes responsáveis por manter a economia brasileira aquecida.


Vai sair do papel? Reforma Tributária deve ter votação rápida

Estamos a um ano das eleições nacionais. Isso pode soar como pouco tempo, mas, considerando o panorama político, é sensato dizer que ainda não aconteceu nada em termos de definições partidárias.


Que ingratidão…

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…


Empresa Cooperativa x Empresa Capitalista

A economia solidária movimenta 12 bilhões e a empresa cooperativa gera emprego e riqueza para o país.


O fundo de reserva nos condomínios: como funciona e a forma correta de usar

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo.


E se as pedras falassem?

Viver na Terra Santa é tentar diariamente “ouvir” as pedras! Elas “contemplaram” a história e os acontecimentos, são “testemunhas” fiéis, milenares porém silenciosas!


Smart streets: é possível viver a cidade de forma mais inteligente em cada esquina

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.


Quem se lembra dos velhos?

Meu pai, quando se aposentou, os amigos disseram: - " Entrastes, hoje, no grupo da fome…"