Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A importância de rótulos limpos e ingredientes naturais

A importância de rótulos limpos e ingredientes naturais

20/10/2016 Lilia Kawazoe

O mercado brasileiro de alimentos e bebidas saudáveis está crescendo em ritmo acelerado.

Como prova deste fato, mesmo em período de crise econômica, a venda de orgânicos registrou alta de 25% no país em 2015. O levantamento foi realizado pelo projeto Organics Brasil, programa de promoção internacional aos produtores orgânicos sustentáveis, fomentado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com direção executiva do Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD).

Para 2016, os dados são ainda mais animadores: a expectativa do programa é que o ano apresente expansão entre 30% e 35% nas vendas, com faturamento superior a R$ 3 bilhões. Esses números podem ser explicados pela visão holística dos consumidores de bem-estar, composta pelo equilíbrio entre alimentação saudável, atividade física e saúde mental.

Esse tripé aumenta a demanda por produtos mais naturais, simples e com maior transparência de informação. O fato é que o uso de ingredientes artificiais segue em tendência de queda. As pessoas não querem ingerir alimentos industrializados, com compostos químicos que elas não consigam entender logo na leitura do rótulo.

São tantos nomes e siglas desconhecidos, que isso repele os consumidores, principalmente quando o assunto é alimentação infantil. Em função dessa movimentação, os consumidores estão mais atentos às embalagens, leem e até estudam as propriedades presentes antes da decisão de compra.

É aí que surge a tendência do Clean Label, rótulos mais limpos, simples, com menor número de ingredientes e livres de aditivos indesejáveis. Há uma maior compreensão dos consumidores na procura de alimentos com menor quantidade de açúcar, livres de transgênicos (GMO free), sem glúten, sem lactose e sem alergênicos.

Além disso, a utilização de corantes artificiais, aromas sintéticos e aditivos químicos melhoradores de performance parece mesmo fadada a ser substituída por itens mais autênticos, práticos, saudáveis e naturais. Bons exemplos são os alimentos compostos por ingredientes contendo extrato natural de páprica e cúrcuma que conferem cor ao produto, extrato de alecrim com ação antioxidante do alimento e óleos vegetais, que têm se tornado sinônimos de saudabilidade.

A simplicidade e a transparência cativa o consumidor! As empresas precisam se comunicar de forma a atender à necessidade das pessoas e a educá-las sobre a alimentação, pois este também é um dos fatores com grande valor na decisão da compra.

*Lilia Kawazoe é Gerente Comercial da Unidade de Negócio Concepta Ingredients, pertencente ao Grupo Sabará, especializada no desenvolvimento de soluções naturais e tecnológicas, com foco nas indústrias de alimentos, bebidas, nutrição animal e farmacêutica veterinária.



Direita ou esquerda? Atenção aos atalhos!

Você deve estar pensando: lá vem mais um textão sobre reflexões políticas. Mas não é disso que vamos tratar aqui.


George Floyd: o racismo não é invencível

Na cidade de Minneapolis nos Estados Unidos, no dia 25 de maio de 2020, assistimos mais um triste e vergonhoso capítulo da violência policial contra um homem negro.


Quem lê para os filhos compartilha afetos

Neste momento em que tantas crianças aqui e mundo afora estão isoladas em casa, longe de colegas, amigos e com uma nova rotina imposta, é muito importante que os pais leiam para elas.


SUS: o desafio de ser único

Começo pedindo licença ao economista Carlos Octávio Ocké-Reis, que é doutor em saúde coletiva, para usar o nome de seu livro como título deste artigo.


Poderes em conflito – Judiciário x Executivo

Os Poderes da união que deveriam ser independentes e harmônicos entre si, cada qual com suas funções e atribuições previstas na Constituição, nos últimos dias, não têm se mostrado tão harmônicos.


A Fita Branca

Em março de 1963, um ano antes do golpe que defenestrou o governo populista de João Goulart, houve um episódio que já anunciava, sem ranhuras, o que estava por vir.


Como ficarão as aulas?

O primeiro semestre do ano letivo de 2020 está comprometido, com as crianças, adolescentes e jovens em casa, nem todos entendendo bem o que está acontecendo, principalmente as crianças menores.


Dizer o que não se disse

A 3 de Janeiro de 1998, Fernando Gomes, então Presidente da Câmara Municipal do Porto, apresentou o livro de Carlos Magno: “O Poder Visto do Porto - e o Porto Visto do Poder”.


Pegando o ônibus errado

Certo dia, o cidadão embarca tranquilamente na sua costumeira condução e, quadras depois da partida, em direção ao destino, percebe que está dentro do ônibus errado.


Resiliência em tempos de distanciamento social

Em meio à experiência que o mundo todo está vivendo, ainda não é possível mensurar o impacto do distanciamento social em nossas vidas, dada a complexidade desse fenômeno e a incerteza do que nos aguarda.


Nasce a organização do século 21

Todos sabemos que a vida a partir de agora – pós-epidemia ou período de pandemia, até termos uma vacina – não será a mesma.


Luto e perdas na pandemia: o que estamos vivendo?

Temos presenciado uma batalha dolorosa em todo o mundo com o novo coronavírus (COVID-19).