Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O Autêntico Pilates no desenvolvimento de crianças e adolescentes

O Autêntico Pilates no desenvolvimento de crianças e adolescentes

14/02/2018 Monica Esper de Oliveira

Você já deve ter reparado, em algum momento, como está a postura do seu filho, neto, amigo ou de alguém conhecido.

É notório como a nossa postura vem piorando ao longo dos anos, com todas as facilidades do dia a dia, modernização dos aparelhos de comunicação, inatividade, menos brincadeiras ao ar livre, mais videogames, sofás e computadores…

Algum dia o nosso corpo nos passará a conta de todo esse “mau trato” dado a ele. E é exatamente na postura onde começam os primeiros sinais disso tudo. Os desvios posturais, quando encontrados na infância e na adolescência, têm risco de evolução e devem ser tratados precocemente. Vale o alerta: ainda é melhor prevenir!

Estudos indicam que a coluna vertebral é uma das estruturas que mais sofrem as consequências do sedentarismo e da má postura. Cerca de 80% da população brasileira, na fase produtiva da vida, sofre de alguma alteração do aparelho locomotor e os distúrbios da coluna vertebral são a segunda causa de afastamento de trabalhadores ao serviço ou de aposentadoria.

A estrutura óssea tem seu crescimento e desenvolvimento completo em torno da segunda década de vida. Pacientes com mais de 20 anos de idade e que apresentam escoliose estruturada, não terão condições de tratar a curva, apenas a sintomatologia ou possíveis complicações. Portanto, em escolioses detectadas tardiamente, o tratamento fisioterapêutico é efetuado visando a redução do quadro álgico, fortalecimento muscular, alongamento e reorganização postural.

Durante o período escolar, a criança pode sofrer um aumento de tensão em determinados grupos musculares, causado pelo rápido crescimento ósseo, entre sete e dez anos de idade. É importante que os pais aumentem a atenção na postura das crianças e adolescentes nessa fase, para que não haja danos futuros.

O sistema músculo esquelético, além de fatores genéticos e hereditários, sofre influência de fatores externos, principalmente durante a infância. Cada indivíduo apresenta particularidades influenciadas pelo seu biótipo e a coluna vertebral sofre alterações quando submetida a vícios posturais, sobrepeso corporal, deficiências nutricionais, atividades físicas insuficientes ou incorretas, alterações respiratórias e musculares, distúrbios psicológicos ou anomalias congênitas adquiridas.

Como alguns desvios posturais são detectáveis ainda na infância, consideramos a sua prevenção como uma estratégia facilmente aplicável, levando a criança à prática de movimentos saudáveis, os quais são facilmente incorporados quando iniciados precocemente.

Nossa proposta no Autêntico Método Pilates é trabalhar com a prevenção das alterações posturais e tratamento dos desvios laterais, cifoses, fraquezas musculares e atuar evitando a má postura e suas consequências. Os exercícios oferecidos pelo Método são realizados em sessões individuais com instrutores capacitados a lidar com desvios posturais, dores e, também, na prevenção, considerando todas as características e necessidades individuais de cada um.

* Monica Esper de Oliveira é Fisioterapeuta



O Brasil enfrenta uma crise ética

O Brasil atravessa uma crise ética. É patente a aceitação e banalização da perda dos valores morais evidenciada pelo comportamento dos governantes e pela anestesia da sociedade, em um péssimo exemplo para as futuras gerações.

Autor: Samuel Hanan


Bandejada especial

Montes Claros é uma cidade de características muito peculiares. Para quem chega de fora para morar lá a primeira surpresa vem com a receptividade do seu povo.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Eleições para vereadores merecem mais atenção

Em anos de eleições municipais, como é o caso de 2024, os cidadãos brasileiros vão às urnas para escolher prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Autor: Wilson Pedroso


Para escolher o melhor

Tomar boas decisões em um mundo veloz e competitivo como o de hoje é uma necessidade inegável.

Autor: Janguiê Diniz


A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil