Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A incrível ilusão de pular etapas na vida profissional

A incrível ilusão de pular etapas na vida profissional

17/10/2016 Daniela do Lago

A indústria mundial vende bilhões oferecendo “facilidades”.

Estas são: consiga ter uma barriga chapada em três dias, emagreça dez quilos em um mês, fique rico sem trabalhar e por aí vai. Mas o fato é que obter resultados imediatos sem esforço não passa de uma ilusão.

Tudo tem seu tempo determinado! Quando falamos de carreira, esse processo de conquista não é diferente. É preciso tomar cuidado para não “pular etapas”. Com a incrível aceleração para alcançar o tal sucesso profissional, muitos me procuram para fazer o processo de coaching, uma conhecida ferramenta para desenvolvimento comportamental.

Nem todo mundo, porém, precisa passar por um método intenso como este. Assim, o primeiro passo para identificar se realmente o coaching é a ferramenta mais adequada naquele momento, as pessoas respondem a um questionário avaliativo.

Em alguns casos, é apenas uma questão de paciência para que o tempo de cultivo chegue e elas possam colher os frutos que plantaram naturalmente. Por conta de muitos “fenômenos” da internet - aqueles raros que inventaram algo e ficaram milionários da noite para o dia -, as pessoas acreditam que vão atingir o sucesso profissional tão rápido quanto eles.

Vale a ressalva que não é errado admirá-los, já que são exemplos inspiradores, mas sejamos sinceros: não acontece com todo mundo nem a todo momento. Não é produtivo deixar de encarar o dia a dia e depositar todas as fichas esperando que o mesmo aconteça e o salve da dura realidade. Abaixo, apresento três dicas para que todos possam encarar os obstáculos e construir uma carreira sólida e plena:

1) Estude: não me refiro apenas ao estudo acadêmico. É importante ler e buscar informações específicas sobre a área de atuação. Pergunte a qualquer profissional de sucesso sem diploma se ele recomenda que seus filhos não estudem e o quanto a falta de conhecimento custa aos cofres da empresa para pagar consultores diplomados. Portanto, boa educação e investimentos em cursos sempre abrirão portas na sua trajetória profissional;

2) Mostre bons resultados: mesmo com qualificação técnica, você não assumirá um cargo de liderança com grandes responsabilidades logo no início de sua carreira. Nem na empresa de sua família. O mundo não premia o potencial, e sim o real. É preciso gerar resultados para comprovar o quanto é bom tecnicamente. A experiência profissional na parte comportamental tem que ser vivida, e isso requer tempo. Tenha paciência;

3) Gaste menos do que ganha: é matemático, é a regra de ouro para não se tornar refém de nenhuma empresa. Ter independência financeira lhe dará a liberdade que tanto busca em sua carreira. Os profissionais mais procurados no mercado são aqueles que têm um respaldo financeiro. Será coincidência? Claro que não! Os profissionais livres arriscam mais, pois não têm medo de algo dar errado e, com isso, conseguem os melhores resultados. Conquistar esse patamar requer tempo e disciplina, portanto, comece logo.

Se você seguir essas dicas gerais, irá construir uma carreira sólida, no tempo necessário, e estará preparado se um fenômeno acontecer em sua vida.

* Daniela do Lago é coach de carreira, palestrante, professora dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas.



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa