Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A vacina é para todas as idades

A vacina é para todas as idades

09/09/2021 Manuella Duarte

Em todas as fases da vida manter a caderneta de vacinação em dia é muito importante.

A vacinação é a forma mais eficaz e segura de se adquirir proteção contra doenças infeciosas, como exemplo de algumas patologias consideradas graves, mas que felizmente tiveram surtos controlados à medida que as pessoas passaram a se vacinar, podemos citar sarampo, meningite, pneumonia e coqueluche.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a vacina evita de dois a três milhões de mortes, ao ano.

Por isso, todas as vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde (MS), e que fazem parte do calendário nacional são fundamentais e devem ser aplicadas nas faixas etárias, esquemas e doses determinadas para que tenham uma adequada proteção.

No caso dos adultos, o Ministério da Saúde recomenda que a partir dos 20 anos é preciso vacinar ao menos contra sarampo, caxumba, rubéola, hepatite B, febre amarela, difteria e tétano.

Já os idosos, é importante que pessoas acima de 60 anos tomem vacinas contra a gripe, pneumonia e meningite.

O envelhecimento é acompanhado de uma queda natural de imunidade, tornando essas doenças mais predominantes em quem já possui idade avançada.

Mas o que vemos atualmente é um cenário preocupante. Com a baixa cobertura vacinal, doenças que já estão erradicas podem voltar a circular e trazer sérios riscos à população.

Por conta da Covid-19, as pessoas passaram a se preocupar e vacinar contra o coronavírus, o que é essencial e correto.

Mas, a população não pode esquecer que outras doenças que são prevenidas com vacinas também são propícias de levar complicações, internações e até causar morte.

A vacina ensina o sistema imunológico a estabelecer meios de defesa contra agentes infecciosos. Mas, se continuar existindo queda vacinal, isso pode provocar o retorno de grandes surtos até então controlados no país.

De acordo com a Unicef, já são cerca de 80 milhões de crianças com menos de um ano de idade em situação de risco, no mundo.

E por ano, quase dois milhões de crianças ainda morrem por falta de acesso às vacinas, muitas vezes pelo custo da administração, escassez dos sistemas de saúde, e falhas no setor de saúde dos governos.

Voltando um pouco no tempo, conta a história que a primeira vacina surgiu no século XVIII, a partir dos estudos realizados pelo médico inglês Edward Jenner.

Ele fez uma experiência comprovando que, ao inocular uma secreção de alguém com a doença em outra pessoa saudável, esta desenvolvia sintomas muito mais brandos e tornava-se imune à patologia em si, ou seja, a pessoa fica protegida.

A partir daí, Jenner desenvolveu a vacina começando por outra doença, a cowpox (tipo de varíola que acometia as vacas), ao perceber que as pessoas que ordenhavam as vacas adquiriam imunidade à varíola humana.

* Manuella Duarte é fundadora e diretora-geral da Maximune.

Para mais informações sobre vacinação clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos:


Combate ao terrorismo após 11 de setembro: incertezas e desafios

Faz 20 anos que acompanhamos, principalmente pela televisão, o maior ataque terrorista da história contemporânea.


ESG qualifica empresas na busca por investidores

Segundo a Morningstar, no início do segundo semestre o volume global investidos em fundos ESG ultrapassou o montante de US$ 2,3 trilhões.


A moda e os desafios do envelhecimento

Não aceitamos que envelhecemos para não nos aproximarmos do nosso morrer.