Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A virtude da esperança

A virtude da esperança

25/05/2021 Bruno Antonio de Oliveira

Ao olharmos para Maria, facilmente descobrimos que sua vida é uma verdadeira escola de virtudes.

Escolhida por Deus e preservada de toda mancha do pecado, em previsão de sua maternidade divina, Maria é saudada pelo Arcanjo Gabriel como a cheia de Graça (cf. Lc 1, 28). Nessa graça reside a grandeza de sua beleza, sua santidade e todas as virtudes.

O Catecismo da Igreja Católica (CIC), ao ensinar sobre as virtudes, afirma que elas são uma disposição habitual e firme para fazer o bem, ou seja, a virtude é o que permite à pessoa escolher e praticar atos bons, oferecendo o melhor de si.

Essa disposição habitual na Virgem Maria é para nós um modelo, uma escola de santidade. Pois, além dessa propensão natural, Maria soube, em cada etapa de sua vida, acolher o dom divino e desenvolver com o seu sim todas as virtudes que a tornaram apta para o cumprimento de sua grande missão materna.

Dentre todas as virtudes de Maria, uma, à qual podemos nos deter em vista deste tempo em que vivemos, é a segunda virtude teologal: a esperança. Pela esperança, confiamos com a plena certeza de alcançarmos a vida eterna.

Nesse sentido, Maria é o modelo mais sublime de alguém que soube nutrir em sua alma a virtude da esperança.

Ainda que fosse a mãe do Filho de Deus, estando ela na terra, também esperava obter permanentemente a visão beatífica do Céu.

A esperança de Maria tem suas raízes no povo de Israel, ao qual ela pertencia, e sempre foi fiel às promessas de Deus.

Por um grau elevado nessa virtude, devido à graça de ser a mãe do salvador, Maria possuía uma esperança completamente singular e inabalável.

Foi por meio dessa virtude que a Virgem Maria se manteve segura, na esperança de que Deus lhe concedesse todos os meios necessários para cumprir com a sua missão de Mãe do Salvador.

A esperança sustentou Maria em suas maiores provações, colocando-a com firmeza no cumprimento da vontade de Deus.

Vemos, por exemplo, sua atitude esperançosa diante das angústias de seu esposo, São José, quando não podia explicar o inexplicável (cf. Mt 1, 18-19).

Verificamos também que na fuga repentina para o Egito, a fim de salvar seu filho das ameaças de morte, foi a esperança que sustentou toda a família de Nazaré (cf. Mt 2, 14-18).

E foi motivada pela esperança que Maria, nas bodas de Caná, recorreu ao seu filho confiantemente, pedindo que socorresse aqueles noivos do vexame de uma festa mal planejada (cf. Jo 2,1-11).

A virtude da esperança na Santíssima Virgem Maria é manifesta principalmente no seu completo abandono em Deus.

Exemplo desse abandono foi o momento do calvário onde, mesmo passando pela maior de todas as dores, ao ver seu Filho amado sendo cruelmente crucificado, Maria manteve firme a sua esperança.

E foi justamente pela virtude da esperança que Maria permaneceu de pé (cf. Jo 19, 25), esperando contra toda a esperança, ela acreditou (cf. Rm 4, 18). E porque acreditou e teve esperança, não ficou decepcionada, pois a esperança não decepciona (cf. Rm 5, 5).

Como bons alunos dessa escola de virtudes, que é a Santíssima Virgem Maria, aprendamos com ela a virtude da esperança, pois essa virtude nos manterá de pé diante dos piores flagelos.

A esperança nos fará enxergar que o sofrimento não é a resposta final. Com esperança, iremos além do sofrimento, e “alcançaremos” o Céu!

* Bruno Antonio de Oliveira é missionário da Comunidade Canção Nova.

Para mais informações sobre Virgem Maria clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Assessoria de Imprensa Canção Nova



Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos: