Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Apreciação e estima

Apreciação e estima

29/01/2022 Valdez Monterazo

“Não se abale com o brilho dos vaga-lumes dourados, nem com barulho dos elefantes raivosos” – HPB

Fazer elogios é um tema controverso, muitos sabem que ele é importante para as pessoas, mas não praticam. Outros nem ao mesmo conhecem o valor que ele tem.

Já ouviu a expressão. “Não elogia, se não estraga?” Frases como essa revelam uma crença popular, a de que não se deve apreciar as boas atitudes e performance dos que estão conosco. Elas não poderiam estar mais erradas.

Acontece que ao evidenciar e apreciar um bom desempenho, a tendência é que esse comportamento seja intensificado, ou seja, ele é repetido de maneira ainda mais intensa.

Percebeu? Apreciar as boas atitudes têm um efeito importante na performance das pessoas ao seu redor. De maneira oposta, não validar o time é uma das causas do desengajamento.

Dale Carnegie, um escritor best-seller sobre comportamento humano e considerado um guru sobre relacionamentos, comentou sobre isso em seu livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”.

Ele comenta que apreciar alguém, verdadeiramente, é um acontecimento impactante. Em geral, a crítica é bastante presente na vida de todos.

Pessoas são criticadas pela família, no trabalho, no trânsito. Quando são elogiadas, Dale Carnegie comenta que e como se o sol se abrisse em seu dia.

Outro autor, de grande renome científico, Abraham Maslow, comenta sobre isso em sua teoria das necessidades humanas.

Dentre vários aspectos que influenciam na motivação do ser humano, como sobrevivência, segurança, pertencimento, um dos fatores diretamente ligados à apreciação humana é a necessidade de autoestima.

Líderes podem ajudar no desenvolvimento da estima dos colaboradores ao evidenciarem suas qualidades, dessa forma, aumentando o engajamento de forma geral.

Dito isso, existe uma forma excelente de se elogiar alguém. Caso feito da maneira errada, um elogio pode ser considerado bajulação. Nesse sentido, como fazer elogios?

Para você que tem dificuldades em elogiar, ou que, talvez, possa fazê-lo de maneira melhor, separei 3 princípios que podem te ajudar.

1. Elogie uma qualidade ou valor da pessoa

Fale de qualidades referentes ao caráter das pessoas, por exemplo, seu senso de justiça, perseverança, otimismo, lealdade etc.

2. Evidencie uma situação

Após falar de uma qualidade específica, comente a situação em que observou a qualidade em ação. Isso ajuda o outro a perceber essa característica em si.

3. Seja específico!

Seja pontual e específico! Deixe claro qual o ponto ou comportamento foi excelente.

E você? Quando foi a última vez que apreciou a boa performance de um colaborador ou de alguém próximo a você?

Saiba que ao fazer isso você, além de estimular o engajamento deles em relação ao trabalho, será capaz de cultivar relacionamentos mais positivos e duradouros.

Por fim, se você leu até aqui, meus parabéns! Sinta-se uma pessoa extremamente comprometida com o próprio sucesso, pois poucos se comprometem verdadeiramente em buscar informações e experiências que as ajudem a crescer.

* Valdez Monterazo é associado sênior na Sociedade Brasileira de Coaching, especializado em negócios, liderança e psicologia positiva. 

Para mais informações sobre elogios clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Case Comunicação Integrada



Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.


Quem vive em união estável tem direito à pensão por morte?

A pensão por morte é um benefício do INSS destinado aos dependentes de um segurado quando o instituidor faleceu.


O que a inveja desperta em você?

Inveja é um sentimento de natureza humana que se caracteriza por ódio ou rancor em relação a algo de bom que o outro tem, e você não.


“Os bem-comportados podem sair”

Havia na empresa onde trabalhei quase quarenta anos, o costume, enraizado na tradição, de não abandonar o local de trabalho, sem o chefe do departamento, dizer: “Podem sair!”


Dados sobre religião entre jovens nos USA

As religiões cristãs no ocidente têm motivos para preocupação diante de um crescente número de ‘sem religião’ entre as novas gerações.


Tecnologia e EPIs

Áudio e vídeo inteligente para a segurança de colaboradores de infraestrutura crítica.


Dia Mundial do DNA: o que a data representa para a medicina?

No ano de 1953, os cientistas James Watson, Francis Crick, Maurice Wilkins, Rosalind Franklin e outros colegas publicaram artigos na revista Nature com o objetivo de desvendar a estrutura da molécula de DNA.