Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Aprenda a dar feedback com “técnica do sanduíche”

Aprenda a dar feedback com “técnica do sanduíche”

02/10/2016 Daniela do Lago

O feedback é essencial para ajudar na motivação dos profissionais.

A crítica é parte fundamental do processo para orientar as pessoas a apresentarem comportamento e desempenho adequados a uma determinada situação e, além disso, é importante para o aprendizado e o crescimento.

O famoso feedback ajuda a modificar a nossa maneira de lidar com algumas situações e a trabalhar com mais empenho na busca de melhores resultados. Pessoas bem­-sucedidas sabem valorizar as críticas que recebem de chefes, subordinados, colegas, clientes, fornecedores, no meio em que vivem e aprendem a utilizá-las em proveito próprio, não apenas no ambiente de trabalho, mas também nas relações sociais e familiares.

O feedback é essencial para ajudar na motivação dos profissionais. A “técnica do sanduíche” para dar um retorno sobre as atividades dos colaboradores, além de ser simples e eficaz, ajuda no aprendizado de como fazer uma crítica construtiva.

Para entende-la melhor, pense nos passos para se fazer um sanduíche: primeiro, corte o pão em duas metades e passe o condimento de sua preferência; coloque o recheio que você mais gosta e, por último, feche com a outra base do pão.

Pois bem, o feedback construtivo também pode ser feito da mesma forma, em apenas três passos:

Primeiro passo - “Base do pão”: inicie a conversa com ênfase e valorização dos pontos fortes daquele colaborador. Lembre-se de que o objetivo é aprimorar um comportamento ou desempenho e, ao comentar algo que não deu certo, use expressões positivas. Isso indicará que esse “bate-papo” terá desfecho assertivo;

Segundo passo - “Recheio”: a exemplo do seu sanduíche, essa é a parte mais importante, por isso vou descrevê-la em tópicos:

a) Descreva o que aconteceu: qual é o problema? Tenha bem claro o que, no atual comportamento ou desempenho, precisa ser alterado e por quê. Cite um exemplo real, esse é um ponto crucial;

b) Ouça: permita que o colaborador exponha suas dúvidas e motivos de suas possíveis dificuldades;

c) Descreva o comportamento desejado: seja específico. É muito importante deixar claro o desempenho ou resultado esperado;

d) Procure soluções em conjunto: promover os ajustes necessários para a execução da tarefa pode não ser muito simples. Ajude com orientações e sugestões, tendo-se em vista o objetivo final esperado;

e) Chegue a um acordo: é delicado forçar a execução do trabalho da forma que o líder julga ser adequada ou agir para mudar o comportamento do colaborador. Por isso, é importante ajudar e encorajar diante do desafio proposto, mas nunca se esquecer de que é ele quem realizará a tarefa. Pense na seguinte frase: “eu sei fazer isso muito bem, mas outros podem fazer ainda melhor”.

Terceiro passo – “Fechar o sanduíche”: reforce novamente os pontos positivos. Demonstre confiança na possibilidade de êxito, aperfeiçoamento e crescimento.

É bom frisar que, além desse passo a passo, você deve criar o ambiente apropriado para a crítica, busque falar com o colaborador em um local adequado, em particular e isento de interrupções. A crítica é sempre em particular, o elogio em público. Nunca ao contrário.

Siga os passos da “técnica do sanduíche” para melhorar os relacionamentos na empresa. Você também pode utilizá-los para revisar seu próprio desempenho.

* Daniela do Lago é coach de carreira, palestrante, professora dos cursos de MBA da Fundação Getúlio Vargas nas disciplinas de Gestão de Pessoas, Comportamento Organizacional, Comunicação e Relacionamento Interpessoal e escritora.



O bom senso na vida profissional

Aprender é um processo que nunca deveria se esgotar para nenhuma pessoa.


Lava Jato – Quem é o pai da criança?

Desde o início da operação Lava Jato, a população ficou estupefata com as revelações do emaranhado esquema de corrupção que assolava o país.


Engenharia e inovação, por que o setor está estagnado?

Uma reflexão que merece ser realizada é sobre quais os motivos que levam o setor de Engenharia e Construção a ser tão conservador.


Dicas para entregar seu projeto com melhor qualidade em menor tempo

Há uma infinidade de fatores que influenciam no sucesso (ou não) de um projeto.


Viver não custa…

Meses depois de ter casado, na Igreja, fui viver para andar de prédio, que ficava nos subúrbios da minha cidade.


Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.