Portal O Debate
Grupo WhatsApp

As inovações e necessidades na retomada dos serviços de campo nos negócios

As inovações e necessidades na retomada dos serviços de campo nos negócios

25/05/2022 Marco Tanelli

Quando falamos da necessidade de uma experiência positiva do cliente ao contratar um serviço ou produto, muitas vezes nos referimos à compra e usabilidade, mas não podemos nunca nos esquecer da importância que os serviços de atendimento ao cliente e solução de problemas tem não apenas na fidelização do cliente, mas também na imagem da empresa ao mercado.

E em com o crescimento de modelos de negócio “as a service”, ou seja, por meio de assinaturas e on demand, a assistência prestada pelas empresas ganha um peso ainda maior. E um fator ainda importante que não pode ser minimizado são os serviços de campo.

Com o advento da transformação digital e a sua aceleração no último ano por conta da pandemia de Covid-19, é natural imaginar que os serviços de campo perderam espaço. Visitas in loco à clientes, empresariais ou particulares se tornaram raras em um momento em que o isolamento social era necessário.

Porém com a adoção de protocolos de segurança rígidos e o avanço da vacinação estas visitas voltaram a acontecer, trazendo com elas as inovações e adaptações decorrentes deste período difícil.

Vale ressaltar que o setor não estava parado antes da pandemia. Novas tecnologias e investimentos em soluções menos custosas, mais eficientes e que tragam uma melhor experiência para o cliente já eram prioridade das empresas de diversos setores. Desde uma filtragem mais precisa sobre os problemas que necessita uma visita de campo, até mesmo o uso de tecnologias em realidade aumentada, que permitem um atendimento à distância.

Naturalmente, as necessidades e natureza dos serviços de campo mudam de acordo com o setor. Empresas de telecomunicação, como provedoras de internet e telefonia empresarial têm demandas diferentes do setor hospitalar, que requer uma manutenção constante e bem-feita de seus equipamentos.

Daí advém também uma mudança no perfil destes serviços. Muitas empresas têm optado por reduzir a frequência das visitas, mas realizar manutenções e serviços mais completos, o que traz benefícios não só para a própria empresa com a redução de custos, mas para a experiência do cliente.

Não podemos nos esquecer que quando um profissional está realizando um serviço de campo, ele se torna uma verdadeira extensão da empresa. Mais do que o indivíduo, o cliente está recebendo a prestadora de serviços. E é com isto em mente que este tema deve ser abordado.

Investir na profissionalização e inovação dos serviços de campo é investir no relacionamento do cliente com a empresa. Afinal, é esta relação que garantirá que ele não apenas continue sendo um cliente, mas também um embaixador da marca.

* Marco Tanelli é Director, Customer Workflows na ServiceNow.

Para mais informações sobre negócios clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Edelman



As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa


O futuro da indústria 5.0 na sociedade

O conceito de Indústria 5.0 é definido como uma visão humanizada das transformações tecnológicas no setor, equilibrando as necessidades atuais e futuras dos trabalhadores e da sociedade com a otimização sustentável do consumo de energia, processamento de materiais e ciclos de vida dos produtos.

Autor: Pedro Okuhara


Em defesa do SUS: um chamado à ação coletiva

A escassez de recursos na saúde pública brasileira é um problema crônico.

Autor: Juliano Gasparetto


Impactos da proibição do fenol pela Anvisa no mercado de cosméticos e manipulação

Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tomou a decisão de proibir a venda e o uso de produtos à base de fenol em procedimentos de saúde e estéticos.

Autor: Claudia de Lucca Mano


A fantasia em torno da descriminalização da maconha

"As drogas pisoteiam a dignidade humana. A redução da dependência de drogas não é alcançada pela legalização do uso de drogas, como algumas pessoas têm proposto ou alguns países já implementaram. Isso é uma fantasia".

Autor: Wilson Pedroso


Ativismo judicial: o risco de um estado judicialesco

Um Estado policialesco pode ser definido como sendo um estado que utiliza da força, da vigilância e da coerção exacerbada contra a população, principalmente com seus opositores.

Autor: Bady Curi Neto


Abortada a importação do arroz

O governo desistiu de importar arroz para fazer frente à suposta escassez do produto e alta de preços decorrentes das cheias do Rio Grande do Sul, responsável por 70% do cereal consumido pelos brasileiros.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


2024, um ano de frustração anunciada

O povo brasileiro é otimista por natureza.

Autor: Samuel Hanan


Há algo de muito errado nas finanças do Governo Federal

O Brasil atingiu, segundo os jornais da semana passada, cifra superior a um trilhão de reais da dívida pública (R$ 1.000.000.000.000,00).

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


O mal-estar da favelização

Ao olharmos a linha histórica das favelas no Brasil, uma série de fatores raciais, econômicos e sociais deve ser analisada.

Autor: Marcelo Barbosa