Portal O Debate
Grupo WhatsApp

As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

14/09/2021 José R. Iampolsky

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.

No entanto, ela é a responsável pela maioria das discórdias que acontecem em um condomínio. As dúvidas quanto ao uso das garagens são constantes.

Atualmente, de acordo com a legislação, existem três tipos de disponibilização de vagas de garagem nos condomínios.

São elas: vaga autônoma, vaga vinculada e vaga de garagem de uso comum. A classificação das vagas de acordo com o Código Civil é:

a) O primeiro modelo é a vaga autônoma que são aquelas que possuem uma matrícula própria no cartório de registro de imóveis, onde ela se torna propriedade privativa e pode ser vendida separadamente da unidade habitacional;

b) A vaga vinculada possuem matriculadas próprias, no entanto, elas são vinculadas às matriculadas das unidades habitacionais. Logo, elas não podem ser vendidas separadamente;

c) O outro modelo de garagem recorrente nos condomínios é a vaga de garagem de uso comum, ou seja, a garagem faz parte do prédio, o morador estaciona na vaga disponível e ele só pode utilizar, não podendo fazer uso pessoal ou vender como parte do imóvel.

O Código Civil, por meio da Lei Federal 12.607, ressalta que existem diversas diretrizes que asseguram os direitos das vagas.

Uma dessas diretrizes é a proibição da venda ou aluguel de vaga de garagem em condomínio, mas a lei é flexível. Se dois terços dos moradores decidirem em reunião que as vagas podem ser vendidas ou alugadas, torna-se permitido.

Um dos responsáveis pela criação da Lei 4.591/64, o jurista Caio Mário da Silva Pereira, afirma que cada condomínio pode ser considerado como uma pequena sociedade que possui seus acordos.

Assim, os acordos firmados no regulamento deverão ser cumpridos por todos os condôminos, No entanto, o jurista ressalta que os acordos firmados em reunião condominial não podem contrariar a legislação vigente no país.

Por isso, ter um regulamento interno bem formatado e alinhado com a convenção condominial é de suma importância para o sucesso da gestão.

O regulamento interno do condomínio precisa citar as vagas de garagem contendo as regras do uso de vagas que são coletivas e/ou rotativas.

O regulamento precisa representar o melhor para os condôminos com o intuito de evitar que haja abuso e mau uso da propriedade pelos condôminos e visitantes.

Danos aos veículos em vagas de garagem

Outro ponto importante presente no Código Civil é em relação aos danos que podem ser causados aos veículos enquanto eles estiverem na garagem.

De acordo com o Código caso aconteça algum dano com o carro na garagem o condomínio só será responsabilizado se houver provas concretas.

É necessário que um funcionário da área de vigilância presencie e testemunhe a favor da vítima. Mesmo que o dano seja capturado pelas câmeras de vigilância isso não se torna suficiente para que o condomínio seja responsabilizado.

Vale salientar que os equipamentos de CFTV (câmeras) devem ser disponibilizados pelo edifício para que o causador do dano seja encontrado.

Se o dano for causado por um condômino, o condomínio não pode assumir nenhuma responsabilidade.

Por fim, para que não ocorra nenhum conflito entre os moradores e o condomínio é válido reforçar que sempre se faça a checagem de informações referente às vagas de garagem na convenção, para que sejam observadas as normas que podem ser aplicadas em cada situação.

* Jose R. Iampolsky é CEO da Paris condomínios, empresa criada em 1945 para administrar condomínios e alugueis.

Para mais informações sobre condomínios clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Vervi Assessoria



Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos:


Combate ao terrorismo após 11 de setembro: incertezas e desafios

Faz 20 anos que acompanhamos, principalmente pela televisão, o maior ataque terrorista da história contemporânea.


ESG qualifica empresas na busca por investidores

Segundo a Morningstar, no início do segundo semestre o volume global investidos em fundos ESG ultrapassou o montante de US$ 2,3 trilhões.


A vacina é para todas as idades

Em todas as fases da vida manter a caderneta de vacinação em dia é muito importante.


A moda e os desafios do envelhecimento

Não aceitamos que envelhecemos para não nos aproximarmos do nosso morrer.