Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Atividade insalubre

Atividade insalubre

25/12/2018 Flávia Souza e Silva de Almeida

O ideal e mais prudente seria defender a eliminação do agente insalubre.

Atividades insalubres são aquelas que expõem os empregados a agentes nocivos à saúde, acima dos limites legais permitidos. Em termos jurídicos, somente são reconhecidas quando passam a ser incluídas em relação estipulada pelo Ministério do Trabalho.

Conforme o artigo 192 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o exercício de trabalho em condições insalubres, ou seja, acima dos limites de tolerância estabelecidos pelo Ministério do Trabalho, assegura o recebimento de adicional de 40%, 20% e 10% do salário-mínimo da região, segundo se classifiquem respectivamente nos graus máximo, médio e mínimo.

A Norma Regulamentadora (NR) 15, que descreve as atividades, operações e agentes insalubres, define as situações/atividades que, vivenciadas nos ambientes de trabalho pelos trabalhadores, demonstrem a caracterização do exercício insalubre, além de apresentar os limites de tolerâncias.

A eliminação ou a neutralização da insalubridade podem ocorrer, de acordo com o artigo 191 da CLT, pela adoção de medidas que conservem o ambiente de trabalho dentro dos limites de tolerância; ou com a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) ao trabalhador que diminuam a intensidade do agente agressivo a limites de tolerância.

Pensando na saúde do trabalhador, o ideal e mais prudente seria defender a eliminação do agente insalubre e a consequente retirada do pagamento do adicional de insalubridade, pois a remuneração paga nunca substituirá a saúde lesionada. Infelizmente, em alguns casos isso se torna inevitável e o empregador estará obrigado a pagar o adicional de insalubridade.

* Flávia Souza e Silva de Almeida é médica do trabalho, mestre em Saúde Coletiva pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, onde é Vice-Coordenadora do Curso de Especialização em Medicina do Trabalho.

Fonte: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo



Superando os gigantes

A pequena Faculdade de Sabará demonstrou fazer jus ao ditado popular de que “tamanho não é documento”.


Sentença da juíza do Paraná

A sentença do Paraná traz a minha memória uma decisão que proferi quando exercia a função judicante.


A burra de Martim Tirado

As velhas historietas que os avós contavam à lareira.


Erros comuns de mulheres nos exercícios da academia

Perder mais peso e diminuir o risco de lesões eliminando os seguintes maus hábitos de suas rotinas.


Uma aula de vida

Uma aula de busca de liberdade em um filme para rever a cada instante!


Como estar preparado para a possível reforma tributária?

A reforma tributária deve ser um dos maiores desafios neste primeiro mandato.


Pressão popular e o poder judiciário

A imparcialidade do magistrado é princípio primeiro para o exercício da judicatura.


O caminho da simplicidade

Todos temos um grau de acumulador.


Sonhos precocemente interrompidos

Culpa consciente ou dolo eventual?


Precisamos desconectar

Um estudo recente da Universidade Estadual de São Francisco, na Califórnia (EUA), apontou que interagimos, em média, 2.617 vezes por dia com nossos smartphones.


Ministro Moro no país das narrativas

Mais importante que a dureza da lei, porém, é a certeza de sua aplicação.


Lula, a vestal do prostíbulo da lavagem de dinheiro

O PT está em pavorosa vendo seu expoente maior afastado da vida política, condenado e preso.