Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como vai o seu guarda-roupa?

Como vai o seu guarda-roupa?

18/11/2008 Divulgação

Estamos próximos do fim do ano, e já começa a correria. O Natal chegando, compras para fazer, decisões a tomar sobre onde passar as festas... e os quilos a mais adquiridos ao longo do ano?

Sim, tem aqueles que estão literalmente correndo para enxugar os quilinhos extras. Vale tudo para estarmos em forma.  Poderia ficar aqui enumerando várias situações, todas bastante familiares para a  maioria de nós. Mas, na verdade, quero chamar a atenção para um outro lado, um novo olhar. Vamos sair um pouco desses apelos pelos quais somos envolvidos por meio dos comerciais que desejam nos pegar pela emoção. Vamos aproveitar essa época e nos isolarmos por um instante só. Vamos viajar um pouco, fazer de conta que iremos fazer uma faxina em nosso guarda roupa, abrir as portas e ver como está dentro. Mas, cuidado! Esse guarda-roupa é você, lembre-se disso.

Quantos sonhos engavetados estão na sua memória? Cansados com a longa espera e ansiosos para virarem, literalmente, uma história. Quantas palavras mal interpretadas estão amassadas lá no fundo, esperando uma oportunidade de esclarecimento? Quantas vontades estão do avesso, esperando que você as coloque no lugar? Quantas promessas que estão sem botão! Esperando aquele momento para você por em prática. Quantas conquistas você teve e não soube reconhecer e agradecer? Quantos amigos você deixou de lado, por pura preguiça de ligar? Penso que já temos informações suficientes para trabalhar. Esse exercício é real, aproveite essa iniciativa, e literalmente arrume as prateleiras, gavetas e cabides do seu guarda-roupa, aproveite este final de Ano para fazer uma limpeza em seus pensamentos e para colocar em ordem a sua vida.

Posso afirmar que o exercício é milagroso! Deixe a sua mente navegar, não crie limites, permita-se recordar de situações, boas ou ruins. O que importa é que naquele momento elas estavam fazendo a sua história. Fique atendo aos insights. Convido você a voar nas asas de um sonho e acreditar que sempre existem chances de semear uma nova verdade. Viva mais, aprenda mais, se desafie mais, conquiste, desfrute do ócio para criar, controle menos, reconheça o que está a sua volta e agradeça sempre por todas as situações.

*Edmar Oneda - coach de vida e sócio fundador da Academia do Palestrante.



Que ingratidão…

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…


Empresa Cooperativa x Empresa Capitalista

A economia solidária movimenta 12 bilhões e a empresa cooperativa gera emprego e riqueza para o país.


O fundo de reserva nos condomínios: como funciona e a forma correta de usar

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo.


E se as pedras falassem?

Viver na Terra Santa é tentar diariamente “ouvir” as pedras! Elas “contemplaram” a história e os acontecimentos, são “testemunhas” fiéis, milenares porém silenciosas!


Smart streets: é possível viver a cidade de forma mais inteligente em cada esquina

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.


Quem se lembra dos velhos?

Meu pai, quando se aposentou, os amigos disseram: - " Entrastes, hoje, no grupo da fome…"


Greve dos caminhoneiros: os direitos nem sempre são iguais

No decorrer da sua história como república, o Brasil foi marcado por diversas manifestações a favor da democracia, que buscavam uma realidade mais justa e igualitária.


Como chegou o café ao Brasil

Antes de Cabral desembarcar em Porto Seguro – sabem quem é o décimo sexto neto do navegador?


Fake news, deepfakes e a organização que aprende

Em tempos onde a discussão sobre as fake news chega ao Congresso, é mais que propício reforçar o quanto a informação é fundamental para a sustentabilidade de qualquer empresa.


Superando a dor da perda de quem você ama

A morte é um tema que envolve mistérios, e a vivência do processo de luto é dolorosa. Ela quebra vínculos, deixando vazio, solidão e sentimento de perda.


A onda do tsunami da censura

A onda do tsunami da censura prévia, da vedação, da livre manifestação, contrária à exposição de ideias, imagens, pensamentos, parece agigantar em nosso país. Diz a sabedoria popular que “onde passa um boi passa uma boiada”.


O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?