Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cuidado ao utilizar remédio por conta própria!

Cuidado ao utilizar remédio por conta própria!

29/01/2009 Divulgação

Aparentemente uma doença comum e de fácil tratamento, a conjuntivite deve ser tratada de maneira individualizada.

Mesmo sabendo que é perigoso comprar remédios com base na indicação de amigos, vizinhos, muitas pessoas ainda recorrem à automedicação regularmente. O perigo desta prática é grande. Muitas vezes, estes remédios não prescritos pelo oftalmologista causam novas doenças, mascaram os sintomas da real moléstia ou, ainda, não produzem efeito algum, fazendo com que o incômodo do paciente persista.

Sem a devida indicação médica, não é recomendável fazer uso de colírios. Estes medicamentos têm princípios ativos variados, como corticóides e antibióticos, que podem mascarar ou agravar algumas doenças oculares. O aspecto inofensivo dos colírios e a facilidade de administração deste produto, somados ao fácil acesso às drogas oftalmológicas nas farmácias, são fatores de risco para a população. Precisamos combater a automedicação por meio de campanhas que destaquem os perigos para a visão do uso indiscriminado destas substâncias.

O uso de colírios com antibióticos de forma crônica e irregular pode facilitar o aparecimento de mutações de bactérias que se formam resistentes ao medicamento. O hábito de utilizar colírio ‘comum’ que deixa ‘olho branquinho’ pode significar o uso de uma droga vaso constritora que pode ter efeito colateral para a pressão ocular, além de tornar o paciente dependente do colírio.

Cremes e pomadas também devem ser prescritos pelo oftalmologista. Muitas pessoas, no afã de aliviar uma coceira ou um ardor aplicam nos olhos pomadas antialérgicas destinadas à pele, atitude equivocada e perigosa, que pode mascarar doenças e provocar uma alergia ocular.

Conjuntivite deve ter acompanhamento oftalmológico

Aparentemente uma doença comum e de fácil tratamento, prevalente no verão, a conjuntivite deve ser tratada de maneira individualizada. O remédio que a sua tia usou para tratar a conjuntivite dela certamente não servirá para toda a família. Nos casos de conjuntivite causada por agentes patógenos de alta-virulência, se a infecção não for tratada com o antibiótico correto, ela pode se transformar numa úlcera de córnea ou até mesmo numa perfuração do globo ocular com cegueira irreversível.

Patologias da córnea como ceratites, corpos estranhos e úlceras também são causas freqüentes de olhos vermelhos que podem levar a lesões graves se não forem tratadas adequadamente. Portanto, não adianta adiar a consulta ao oftalmologista. Para ter certeza sobre o medicamento a ser utilizado, é preciso conhecer primeiro a causa da doença. O glaucoma agudo, por exemplo, requer tratamento de emergência para que danos permanentes ao nervo óptico sejam evitados. A automedicação, neste caso, é muito perigosa.

Não devemos  fazer concessões nem aos remédios naturais e às receitas caseiras. Todos os medicamentos, sem exceção, têm efeitos colaterais e podem provocar riscos à saúde. O mais seguro é procurar o oftalmologista para tratar do seu problema ocular. Os amigos e os vizinhos devem ser consultados sobre outras questões.

*Dra. Maria Beatriz Guerios, oftalmologista do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.



Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?