Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dicas para construir networking e gerenciar a carreira

Dicas para construir networking e gerenciar a carreira

28/04/2018 Sami Boulos

A maioria dos executivos não se atentou à necessidade de construir e gerenciar uma rede de contatos.

É considerado um desafio para a maioria dos profissionais reconhecer que um dos mais importantes pilares de suas carreiras depende da eficiência com que é gerenciada sua rede de relacionamentos – o networking.

Essa habilidade, tão simples e, ao mesmo tempo, tão complexa e necessária, vem sendo imposta àqueles que necessitam dela para a sua sobrevivência no mundo corporativo, principalmente para aqueles que optaram por seguir a carreira corporativa.

Diante das exigências da função e do atual ambiente em constante mudança, a maioria dos executivos não se atentou à necessidade de construir e gerenciar uma rede de contatos profissionais. Afinal de contas, como muitos alegam, não têm tempo para isso!

Essa desculpa explica, mas não justifica. Isso porque o profissional deve, sobretudo, saber distinguir o contato amigo, aquele com quem nos relacionamos informalmente, do contato profissional, ou seja, o contato o qual fomos apresentados por outro profissional em algum momento (por isso o termo rede).

Exatamente aí é que começamos a construir nossa rede de relacionamentos. O objetivo desse contato será para troca de informações no qual, você leva informações relevantes sobre mercado e, ao mesmo tempo, recebe outras tantas que irão mantê-lo, além de tudo, bem informado. É um processo de troca.

O mais importante é compreender que o networking não deve se restringir ao círculo do mercado em que você se encontra naquele momento. Ele deve expandir sua rede, abrindo oportunidades de relacionamento em outros círculos profissionais, cujos segmentos de mercado serão atrativos no futuro.

É o profissional se expondo em setores do mercado que julga promissores para a sua carreira futura. É exatamente essa expansão que fortalecerá sua exposição e, consequentemente, sua empregabilidade.

Mas, a pergunta que fica é: como você deve construir uma rede que seja eficiente e permita que continue administrando sua agenda e seus compromissos com o cargo que exerce no momento?

Procure reservar um almoço por semana para se encontrar com um profissional que nunca tenha visto, mas que tenha sido apresentado por outro contato de suas relações. Isso vai exigir pesquisa sobre quais mercados você tem interesse em acessar e, por conseguinte, quais profissionais contatar que irão lhe ajudar a acessar esses novos segmentos.

Você deve reservar tempo para essas atividades: pesquisa dos mercados promissores, lista de empresas desses mercados, principais contatos em sua rede e, ainda, se preparar para conduzir a reunião, uma vez que foi você quem a solicitou.

Após realizar o contato, você deve garantir o vínculo. Se você não cria um vínculo na primeira reunião, dificilmente vai conseguir manter esse relacionamento profissional ao longo de sua carreira.

Os assuntos discutidos e os planos individuais conversados devem ser mantidos e arquivados como o histórico do relacionamento, e existem muitas oportunidades para criar esse vínculo. Por exemplo, um plano de iniciar um novo curso de seu novo contato pode ser o motivo de enviar a ele um e-mail, após 4 ou 5 meses, perguntando se gostou e valeu a pena o tal curso, e assim por diante.

Se você mantiver o vínculo com apenas, vamos dizer, 50% desses contatos, sua rede será extremamente poderosa, atraindo oportunidades para a sua carreira, criando fontes de referências e informações, novas alternativas de investimentos em novas competências, atraindo ainda mais contatos e, assim, expandindo sua rede num círculo vicioso e extremamente produtivo.

Saiba que o networking é uma atividade que deve ser exercida por todos os profissionais que queiram crescer em suas carreiras, independente da escolha: mundo corporativo, atividade da consultoria, o empreendedorismo, a carreira acadêmica, dentre outras.

Porém, no mundo corporativo, como dito anteriormente, o networking é um dos principais pilares de sustentação de um executivo. E aí, já pensou quem vai abordar primeiro?

* Sami Boulos é especialista em gestão e planejamento de carreira e conselheiro da Trilha Carreia Interativa, consultoria especializada em desenvolvimento e transição de carreira.

Fonte: IMAGE Comunicação



Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.


Pai é quem ama e cuida

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, pai não é somente quem nos gerou.