Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dizer o que não se disse

Dizer o que não se disse

01/06/2020 Humberto Pinho da Silva

A 3 de Janeiro de 1998, Fernando Gomes, então Presidente da Câmara Municipal do Porto, apresentou o livro de Carlos Magno: “O Poder Visto do Porto - e o Porto Visto do Poder”.

Nessa ocasião, afirmou: “É um grande gozo ler crónicas sobre frases que não proferi e conceitos que não defendi.”

Cai aqui bem, o que escreveu Padre António Vieira: “Ah, Senhor, quantos falsos testemunhos vos levantaram! Quantas vezes ouço dizer que são palavras Vossas o que são imaginações minhas, que me não quero excluir deste número.”

O cristianismo anda tão infestado de leigos ignorantes, e falsos pregadores, que muito que se diz, não passam de pura caricatura.

Numa recente sondagem, realizada em Portugal, muitos “crentes”, declararam-se católicos…mas não acreditavam em Deus!… São crentes, em quê?!

Sacerdotes há (católicos e evangélicos) que não pregam a Palavra, mas suas palavras, com roupagens convenientes…

Também há, quem acredite em Deus e na Bíblia, mas adaptam a Palavra, consoante os interesses: “Dizem o que Ele nunca disse”.

Até há, quem pregue o que querem ouvir, e afirmam, a pés juntos, que é preciso retirar versículos, porque se encontram desatualizados!…

Pastor evangélico, chegou-me a dizer: que devia ignorar Epistola, porque ensinava doutrina diferente ao que ensina sua denominação!

Outros, alteram a pontuação, de certas passagens bíblicas, para alterarem o sentido do texto sagrado.

É como disse o Padre António Vieira: “Quantas vezes ouço dizer que são palavras Vossas, o que são imaginações minhas”.

Quem quer conhecer a doutrina de Jesus, pegue no Novo Testamento e leia-O. Lá encontrará a verdadeira doutrina de Cristo.

O Evangelho, é a única fonte, onde se pode beber a água cristalina, límpida e desincrustada de preconceitos e subtis infiltrações.

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.