Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Em bicos de pés

Em bicos de pés

01/09/2020 Humberto Pinho da Silva

Sempre que há acontecimento, que envolve político ou figura pública, aparecem intelectuais e pseudointelectuais, em bicos de pés, na mass-media.

Para marcarem opinião? Ou para aparecerem? Creio, na maioria das vezes, é apenas vaidade. Só vaidade; para se tornarem conhecidos…

Joaquim Letria, quando faleceu Jorge Amado, escreveu interessante crónica intitulada: “Abutres” (24 Horas - 20/8/01).

Nela refere-se ao desaparecimento de figuras conhecidas, e assegurando que logo surge quem afirme ser amigo, e narra curioso episódio ocorrido com ele:

"Morre uma personalidade – escreve Joaquim Letria, – um vulto, uma figura, como lhes querem chamar, e aí estão eles a voar baixinho, prontos a dizerem o que mais aprouver, sempre politicamente corretos, sem risco dum desmentido, pois o cadáver não reclama e parece mal à família protestar, em vez de estar entregue à sua dor."

“Surgem assim as grandes frases doa mortos, as controvérsias tardias, as confissões íntimas, a última entrevista, as palavras no leito de morte, as amizades desconhecidas, os amores escondidos, os murmúrios extemporâneos, as vivências exclusivas. Pobres mortos, que nem assim conseguem descansar!”

Fazem por amizade e admiração? Não! Fazem-no, para se tornarem importantes. Para se porem em bicos de pés, e serem conhecidos.

Do mesmo jeito, muitos militam nos partidos políticos; bajulam os líderes; berram na praça pública; assinam abaixo-assinados e petições…

Por convicção? Não! Apenas para obterem lugar rendoso, ou satisfazerem a vaidadezinha.

Todavia, há – mas poucos, muito poucos, – que se dedicam a uma causas. Que servem, e não se servem.

Se o Mundo não está ainda pior, é devido a esse punhado de homens e mulheres, que abnegadamente se entregam, a obras meritórias, como a Irmã Teresa de Calcutá.

Mas, infelizmente, são poucos, muito poucos A maioria, buscam apenas benesses…

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.


Novo salário mínimo em 2022 e o impacto para os trabalhadores autônomos

O valor do salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212,00.


2021 – A ironia de mais um ano que ficará marcado na história

Existe um elemento no ano de 2021 que imputou e promoveu uma verdadeira aposta de cancelamentos e desejos para que ele seja mais um ano apagado da memória de milhares de pessoas: A pandemia, que promoveu o desaparecimento definitivo de milhares de pessoas.


Negócios do futuro: por que investir em empreendedorismo no setor financeiro

Você sabia que 60% dos jovens de até 30 anos sonham em empreender?


A importância de formar talentos

Um dos maiores desafios das empresas tem sido encontrar talentos com habilidades desenvolvidas e preparados para contribuir com a estratégia da empresa.


Sustentabilidade em ‘data center’: setor se molda para atender a novas necessidades

Mesmo que a sustentabilidade ainda seja um tema relativamente novo no segmento de data center, ele tem se tornado cada vez mais necessário para as empresas que querem agregar valor ao seu negócio.


Tendência de restruturações financeiras e recuperações judiciais para o próximo ano

A expectativa para o próximo ano é de aumento grande no número de recuperações judiciais e restruturações financeiras, comparativamente, aos anos de 2021 e 2020.