Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Forças Gravitacionais no Varejo

Forças Gravitacionais no Varejo

24/07/2016 Leandro Krug Batista

Einstein estava certo.

Há 100 anos ele conseguiu teorizar (sem nenhuma planilha de Excel ou HP-12C) que existiam ondas gravitacionais emitidas no universo.

E por falar em gravidade, você sabia que a localização de uma loja pode ser definida por leis gravitacionais?

Não são necessariamente as mesmas variáveis que vemos nos estudos da Física, mas somos mais ou menos atraídos por um tipo de varejo em cada circunstância, dependendo de algumas variáveis que contribuem direta ou inversamente para a nossa escolha! São algumas delas:

Tempo de deslocamento: o tempo de deslocamento do cliente até a loja é inversamente proporcional à sua atratividade.

Distância do cliente: a distância também é inversamente proporcional à atratividade ao cliente. Contudo, se o tempo de deslocamento for menor, ele influenciará nessa atratividade.

Ganho financeiro: quanto maior o ganho financeiro com descontos e ofertas na aquisição de produtos, maior a atratividade do consumidor.

Proximidade a outras conveniências: quanto mais questões o cliente puder resolver na própria loja ou nos seu arredores, mais tempo pessoal ele economizará, logo, mais atraído ele estará.

Interação entre o Digital e o Físico: quanto mais o cliente puder transitar entre os canais digitais (celular, internet, ipad) e os canais físicos, tendo uma experiência integrada, maior será a propensão dos seus gastos.

Existem outras forças gravitacionais e até cálculos mais complexos (Método Gravitacional Converse - 1949), contudo, considerando essas variáveis citadas, já é possível compreendermos por que, às vezes, lojas de conveniência nos cobram preços percentualmente tão mais caros e não reclamamos.

E, ao mesmo tempo, enfrentamos quilômetros de distância para passar o dia inteiro em outlets.

* Leandro Krug Batista é professor da Pós-Graduação da Universidade Positivo, consultor de Franchising e Gestão de Redes de Varejo e Mestre em Gestão Estratégica.



Entre a Pressa e a Preguiça

Quem já passou dos quarenta anos e viveu em algum canto do Brasil, experimentou, certamente, exercícios sistemáticos de paciência.



O “Golpe do WhatsApp” e o roubo da conta no aplicativo

Caso você seja vítima desse golpe, deve imediatamente entrar em contato com o WhatsApp para informar que alguém está utilizando a sua conta.


Reflexão sobre a democracia

Deambulava numa manhã de domingo, na Praça da Batalha, no Porto, quando perpassei por sujeito, elegantemente trajado: calça e casaco azul-marinho, camisa branca, gravata cinza.


Como não errar ao investir?

Muitas pessoas têm receio em falar sobre os seus investimentos, pois ainda é um grande tabu falar sobre dinheiro.


Para uma sociedade melhor

No tempo da minha juventude, conheci mocinha, de origem modesta, mas rica de inteligência, esperteza e perspicácia.


Fake (old) News

Tanto a existência das fake news quanto a expressão em si, já existem há muito tempo.


Por que os professores de Humanas são de “esquerda”?

Quero começar essa reflexão com uma resposta simples: não!


Como revestir a casa de forma prática e com menor custo

Nos últimos anos, uma das novidades de maior destaque se traduz no surgimento dos revestimentos inteligentes.


O livro e a cultura

29 de outubro é o Dia do Livro. 5 de novembro é o Dia da Cultura.


Os controversos e suas controvérsias

O ano de 2019 tem sido, sem dúvidas, muito fértil para os noticiários políticos internacionais.


A demora do Poder Legislativo em não regular a prisão em segunda instância

Os parlamentares federais são exclusivamente culpados por ter o STF procedido à revisão da prisão em segunda instância.