Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Governabilidade, governança e accountability

Governabilidade, governança e accountability

05/12/2020 Dr. Cristiano Caveião e Izabelle Rodrigues

Os termos “governabilidade”, “governança” e “accountability” estão em alta, principalmente, nos últimos anos em que as investigações relacionadas a corrupção em todas as esferas governamentais encontram-se ativas, e fazem com que sociedade acompanhe os gastos públicos e exija de seus representantes uma maior transparência em sua gestão.

A referida transparência corresponde ao accountability, ou seja, significa uma responsabilidade ética nas decisões.

Quem deve desempenhar esse papel no Estado é o Tribunal de Contas e o Ministério Público, que por sua vez também devem fazer a sua prestação de contas à sociedade (já que são órgãos governamentais).

Em síntese, podemos dizer que:

Governabilidade é a capacidade política do Estado;

Governança é a capacidade da administração em executar as políticas públicas;

Accountability corresponde à prestação de contas da administração para a sociedade, mas não se limita somente a isso, ela faz a apresentação de contas, responsabilização e responsividade dos agentes.

Entretanto, a sociedade vem se mobilizando e ampliando sua influência sob os governantes, por meio das redes sociais.

Essa atitude mobiliza as decisões internas dos representantes governamentais, que fará com que apresentem maior ou menor grau de governabilidade, que corresponde ao ato de conseguir governar.

A nossa estrutura política não permite que apenas um poder possa legislar da forma como bem pretender, assim, é preciso que os governantes tenham boas relações para que seja possível instituir suas propostas de governo, que serão votadas e aprovadas.

Um representante sem governabilidade torna seu mandato inviável, visto, que fica impedido de aprovar suas propostas de governo.

O resultado é a inabilidade de governança, ou seja, a incapacidade de dirigir a economia e atender os anseios da sociedade.

Com isso, percebe-se que a máquina pública possui mecanismos para exigir o controle e fiscalização dos gastos públicos, mas é preciso reforçar a participação da sociedade nesse processo para que a governança se torne um hábito entre os representantes e não uma mera formalidade.

Assim, podemos dizer que a governabilidade tem relação com a legitimidade; e a governança é extremamente ampla e está relacionada com a capacidade de execução e também com competência técnica; já a accountability tem relação com a utilização do poder e dos recursos públicos, em que o titular da coisa pública é o cidadão e não os políticos eleitos.

* Dr. Cristiano Caveião é professor e coordenador do curso de Tecnologia em Auditoria em Saúde do Centro Universitário Internacional Uninter.

* Izabelle Rodrigues é professora do curso de Tecnologia em Auditoria em Saúde do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



A primeira romaria do ano em Portugal

A 10 de Janeiro – ou domingo mais próximo dessa data, dia do falecimento de S. Gonçalo, realiza-se festa rija em Vila Nova de Gaia.


Medicina Preventiva x Medicina Curativa

A medicina curativa domina o setor de saúde e farmacêutico. Mas existe outro tipo de cuidado em crescimento, chamado de Medicina Personalizada.


A importância da inovação em programas de treinamento e desenvolvimento

O desenvolvimento de pessoas em um ambiente corporativo é um grande desafio para gestores de recursos humanos, principalmente para os que buscam o melhor aproveitamento das habilidades de um time através do autoconhecimento.


Por que o 13º salário gera “confiança” nos brasileiros?

O fim do ano está chegando, mas antes de pensar no Natal as pessoas já estão de olho no 13º salário.


O gênero “neutro” ou a “neutralização” de gênero

Tenho visto algumas matérias sobre a “neutralização” do gênero na língua portuguesa, no Brasil, algumas contra e algumas a favor. Digo no Brasil, porque em Portugal não vejo isto.


O poder da gentileza

O mês de novembro traz uma comemoração muito especial e essencial para estes tempos pandêmicos e de tanta polarização política: o Dia da Gentileza.


Branco no preto

As pessoas pretas no Brasil vivem pior do que as pessoas brancas, independentemente de qualquer situação.


Politicamente Correto, Liberdade de Expressão e Dignidade Humana

Estamos vivenciando, há tempos, a dicotomia de opiniões, a divisão clássica na qual a forma de expressar, de pensar, contém apenas lados antagônicos, separados que não podem convergir ou, ao menos, serem respeitados.


Prévia tucana, um tiro no escuro

Diferente das eleições primárias norte-americanas, onde os partidos Democrata e Republicano escolhem seus candidatos e definem a plataforma eleitoral, a prévia que o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) realizará neste domingo (21/11) está cercada de interrogações.


A imagem do Senhor Jesus de Santa Marinha de Vila Nova de Gaia

Nesta época pandémica, que parece não deixar de nos dizimar – dizem: por causa de novas variantes e à facilidade de movimentação, – é oportuno recordar como o povo de Deus se libertou de funestas calamidades, recorrendo à oração e à penitência.


Algoritmos e automação: a combinação certa para potencializar a vida na era digital

Há quinze anos, quem poderia imaginar que seria possível trabalhar, fazer compras, ter planos personalizados para treinos da academia e conseguir organizar investimentos em bolsas globais sem sair de casa?


Transformação digital: os desafios de um novo modelo

Com a chegada da Quarta Revolução Industrial, organizações dos mais diferentes portes e setores estão encarando obstáculos de toda ordem para lidar com as novas demandas do consumidor.