Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Indústria na vanguarda da metrologia

Indústria na vanguarda da metrologia

13/11/2016 Vagner Sampaio

A metrologia tem relação direta com a história da indústria.

No início, equipamentos eram aplicados para dar suporte ao desenvolvimento de produtos, à manufatura de veículos e ao controle da qualidade.

Com a evolução das técnicas de desenvolvimento e produção e dos métodos de gerenciamento da qualidade, essa ciência se reinventou.

O homem provou que não está somente ligada ao controle, mas à conceituação do produto e ao gerenciamento da produção, num movimento contínuo de aplicações. Na área da metrologia industrial há promessas de redução dos tempos de análise e das incertezas de medição.

Novos métodos de avaliação estão sendo fortemente percebidos dentro das indústrias e têm ocupado muito o lugar das tradicionais práticas de medição por contato, especialmente nos processos de fabricação, que atuam cada vez mais com peças pequenas e de geometrias complexas.

Uma das últimas inovações tecnológicas aplicadas à metrologia dimensional é o sistema de medição integrado à linha de produção (in-line). A integração das atividades de medição dentro do processo produtivo tem ocorrido em ritmo acelerado, visto que a indústria atual en¬frenta cenário de crescente aumento da competitividade e demanda por projetos com peças que possuem cada vez menores tolerâncias e maiores graus de complexidade.

Ao integrar um sistema de medição à linha de produção, obtêm-se vantagens operacionais que têm motivado a aproximação da tecnologia aos ambientes de produção. Uma delas é o diagnóstico dimensional das peças, que pode ser realizado logo após a fabricação.

Eliminam-se tempo e movimentação de peças para salas de medição off-line. E mais: informações são atualizadas com a condição do processo produtivo, o que permite a detecção de eventuais desvios quase em tempo real.

Outra inovação é a chamada metrologia óptica 3D, recurso poderoso para o desenvolvimento e o controle dimensional de produtos. Esta tecnologia apresenta muita versatilidade como a medição de materiais deformáveis, como objetos de espuma ou borracha flexível, que não podem ser medidos de forma segura com métodos convencionais como sistemas de apalpação ou por contato.

Desta forma, pretende-se preencher eventuais lacunas para alcançar dados consistentes e melhorar a posição das empresas no mercado com uma tecnologia do futuro. Uma das vantagens da utilização desta tecnologia é a rapidez da avaliação do processo.

São necessários apenas alguns cliques com o mouse para ter imediatamente uma primeira impressão integral da peça. Mesmo usuários menos experientes podem obter uma visão geral e determinar uma tendência de desvio para o produto avaliado.

Uma única operação de digitalização leva de dois a cinco segundos. Vale ainda destacar o conceito MBD (Model Based Definition), que teve origem nas empresas aeronáuticas norte-americanas. A sua essência consiste em concentrar num único modelo CAD 3D todas as informações necessárias para a fabricação do produto, o que possibilita abolir desenhos em papel e qualquer representação em 2D.

Facilita-se, assim, o gerenciamento das informações e atualizações, de modo a minimizar erros de comunicação. Esses e outros assuntos serão apresentados e discutidos no Simpósio SAE BRASIL de Metrologia 2016, que fomentará o tema “Metrologia na Cadeia de Fornecedores da Indústria da Mobilidade”, e será realizado dia 30 de novembro, na Meritor, em Resende/ RJ.

* Vagner Sampaio é metrologista e membro da comissão organizadora do Simpósio SAE BRASIL de Metrologia 2016.



A ilusão da egolatria: você sabe com quem está falando?

Episódios de pessoas que se julgam superiores e acima da lei, infelizmente têm se tornado comuns na sociedade brasileira.


O rádio, a TV e a “live”

Os brasileiros de média (ou avançada) idade, viveram no tempo em que o rádio era o todo poderoso meio de comunicação.


Tão próximos e tão distantes

Não há dúvidas de que a internet mudou a realidade da maior parte do mundo.


Onde querem colocar o dinheiro da Educação?

No país de bons brasileiros perguntamos: onde querem colocar o dinheiro da Educação?


Um novo normal essencial; um velho normal desejado

Ver sorrisos, estar dentro de abraços, realizar eventos e trazer alegria…


Criptomoedas: O dinheiro do futuro ou o futuro do dinheiro?

Seja qual for futuro dos meios de pagamento, fato é: não podemos desprezar que as criptomoedas mudaram a maneira com que nos relacionamos com o dinheiro.


A polêmica nota de R$200,00

No dia 29 de julho de 2020, foi anunciado pelo Banco Central (BACEN) que, em agosto, será colocada em circulação a nota de R$200,00, que incorporará a imagem do lobo-guará.


Recalibrando sua estratégia de prevenção de fraudes para a nova realidade

Tal qual um automóvel, a detecção de transações criminosas em uma organização deve passar por revisões periódicas para aumentar sua eficiência.


Em tempos de pandemia, gestão de pessoas não é conversa, é ciência

Sou um curioso da gestão de pessoas. Ao longo desses anos como gestor, aprendi muito com os profissionais de recursos humanos com quem tive a honra de trabalhar.


Combatendo a violência contra a mulher

Na pandemia, houve o triste aumento de casos de violência contra a mulher.


Economia mais digital do que nunca

Pesquisas realizadas nos últimos meses apontam que o consumo em e-commerce cresceu mais de 40% desde o início da quarentena no Brasil.


O que será o Novo Normal?

Tem gente louca para voltar. E outros em pânico só de pensar em retornar.