Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Lula no país das delações premiadas

Lula no país das delações premiadas

12/05/2017 Bady Curi Neto

O ex-presidente Lula hoje responde a cinco processos na Justiça Federal de Curitiba e Brasília.

Na história infantil nonsense, Alice no País das Maravilhas, Alice, ao correr atrás de um coelho, escorrega em sua toca e cai em um jardim maravilhoso, vivendo várias experiências impossíveis e inusitadas, até ser acordada de seu sonho.

O ex-presidente Lula, o maior expoente do Partido dos Trabalhadores, que anteriormente gozava de uma reputação quase irretocável, vivia uma vida de luxo, locomovendo de uma cidade para outra somente de jatinhos particulares, degustando vinhos caríssimos, fazendo palestras ao preço cobrado pelos ex-presidentes da maior potência mundial – EUA – hoje responde a cinco processos na Justiça Federal de Curitiba e Brasília, acusado por Obstrução à Justiça, Corrupção Passiva, Lavagem de Dinheiro, Tráfico de Influência e Organização Criminosa.

Como todas as condutas delitivas, apontadas pelo Ministério Público em suas denúncias, são de difícil apuração, devido ao fato dos demais envolvidos também responderem pelos mesmos crimes, o ex-Presidente vinha afirmando sua inocência.

Lula dizia que não tinha que fazer prova de sua inocência e que cabe aos Procuradores provarem as acusações contra ele imputadas, no que lhe assiste razão. Não precisa ser do meio jurídico para conhecer o jargão popular “quem acusa, tem que provar”.

O ex-presidente como bom orador que é, repetia aos quatro cantos do país, por onde discursava ou dava entrevistas: “Desafio qualquer empresário a dizer que Lula pediu R$10”; “Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste País, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu.

Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da igreja católica, nem dentro da igreja evangélica. Pode ter igual, mas eu duvido”; “Nem Moro, nem Dellagnol, nem o delegado da Polícia Federal tem a lisura, a ética e a honestidade que eu tenho nestes 70 anos de vida pública”.

As frases de efeito do ex-presidente Lula, propicia um discurso de candidato e talvez, com a certeza, que seus antigos amigos empreiteiros não forneceriam provas robustas contra ele, certo que, se o fizessem, estariam se alto denunciando pelas práticas dos mesmos tipos penais, não convencem mais.

Certamente Lula não contava que os demais réus da Operação Lava Jato fechariam acordos de colaborações premiadas, nos quais ao se predisporem a colaborar com a justiça, recebem em troca um benefício, a exemplo da redução da pena, comprometendo-se a falar e apresentar provas no intuito de elucidar os crimes praticados.

Assim se deu com Marcelo, Emilio Odebrecht, seus executivos, Leo Pinheiro (presidente da OAS) entre outros, todos ligados ao ex-presidente. O depoimento dos colaboradores, publicados na imprensa, são altamente comprometedores, demonstrando que o ex-presidente, ao contrário dos seus discursos de arrosto de honestidade, recebera várias vantagens indevidas, frutos de corrupção.

O ex-presidente, em uma paráfrase às avessas da história infantil citada no início do artigo, escorregou na certeza de sua impunidade e caiu em um novo ordenamento jurídico, sua história poderá ser intitulada, Lula – No País Das Delações Premiadas.

* Bady Curi Neto é advogado fundador do Escritório Bady Curi Advocacia Empresarial, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).



Indulto x Interferência de Poderes

As leis, como de corriqueira sabença, obedecem a uma ordem hierárquica, assim escalonadas: – Norma fundamental; – Constituição Federal; – Lei; (Lei Complementar, Lei Ordinária, Lei Delegada, Medida Provisória, Decreto Legislativo e Resolução).


Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


Propaganda eleitoral antecipada

A propaganda para as eleições neste ano só é permitida a partir do dia 16 de agosto.


Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Mercado imobiliário: muito ainda para crescer

Em muitos países, a participação do mercado imobiliário no Produto Interno Bruto (PIB) está acima de 50%, enquanto no Brasil estamos com algo em torno de 10%.


Entender os números será requisito do mercado de trabalho

Trabalhar numa empresa e conhecer os seus setores faz parte da rotina de qualquer colaborador. Mas num futuro breve esse conhecimento será apenas parte dos requisitos.


Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.