Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Memória fraca da senadora Gleisi Hoffmann

Memória fraca da senadora Gleisi Hoffmann

27/09/2017 Julio César Cardoso

O pito da senadora Ana Amélia à líder da bancada da chupeta e do PT, Gleisi Hoffmann, foi arrasador.

Da página do Facebook da Senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS): “Hoje (19/09) tive de refrescar a memória da senadora presidente do PT que censurou os parlamentares que votaram a favor do impeachment. Por que não menciona as obras inacabadas que foram iniciadas em 2014 apenas como parte do projeto de reeleição a qualquer custo? O resultado da gestão irresponsável foi a mais grave crise do país e 14 milhões de desempregados. É preciso coerência nas atitudes. Querem tapar o sol com a peneira! A ladainha de perseguição política não cola mais depois do que Palocci falou na Justiça sobre Lula”.

Acessando a página eletrônica da senadora Ana Amélia, o leitor poderá assistir ao vídeo onde a senadora gaúcha, com desenvoltura e contundência, destrói os argumentos do PT e da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). O pito da senadora Ana Amélia à líder da bancada da chupeta e do PT, Gleisi Hoffmann, foi arrasador.

Gleisi, no entanto, com o seu sorriso de sempre debochado, engoliu a seco as verdades de Ana Amélia. Será que Gleisi dorme um sono tranquilo diante da condenação de Lula e de outras que virão, inclusive dela e de seu esposo Paulo Bernardo, o qual é acusado em parceria com a CONSIST de ter criado esquema criminoso para lesar os empréstimos consignados dos velhinhos aposentados e endividados?

Causa estupefação a desfaçatez de Gleisi ao ainda defender Lula, depois de desmascarado por Palocci. Lula é um caso de patologia psiquiátrica. Agora, encurralado na Justiça, chega ao desplante de invocar o testemunho de uma pessoa morta, a sua própria esposa, para justificar os comprovantes de pagamentos de aluguel, que ele finge não saber.

Será que a senadora Ana Amélia conseguiu refrescar a memória da empedernida Gleisi Hoffmann?

* Júlio César Cardoso é Bacharel em Direito e servidor federal aposentado.



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.