Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Mineração e a possível retomada econômica

Mineração e a possível retomada econômica

09/10/2020 Alexandre Brandão Bastos Freire

O Programa Mineração e Desenvolvimento (PMD), que foi lançado dia 28 de setembro, tem como finalidade fixar a agenda do governo Federal para a mineração deste ano até 2023.

Ele contém 110 metas, entre elas, economia mineral, sustentabilidade ambiental e investimento e financiamento para o setor. Uma observação importante é a preocupação do PMD no que se refere à questão da segurança jurídica.

Neste quesito, o ponto em destaque é a atração de investimentos para projetos na área da mineração, principalmente, do exterior, com o objetivo de concretizar essa atividade como uma parceria para o desenvolvimento sócio-econômico-ambiental, inclusive nos municípios mineradores e nas regiões próximas.

O programa traz ainda pautas que já demandavam uma discussão mais ampla acerca da atividade mineradora, a partir dele o Brasil não será conhecido apenas como um dos principais em desenvolver a mineração, mas também como o país com uma cultura de mineração inovadora.

Um outro ponto do programa que merece destaque é a regularização da mineração em áreas indígenas, o que possibilita combater a mineração ilegal, além de ampliar as áreas de aproveitamento para a atividade.

É bom entender que o PMD não é só para assegurar que a mineração seja regularizada, mas também ajuda a gerar empregos, diminuindo as barreiras para exploração, fazendo com que haja mais investimentos, aumentando ainda a necessidade de mão de obra.

A ideia é estimular a retomada econômica por meio da atividade mineradora sustentável, para isso, o plano propõe estimular implantação de minas com tecnologias que tenham pouco impacto ambiental e proporcione um elevado ganho social; adotar medidas para atrair investidores públicos, privados, nacionais e internacionais e amenizar a dependência de matéria mineral importada e aperfeiçoar mecanismos de fiscalização e controle.

A rica história da mineração no Brasil como atividade socioeconômica começa no século XVII, com as expedições chamadas entradas e bandeiras que vasculharam o interior do território a procura de metais valiosos (ouro, prata, cobre) e pedras preciosas (diamantes, esmeraldas). Já no início do século XVIII (entre 1709 e 1720) estas foram achadas no interior da Capitania de São Paulo (Planalto Central e Montanhas Alterosas), nas áreas que depois foram desmembradas como Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.

Não podemos deixar de enaltecer que o solo brasileiro é rico em minerais. De acordo com Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, somente em julho, o país extraiu 88 tipos de minérios do subsolo.

Ainda segundo Bento, os minerais contribuem com 2,5% do PIB, geram mais de R$ 50 bilhões em tributos e royalties durante um ano.

As exportações do Brasil em minério de ferro avançaram 18,5% em setembro em relação ao mesmo período de 2019, para 37,86 milhões de toneladas, em período em que a Vale previu ampliar o ritmo de produção, de acordo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Todos esses fatores trazem um saldo positivo para a balança comercial brasileira e mais um estímulo a organização do setor.

* Alexandre Brandão Bastos Freire é sócio do escritório Bastos Freire Advogados e MBA em Direito Empresarial.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos: