Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Muito além dos livros

Muito além dos livros

28/10/2016 Domus Aurea

A leitura está diretamente vinculada à liberdade e à modernidade.

Desde os primórdios, a leitura de registros escritos é utilizada para compreendermos a realidade, aprendermos sobre as diferentes culturas, refletirmos sobre o real sentido das ideias, sobre nossas vivências e nossos sonhos.

Neste contexto, há evidências de que a leitura, em nossa cultura, sempre foi o caminho para alargarmos fronteiras, nos aprofundarmos na história e construirmos novos mundos. Sendo assim, a leitura está diretamente vinculada à liberdade e à modernidade.

Ao longo da história e atualmente, em que nos deparamos com um mundo das tecnologias, de informações instantâneas e do conhecimento das múltiplas linguagens, a leitura nos possibilita aprimorar a habilidade comunicativa, dinamizar o raciocínio e a compreensão textual, ampliar o contato com a norma culta da língua, praticar a gramática e o enriquecimento do vocabulário, evidenciando que ela está intimamente associada ao saber, ao desenvolvimento intelectual e pessoal.

Os conteúdos trabalhados na escola, por exemplo, poderiam ser muito mais significativos e dificilmente esquecidos pelas pessoas, se a leitura rotineira fosse um hábito na vida das mesmas. As dúvidas, muitas vezes, frequentes durante a escrita, deixariam de existir, pois a leitura transforma nosso conhecimento, tornando-o mais amplo e diversificado.

O hábito de ler deve ser criado durante a infância, ressaltando às crianças que a leitura, além de prazerosa, é muito importante para que se transformem em adultos cultos, dinâmicos e capazes de transformação. Assim como a família, a escola também deve considerar a leitura como uma das mais importantes tarefas a serem realizadas com os estudantes.

Os adultos precisam compreender a real necessidade da leitura, bem como praticar com eficiência tal hábito. Todos são responsáveis por desenvolver estratégias e diferentes maneiras de incentivar o hábito de leitura nas crianças.

De acordo com especialistas, para que possamos compreender a importância do hábito de ler, necessitamos conhecer três objetivos bastante distintos: realizar a leitura por prazer, o qual oportuniza, por meio de linguagens diferenciadas, o desenvolvimento da imaginação, a ampliação da escuta lenta e o enriquecimento do vocabulário; ler para estudar, objetivando a elaboração de novos conhecimentos, o que deve ser trabalhado com as crianças desde cedo; ler para manter-se informado, geralmente ocorre por meio da leitura dinâmica e descontraída de diferentes gêneros textuais, compreendendo que a leitura não deve ser uma atividade solitária, mas sim um diálogo ou uma troca, que podem ser bastante estimulantes.

A leitura, quando ocorre de maneira significativa, apesar de ser caracterizada por uma dimensão de individualidade, por possibilitar ao leitor que utilize as mais variadas significações para compreender e preencher as lacunas e os vazios do texto, também oportuniza que sejam encontradas respostas para muitas indagações presentes na sociedade.

Para tanto, o contato com a língua escrita culta e correta pode ocorrer de diferentes maneiras, basta diversificar as leituras. O ato de ler é muito mais do que ler apenas livros, considerando todo e qualquer meio de comunicação, como jornais, revistas, revistas em quadrinhos, redes sociais, entre outras publicações. Hoje, a leitura está em diferentes plataformas e existem inúmeros gêneros textuais, que podem agradar até o mais cético dos leitores.

* Domus Aurea é gestora de 1° e 2° anos do Colégio Positivo Júnior.



Quando a desinformação é menos tecnológica e mais cultural

Cenário é propício para o descrédito de pesquisas, dados, documentos e uma série de evidências de veracidade.


Igualdade como requisito de existência

Na última cerimônia de entrega do EMMY, o prêmio da TV Norte Americana, um ator negro foi premiado, fruto de reconhecimento praticamente unânime de seu trabalho.


Liderança é comunicação, conexão e confiança

Cada dia que passa, percebo que uma boa comunicação e liderança têm total relação com conexão.


“A educação é a arma mais poderosa…” mas para quem?

Tudo o que se cria ou se ensina no mundo tem dois lados. Geralmente as intenções são boas e as pessoas as tornam ruins.


“Golpe do Delivery”

Entregadores usam máquina de cartão para enganar consumidor.


A inclusão educacional e o mês das crianças

O tema da inclusão está na ordem do dia, dominando as agendas no mês das crianças.


A velha forma de fazer política não tem fim

Ser político no Brasil é um grande negócio, uma dádiva caída do céu, visto as grandes recompensas de toda a ordem obtidas pelos políticos.


Procedimento de segurança

“Havendo despressurização…”, anuncia a comissária, em tom calmo, aos ouvidos dos senhores passageiros daquele voo atrasado, sob a umidade e a monocromia do céu de quase inverno.


Envelhecimento: o tempo passa para todos

Todos nós, em algum momento de nossas vidas, já ouvimos a frase: “o tempo passa para todos”.


Os passos para encontrar a si mesmo e a Deus

Mar da Galileia, Mar de Tiberíades ou Lago de Genesaré, um lugar significativo de tantos milagres e narrativas do Evangelho.


A babá e o beijo

Se eu tinha dúvidas, agora não tenho mais.


A despolitização do Supremo Tribunal Federal

Não pode funcionar bem e com total isenção uma corte ou tribunal de indicação e nomeação política.