Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Não temos medo. Ladrão que ladra não morde ninguém!

Não temos medo. Ladrão que ladra não morde ninguém!

10/11/2019 Julio César Cardoso

Lula solto. Eis o resultado da interferência política, de entidades e partidos corruptos de esquerda no STF.

Acabou o último bastião da ética, da moralidade e da justiça. O STF está corrompido, com exceção de alguns ministros, e precisa passar pelo crivo da CPI no Senado, caso o seu presidente, Davi Alcolumbre, tenha a coragem republicana de atender ao pleito da maioria dos senadores.

É muito vergonhoso ter-se uma Suprema Corte que não sustenta as suas decisões em tão pouco tempo, causando clima de insegurança jurídica.

É escandaloso  ver o impoluto ministro Gilmar Mendes tergiversando para justificar a mudança de seu voto dado em decisão passada, o que revela não ter ele consistência jurídica ou maturidade suficiente para refletir sobre os seus atos no colegiado do tribunal.

Doravante, que credencial tem o STF para continuar a representar a última trincheira do Judiciário brasileiro?

Por isso, é necessário revisão nos critérios de indicação política de seus ministros, os quais deveriam ser pinçados apenas dos quadros do Judiciário e sem nenhuma interferência de outro órgão da República. A regra constitucional está fragilizada, obsoleta e precisa se alterada.

O ex-presidente Lula saiu de sua mordomia inaceitável onde se encontrava, nas dependências da Polícia Federal, em Curitiba, para logo em seguida nos braços de sua corja de malfeitores do país destilar o seu veneno de jararaca contra aqueles que legalmente o condenaram à prisão.

Mas a maioria do povo brasileiro está alerta e impedirá que o país seja novamente dominado pela gangue que quase levou o Brasil à bancarrota.

Não temos medo. Ladrão que ladra não morde ninguém. E se a turma da subversão quiser homenagear Lula com demonstração de força, de desrespeito à ordem democrática, o espírito de um AI-5 renovado poderá pôr a casa em ordem e dar uma lição bem merecida no PT, PCdoB e PSOL.

* Júlio César Cardoso é servidor feral aposentado.

Fonte: Júlio César Cardoso



Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.