Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nossa proposta para o Brasil (II)

Nossa proposta para o Brasil (II)

28/07/2008 Divulgação

Os objetivos de um candidato ao governo do país não podem se resumir a uma agenda política fundada nas expectativas da Nação, gerada nas últimas décadas. Essa agenda deve ser apenas o passo inicial de um esforço maior, que é a elaboração de um Projeto Nacional. E quais seriam os fundamentos desse projeto?

Antes de entrar nesse tema, valeria a pena mencionar alguns esforços bem sucedidos, realizados em vários países, para realizar esse esforço. O primeiro caso que nos ocorre é a proposta de um Novo Pacto (“New Deal”) com que o presidente Franklin D. Roosevelt acenou ao povo dos Estados Unidos após a sua eleição, em 1933. Naquela ocasião, os EUA encontravam-se diante da maior crise da sua história, resultante da quebra da Bolsa de Nova York, em 1929. Economia destroçada, falência de grande número de empresas, desemprego, escassez de alimentos e de outros bens, tudo isso flagelava um país que até pouco tempo atrás se orgulhava de suas realizações.

O presidente Roosevelt pôs em prática o seu plano (que, segundo ele mesmo teria dito, inspirava-se no que Getúlio Vargas vinha fazendo no Brasil desde 1930) e, em 15 anos, não apenas superou a crise como colocou o seu país na liderança do Mundo Ocidental.

Também o Continente Europeu, devastado pela guerra, conseguiu, em algumas décadas, recuperar a solidez econômica. Outro exemplo a ser mencionado é o do Japão, que, ajudado pelo governo americano, por meio do Plano Marshall, recuperou a sua economia e ganhou, ainda no século XX o status de potência econômica.

O que se pode apontar como causas do renascimento econômico, político e cultural desses países? Queremos destacar, entre os fatores que os levaram a superar os desafios, alguns determinantes: lideranças preparadas, dotadas de espírito patriótico, cultura e de visão política. Isso possibilitou a formulação de diagnósticos realistas e a formulação de políticas capazes de operar mudanças. Em todos eles, o esforço começou pelos investimentos na educação e na qualificação profissional dos trabalhadores. Como era época de dinheiro escasso no mundo inteiro, ficava difícil obter empréstimos externos. Deste modo, trabalho e aprimoramento educacional exerceram papel de suma importância no soerguimento desses países.

Durante a segunda metade do século XX, outros países, como Índia, China, Argentina, Brasil e México tentaram andar pelo mesmo caminho, com maior ou menor sucesso. No caso brasileiro, em meio a avanços e retrocessos, chegamos, nos dias atuais a um patamar em que dependemos de nós mesmos para alcançar um grande desenvolvimento (que significa aumento do PIB e da renda per capita). Mas é preciso realizar as reformas previstas há longo tempo, atualizar os códigos penal e processual-penal e aprimorar significativamente o funcionamento dos Três poderes, com a suspensão de privilégios e distorções que comprometem a sua eficiência. Dado este passo, há que convocar as lideranças e as inteligências mais expressivas do país, para a elaboração de um projeto de nação à altura do que já se fez, com sucesso, em outros países. Mas o primeiro passo é que os candidatos a cargos eletivos apresentem aos seus partidos e ao povo as suas propostas fundamentadas para a solução dos graves problemas do país (e dos Estados e dos municípios) nas eleições que ocorrerão até 2010, para que os eleitores possam escolher os seus representantes, não pelo terno ou gravata que usam, e, sim, pelas suas propostas concretas.



Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?


A jornada de inovação dos caixas eletrônicos

Quando os primeiros caixas eletrônicos chegaram ao Brasil, no início dos anos 1980, a grande novidade era a possibilidade de retirar dinheiro ou emitir um extrato de forma automatizada.


A nota oficial do Presidente da República

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos:


Combate ao terrorismo após 11 de setembro: incertezas e desafios

Faz 20 anos que acompanhamos, principalmente pela televisão, o maior ataque terrorista da história contemporânea.


ESG qualifica empresas na busca por investidores

Segundo a Morningstar, no início do segundo semestre o volume global investidos em fundos ESG ultrapassou o montante de US$ 2,3 trilhões.


A vacina é para todas as idades

Em todas as fases da vida manter a caderneta de vacinação em dia é muito importante.