Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Nosso Futuro é Agro

Nosso Futuro é Agro

04/10/2018 J. A. Puppio

O Brasil ficou muito atrás de vários países em tecnologia: Coreia, Japão, Alemanha, frança e USA.

Não temos capital para acompanhar estes países. Mas sabemos bem que qualquer destes países muito adiantados em tecnologia não possui algo que o Brasil tem que é a extensão de terras agriculturáveis.

O nosso mundo vem ano a ano crescendo em população e para isto existe a necessidade de alimentá-los. Dentro dessa premissa, incluímos não só alimentos para seres humanos, bem como produtos para as necessidades básicas de todos.

Vamos colocar alguns exemplos aqui para podermos entender: enquanto qualquer país que já tenha adquirido excelente grau tecnológico necessita de papel e esse item é derivado de madeira, temos que estabelecer uma comparação: enquanto que uma madeira na região norte do planeta onde estão Alemanha, USA, França, Japão, Coreia para ser colhida precisa de 20 anos, em nosso país a madeira para celulose somente precisa de 8 anos e imaginem nossa extensão territorial comparada a estes países.

Hoje o Brasil já é referência mundial em celulose, mas poderíamos ser 10 vezes mais competitivos se tivéssemos um governo preocupada com a sua indútria. Poderíamos abastecer o mundo não só com celulose, mas também com papel, assim criaríamos mais ou menos 10 milhões de empregos com um planejamento de 5 a 6 anos.

Hoje o Brasil produz 180 milhões de toneladas de soja, isto sem estradas, sem ferrovias e sem rodovias, se houvesse um bom governo, onde ao invés de roubar o dinheiro publico tivesse uma administração de planejamento, sem propinas, sem roubalheiras, temos a certeza de que poderíamos chegar em poucos anos a 400 milhões de toneladas de soja e teríamos 40% do comércio mundial de grãos usando o mesmo caminho.

Podemos exemplificar ainda mais quando verificamos a carência de países que não apresentam uma independência em combustíveis e estão a procura de combustíveis não poluentes. Nosso país é o único do planeta terra que pode suprir grande parte desta necessidade, pois temos terra e tecnologia para plantar e produzir etanol, sendo este para atender o nosso consumo e para exportação. Precisamos somente de planejamento e seriedade para estarmos num sistema de pleno emprego em poucos anos.

Isso tudo mostra como para o Brasil nada é tão difícil de melhorar, uma vez que temos recursos naturais e terras agricultáveis, além de tecnologia de ponta. O que nos falta no momento é um plano de governo que priorize os brasileiros e a indústria instalada capaz de gerar empregos e que conduza o País apenas com coragem e seriedade.

* J.A.Puppio é engenheiro, empresário e autor do livro “Impossível é o que não se tentou”.

Fonte: Vervi Assessoria



Entre a pandemia e o desemprego

A crise de saúde mundial provocada pelo novo coronavírus, agora assentada no Brasil, com um quadro de evolução severo, tem trazido pânico desmedido a toda população.


Enquanto uns choram, outros vendem lenços. Acima do preço.

“Vendedor acumula 17 mil garrafas de álcool em gel, mas não pode mais vendê-las”, diz a manchete do jornal.


O que podemos aprender com Tom Brady?

Qual o principal atributo de um verdadeiro líder?


Não façam o coronavírus de bandeira eleitoreira

A infestação de coronavírus e, principalmente, as mortes que dela poderão decorrer são os mais graves problemas hoje enfrentados pelo país e pelo mundo.


Coronavírus motiva famílias a buscarem imóveis fora das grandes cidades

O cenário atual tem feito com que a população mude drasticamente a sua maneira de viver.


Como se faz um corrupto

Vou-vos contar uma história. História verídica, segundo a senhora que me contou, ocorrida com familiar, que esteve preso.


China, responsável pelo coronavírus

O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), equivoca-se redondamente ao tentar amenizar as críticas ao governo chinês, responsável direto pela calamidade do coronavírus no mundo.


A economia e a filosofia

Vários dos maiores economistas eram também filósofos.


Passo o ponto

Entusiasmo e motivação ajudam a se reerguer e conseguir uma nova oportunidade profissional.


A opinião pública

A cada passo ouço dizer: “A opinião pública sobre determinado acontecimento ou figura, é esta ou aquela.”


Fake News e o incêndio no Reichstag alemão

Vivemos uma enxurrada de notícias e informações que, em alguns casos, são mentiras ou fake news, como se diz modernamente.


Tratar do coronavírus sem pânico

Uma coisa o coronavírus já provou. O mundo globalizado, não está preparado para enfrentar problemas decorrentes da própria globalização.